MP estuda pedir demolição de templo da Mundial que roubou rua

O Ministério Público do Estado de São Paulo poderá enviar à Justiça um pedido para a demolição do templo que a Igreja Mundial está construindo em São Paulo, no bairro Santo Amaro, zona sul. Com a conivência de autoridades municipais, a construção roubou 137 metros de um terreno previsto em lei para ser o prolongamento da rua Bruges, até a Benedito Fernandes, conforme mostra o mapa acima.  

Hussain Aref Saab, que foi diretor do Aprov (Departamento de Aprovação de Edificação), da Prefeitura, teria participado de manobras ilegais para permitir que a igreja de Valdemiro Santiago assumisse um pedaço da rua. A informação é de Diego Zanchetta e Rodrigo Burgarelli, do Estado de S.Paulo.

Saab se afastou do Aprov após denúncias de que ele se tornou proprietário de 125 apartamentos em 7 anos, levantando a suspeita de enriquecimento ilícito.

As obras começaram em março de 2011 sem alvará, apenas com documento provisório chamado “direito de protocolo”. Os vizinhos alertaram as autoridades de que a Mundial estava se apoderando de um trecho do traçado da rua, mas nenhuma providência foi tomada.

Em março do ano passado, o prefeito Gilberto Kassab mandou para a Câmara um projeto de lei que, se fosse aprovado, revogava a lei do prolongamento da rua Bugres. Foi uma tentativa do prefeito de legalizar o roubo do terreno pela Mundial. Não deu certo porque alguns vereadores anteciparam que votariam contra o projeto de lei, que, por isso, foi retirada de tramitação.

No mês passado, a Secretaria Municipal de Habitação informou que um grupo técnico ia examinar a legalidade das obras do novo templo.

Não se sabe quando esse grupo apresentará a sua avaliação. Enquanto isso, as obras seguem em ritmo acelerado, segundo o jornal, possivelmente com o propósito de dificultar uma provável decisão judicial pela sua demolição.

Trecho de rua do qual a Igreja Mundial tomou posse
Igreja de Valdemiro tomou posse de espaço público
Com informação do Estado de S.Paulo.

Comentários no Facebook.   Valdemiro Santiago.

Prefeito do Rio propõe legalização de templo irregular da Mundial.
abril de 2012

Comentários

  1. Deixa construir, é bom que depois de construído vai estar cheio de crente metido a retardado, daí ela se demole sozinha como aquela outra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse cara é demais!
      Compra fazendas em Mato Grosso; Mansões em São Paulo; aviões, helicópteros, e agora tá comprando vias públicas!!!!!!!
      A propósito, aquelas denúncias do Maiscedo cairam no esquecimento? Viraram pizzas?
      Receita Federal, Ministério Público, deem-nos notícias.

      Excluir
    2. engraçado não tem um puto do seu bolso,porque estas aflito por isso.

      Excluir
    3. Sério paulinho, para de usar dorgas manolo.

      Excluir
    4. /Ironia Mode On/

      Ai ai ai, Paulinho, que feio, falando palavrão! Deus tá ouvindo, deus castiga! rsrs.

      /Ironia Mode Off/

      Excluir
    5. Papai do céu não gosta quando paulinho fala nome feio!

      Excluir
  2. Se cair e matar adeptos da mundial, foi porque deus quis. Fazer o quê? Se deus gosta de sepultar seus filhos queridos, que morram! Estarão no paraíso. Com anjos cantado Hosana, Hosana nas nas alturas. Serão estúpidos a menos.

    ResponderExcluir
  3. Espero que um dia a raça humana consiga deixar este planeta e que a parcela da população que escape deixe para trás a abjeta religião que sepera as pessoas. Seria uma "benção" se a raça humana esquecesse seus deuses de morte e principiasse a viver como seres humanos de verdade. Uma nova raça humana, mais humanista.

    ResponderExcluir
  4. Os pastores usam o "rebanho" pra fazer chantagem politica.

    ResponderExcluir
  5. acho que poderiam fazer coisas mais uteis com esse templo por exemplo uma escola acho que demolir so causa prejuizo

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que não vão derrubar este centro de imbecilização humano, mais se esta fora da lei seria o certo que derrubassem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito.É centro de imbecilização humana mesmo.E tem de sr derubado.Onde já se viu? Roubar rua?.

      Excluir
  7. Isso! Derrubem! Derrubem tudo! Não deixem sobrar nada! (risada megalomaniaca)

    Tá bom, agora sério agora. Agora esse pessoal está construindo templos sem alvará, em lugares inapropriados... Até aonde esses privilégios concedidos aos evangélicos vai parar? Vão derrubar escolas para construirem seus templos? Se bem que eles já querem transformar escolas em centros de imbecilização humana, como disse o outro anônimo, implantando orações e pai-nosso. Agora ficaram acima da lei? Ah, para com isso vai! Esse Valdemiro é muito fominha, cara! O que o ser humano é capaz de fazer por dinheiro!

    Mais uma coisa. Direito de protocolo? Ah, vá! Quer mentir minta direito pelo menos!

    ResponderExcluir
  8. E a historia se repete. Antigamente os grandes templos eram construídos com o trabalho escravo, levava-se anos a finco para se construir um, exemplo disso são as grandes basílicas e templos espalhados por todo o mundo. A diferença é que hoje elas são construídas com o dinheiro do povo, dinheiro esse suado. Pra que ? Eu lhes pergunto.Enquanto que uma parte da população não tem nem onde morar ou vive em situação precária, onde falta saneamento básico e comida na mesa. O dinheiro que se gasta com a construção desses grandes templos vai contra a realidade de um país assolado pela miséria. Enquanto os padres,pastores, bispos, apóstolos ate mesmo o papa vivem no maior luxo; é carrão, avião, mansão. E de novo lhes pergunto, pra que ? O meu " dízimo" vai pra duas ONGS,instituições de caridade que cuidam de pessoas em tratamento contra o câncer. Faço isso porque eu sei que as doações servem pra comprar cestas básicas, materiais de limpeza, higiene pessoal e remédios pra famílias carentes assistidas pelas 2 instituições.

    ResponderExcluir
  9. Paulo, este post está ótimo. Isso é que é mídia não-confessional. De volta aos velhos tempos! Parabéns.

    ResponderExcluir
  10. _As coisas, devem estar dentro das leis criadas para determinados fins. Não se pode favorecer, por conta de interesses ou coisas do tipo. O fato é que vivemos em uma sociedade e devemos ter bem presente, a seguinte frase: "o meu direito termina onde começa o direito do outro". No caso de a edificação avançar uma via pública, a frase acima me parece bastante pertinente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo discurso, pena que tem muito crente que acha que a bíblia está acima da constituição, e não entende a frase "o meu direito termina onde começa o direito do outro".

      Excluir
    2. _É preciso ter clareza que a Bíblia é um livro que trata das questões espirituais de aplicabilidade na condição de vida material(física) das pessoas.
      _A questão do entendimento ou não que certos grupos demonstram, tende a estar relacionado ao que ouvem e observam, porém, não é condição fundamental para a tomada de decisão.

      Excluir
    3. É óbvio que, no presente caso, a Salamandra é a favor das Leis, da Constituição e do bom senso. Afinal, trata-se de uma notícia sobre o abuso cometido pelo arquirrival do "EDI" Macedo, o temido Valdão do Chapelão.
      .
      Faz-me rir, minha senhora.

      Excluir
    4. _Ria mesmo e aproveite bem os teus momentos de delírio!
      -É uma pena que teu espírito pobre, doente e aflito não te permita ler somente o que está escrito! É claro que te satisfazes em achar que todos são iguais a ti; talvez para te sentires respaldado em tuas loucuras e nos momentos em que tentas causar debilidade nas pessoas que estão próximas, contaminando-as com tuas sandices.

      Excluir
    5. Minhas sandices? Novamente você me fez rir, dona lagartixa hahahaha
      .
      Ao contrário de você (que deixou clara sua posição de que Edir é o santo-imaculado, e que Valdemiro é a ovelha desgarrada e malquista), eu não acho que todos são iguais.
      .
      Só pra você ter uma noção, dona lagartixa... esses tempos visitei uma igreja evangélica da cidade (presbiteriana), porque um amigo de trabalho (e que mora em outra cidade) iria tocar/fazer o louvor e me convidou. Digo, sem vergonha, que me surpreendeu o fato de que durante o culto não houve nenhuma menção ao dízimo ou qualquer contribuição monetária.
      .
      Lógico que isso não me fez virar presbiteriano, porque o meu "problema" com o cristianismo é doutrinário. Apesar disso, não posso ser leviano e dizer que na questão "dízimo", aquela igreja me surpreendeu.
      .
      Agora, quem tem espírito pobre, doente, aflito e totalmente tendencioso e cego? Penso por mim mesmo, e não pela cabeça do "bispo Nena" (bispo merda, no 'fag-slang').

      Excluir
    6. _Pense o que quiser! Eu tenho mais o que fazer!
      _Uma coisa é certa: não retiro uma vírgula do que escrevi.
      _Sua reação não me surpreende! Era de se esperar! Ria bastante, neste domingo!

      Excluir
    7. Touché! E a lagartixa religiofrenica sai com o rabo entre as pernas e zero argumentos. Bom culto, seu pastor esta precisando de um Armani novo.

      Excluir
    8. É lógico, dona lagartixa, que você tem mais o que fazer agora. Tens que "te sentires respaldado em tuas loucuras e nos momentos em que tentas causar debilidade nas pessoas que estão próximas, contaminando-as com tuas sandices" (sic).
      .
      E, por este motivo, sem argumentos se retira da conversa, mas sem perder a prepotência e arrogância (comumente vistas entre seus pares, diga-se de passagem).

      Excluir
  11. A incontrolável compulsão, dos funcionários das religiões por dinheiro, é antológica. No tocante ao mandamento "não furtarás", então, a maneira que encontraram de o burlar, é histriônica e escandalosa. O outrora chamado Bom Deus decretara: "seis dias trabalharás e no sétimo descansarás". Os servos religiosos da Bíblia, descansam seis dias e arrecadam folgadamente no sétimo! Uma "homiliazinha" aqui, um "sermãozinho" ali, e é super-remunerada, a prédica arrumada e falaciosa!Enquanto o Criador impusera como efeito do pecado, o mandato de cavar o chão da dura realidade, para comer o pão com o suor do rosto; os empregados das Igrejas, para perdão invisível das fantasiosas culpas, comem-no regado com o suor dos outros, em "verdinha$ pastagens e no melhor do ar-condicionado"! Isso que é interpretar ao pé da letra! "Em verdes pastagens me faz repousar,...refrigera-me a alma".(Salmos 23,2-3) Imaginem quando legislarem o calote público, para não pagarem mais a conta da luz! E disse Jesus: "Quem me segue não andará nas trevas"!(João 8,12) E o Apocalipse, aliás, profetiza: "A cidade não precisa de lâmpada, a Luz do Cordeiro a ilumina". (Apocalipse 21,23).Francamente, até quando nos faremos de inertes, enquanto estes ladrões nos fazem de otários? Que eles tosquiem suas ovelhas voluntárias e medrosas, tudo bem; mas que invadam o Congresso e criem leis para nos extorquir, além do que já nos pilham e saqueiam, os cúpidos e vorazes vendilhões do Judiciário, do Executivo, como demais do Estado! Até quando? É de admirar, dizia Vieira, e naquele tempo(!) que o Brasil, de tanto sangrarem-no, não morra definitivamente, de inanição de renda e financeira hemorragia... E enquanto este sangue de Jesus não é pago, nem nunca o será - posto que suposta é a dívida infinita -; havemos de tolerar estes bandidos falsos-cristãos, a pregarem pobreza e encherem as burras, com a ilusão de bênção e prosperidade; no caso a prosperidade deles?

    ResponderExcluir
  12. Concue Sanspeche : comem-no regado com o suor dos outros, em "verdinha$ pastagens e no melhor do ar-condicionado"! Isso que é interpretar ao pé da letra! "Em verdes pastagens me faz repousar,...refrigera-me a alma".(Salmos 23,2-3)

    ResponderExcluir
  13. complementando o meu comentário acima

    Achei de mais, rachei de tanto rir. Agora so falta vir um crente fanático dizer que estamos deturpando as palavras da Bíblia.

    ResponderExcluir
  14. Provavelmente alegarão perseguição religiosa, que démodé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tudo culpa dos ateus malvados.
      Não tem nada a ver com o fato da obra ser ilegal. É só porque somos chatos e gostamos de sacanear os crentes sem nenhum motivo.

      Excluir
    2. Óbvio! É tudo culpa da cúpula "ateogayzista" que querem ver o mundo livre de religiões!

      Excluir
    3. baphomet e israel chaves eu digo como um profeta de deus,que esse templo da mundial não vai ter um arranhão, embora eu não seja da mundial eu digo em nome do senhor jesus que toda trama de satanás será,envergonhada ao extremo. jesus nome sobre todo nome.

      Excluir
    4. Além de um Troll agora é vidente! Sim, de fato, esse templo é tão imune de problemas quanto este aqui. De fato, seu deus é um "grande" protetor. Não preocupe-se Satanás é gente fina.

      Excluir
    5. Sim, cristãos são sempre as vítimas, os maiores perseguidos são os cristãos, um povo tão sofrido e injustiçado, que dó, que dó, que dó! E nós ateus malvados o que fazemos? Azucrinamos ainda mais a vida dificil deles, como somos cruéis!

      Tá, exagerei no sarcasmo. :P

      Excluir
    6. E vocês ainda se dão ao trabalho de responder ao macaco adestrado/papagaio da Bíblia/semeador de spam crente/troll sem vida?

      Excluir
    7. De fato, Israel.

      One does not simple
      Feed this fuckin Troll

      Excluir
    8. Minha resposta não foi pra ele, foi pra acompanhar seu sarcasmo, Israel (que finalmente conheci seu rosto!). :)

      Excluir
    9. Huahaua finalmente tirei uma foto normal.

      Excluir
    10. Queria conhecer o rosto do Baphomet. Imagino ele como um headbanger com uma camisa do Slayer, rsrs.

      Excluir
    11. Huahaua tenho a mesma impressão.

      Excluir
    12. Vamu comentá as notícia e pará com a bichice!

      Excluir
    13. E aauele templo da renascer qie desabou? Jesus tava largando um barro e nao viu,né paulinho?

      Excluir
  15. Baphomet, acho que o teto caiu porque gritaram demais, rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha! Deve ter sido isso mesmo! Parece que o deus deles é surdo!

      Excluir
  16. graças a o senhor jesus pago todas as minhas contas sustento a minha família, isso se chama motivo pra viver ao contrario de ateus vagabundos que não querem nada com trabalho, fica ai sendo sustentado por papai e mamãe isso eu digo que é ser sem vida náo é israel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham, e você conhece todos os ateus daqui para dizer como vivem suas vidas, né? Seus poderes mediúnicos me fascinam...
      Esse paulo de tarso deve ser casado com a Senhora Crente. Tenho medo dos filhos.

      Excluir
    2. Ignore o troll, Israel. Trolls se alimentam de atenção e ele não merece a nossa.

      Excluir
    3. Nem percam tempo pra responder esse troll bizarro religiofrênico.

      Excluir
    4. Se jesus pagasse suas contas vc nao precisaria trabalhar

      Excluir
  17. Folks, parece que esse tipo de coisa tá no sangue do brasileiro médio. Muitos crentes acharão normal, e até justificável tal irregularidade, pois em geral não temos senso de coletividade, temos a mentalidade tribal de "se não é com minha família ou com meu círculo de amigos, dane-se o resto!". E dá-lhe supervalorização do espaço privado em detrimento do espaço público! Querem um exemplo:


    "Na cidade de São Paulo, parece que qualquer um pode mandar um pouquinho nas regras do trânsito. Como? Pintando no asfalto linhas para delimitar a saída da garagem, por exemplo. Ou instalando cones que 'seguram' a vaga. E até criando suas próprias placas de advertência viária. Pela lei, tudo isso só deve ser feito ou autorizado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), mas a realidade não é bem assim.

    A reportagem percorreu 38 quilômetros de vias nesta semana e encontrou dezenas de situações irregulares envolvendo sinalização. Todas praticadas por moradores ou comerciantes, sem aval da Prefeitura.

    O bloqueio de vagas em pontos onde não há Zona Azul é a situação mais comum.

    Na Rua Doutor Albuquerque Lins, na região central, já existe até um 'esquema' para reservar vagas. Toda vez que um morador tem de deixar o carro na rua, o condomínio aciona, por rádio, o vigia da redondeza. Ele desloca um cavalete de madeira da calçada para a via e pronto: 'É só por uns cinco minutos', disse o vigilante, pago por três prédios situados perto da esquina com a Alameda Barros.

    Perto dali, o residencial onde trabalha o zelador Espedito Melo, de 37 anos, também usa esse recurso. Um cavalete amarelo é colocado na rua para auxiliar os condôminos. 'Usamos quando há mudanças. Sem ele, não tem como dar espaço para o caminhão', disse. Em casos assim, a CET autoriza a ocupação provisória da rua. Porém, na quarta-feira, o obstáculo estava no asfalto sem haver qualquer mudança.

    Para o presidente da Comissão de Trânsito da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP), Maurício Januzzi, a falta de vigilância adequada da CET é um dos fatores que levam a tais práticas. 'Outra lacuna é a da lei, que não pune.'

    A lentidão da fiscalização afeta diretamente os moradores. Na frente de um escritório de advocacia na Rua Quirino dos Santos, na Barra Funda, zona oeste, o que se vê na via são três cones. Eles estão ali para reforçar um direito do imóvel: o respeito à guia rebaixada. Quem garante isso é o auxiliar administrativo Antonio de Souza, de 38 anos, funcionário do local. "Antes os carros paravam, chamávamos a CET para rebocar, mas demorava." Souza cobra rigor. 'Senão, teremos de continuar fazendo papel de órgão de trânsito.'"

    fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,todo-mundo--manda-um-pouco-no-transito-de-sp-,884063,0.htm


    Dilema-tostines: ¿o "jeitinho" brasileiro é culpa da omissão governamental ou a omissão governamental é culpa do "jeitinho" brasileiro?

    ResponderExcluir
  18. A Assembleia Legislativa de SC fez extamente a mesma coisa. Fechou uma rua pública e antiga para transformar em estacionamento, sem que tivesse passado pelos ritos municipais de anulação do ato que a criou. Pode-se ver no GoogleMaps. A rua separava a Alesc do Colégio Estadual Celso Ramos, um cujo fechamento saiu em boa parte da mídia nacional, porque foi cercado por marginais que queriam o couro da diretora e por pouco não foi morta. Após o fechamento porque a escola perdeu mais de mil dos seus 1500 alunos em dois meses, a Alesc tentou ficar com ela como 'anexo'. Foi um griteiro geral e o estado acabou desistindo da 'doação' para a Alesc, mas passou para a Prefeitura e agora está sendo preparada para ser um creche municipal. A rua Anastácio Kotzias continua fechada. Podem ver mais aqui http://corrupsumario-2.blogspot.com.br/

    O exemplo vem de cima. Se deputados podem, os pastores fazem o mesmo...e comerciantes que se adonam de calçadas para mesas, para estacionamento de lojas de carros e por aí vai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O exemplo vem de cima"
      Deputados não caem do céu, prefeitos e todos os políticos não surgem de uma realidade paralela, pastores não são seres vindos de outra galáxia: são eleitos pelos de baixo. Mas aí o dilema-tostines continua...

      Excluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shiro, meu velho, sai desse quarto enfumaçado cara.

      Excluir
    2. Dafuq?
      Primeiro, eu não sou velho e nem lhe dei intimidade o suficiente para me chamar assim.
      Segundo, quarto enfumaçado?

      Excluir
  20. Nada vai pra frente nessa cidade-esgoto.

    ResponderExcluir

Postar um comentário