Justiça condena TJs a indenizar vítima de abuso em US$ 28 mi



A Justiça de Oakland, Califórnia (EUA), condenou a Watchtower Bible and Tract Society of New York, nome jurídico das Testemunhas de Jeová, a indenizar Candace Conti (foto), 26, em US$ 28 milhões (R$ 57 milhões) por abuso sexual que ela sofreu na adolescência por parte de um integrante da religião. Desse total, US$ 21 milhões são a título de punição e R$ 7 milhões para compensar danos físicos e morais.

Trata-se do maior valor individual de indenização já concedido nos Estados Unidos em caso de pedofilia. Jim McCabe, advogado das TJs, disse que vai recorrer da decisão.

Candace Conti
Candace disse que 
TJs têm uma
política de sigilo 
Conti afirmou no processo judicial que dos 9 aos 10 anos de idade (1995-1996) foi abusada por Jonathan David Kendrick (na foto abaixo), 58, da congregação de Fremont, Califórnia.

Segundo ela, os anciões (pastores das TJs) sabiam que Kendrick já tinha sido condenado em 1994 por violentar uma menina e eles mantiveram o caso em segredo, colocando sob risco as filhas dos fiéis.

Jonathan David Kendrick, Testemunha de Jeová
Dirigentes sabiam que
Kendrick era pedófilo
Ela afirmou que os anciões seguiram instrução dada em 1989 pelos líderes nacionais da religião segundo a qual os casos de pedofilia envolvendo dirigentes de congregações tinham de ser mantidos em segredo.

Em 2004, Kendrik foi condenado mais uma vez pelo mesmo crime, e o seu nome foi inserido no cadastro público de predadores sexuais.

Conti disse à imprensa que decidiu recorrer à Justiça não só por causa dos danos psicológicos que sofreu, mas também para obrigar as TJs a deixarem de acobertar os pedófilos, preocupando-se em proteger as crianças.

McCabe negou que tenha havido uma política de sigilo para os casos de crianças.

"Nada pode trazer de volta a minha infância", disse Conti. “Mas essa condenação vai acabar com o acobertamento da pedofilia nas TJs.”

Com informação do Huffington Post, entre outras fontes.




Comentários

  1. Se eles tiver que pagar uma indenização dessas pra todos que já foram abusados eles vão a falência, bom talvez agora eles parem de acobertar os casos. Tj e católicos são tudo iguais.

    ResponderExcluir
  2. Indenizações milionárias só servem para aumentar o número de falsas denúncias. Até mesmo o Juiz ou Juiza, que proferiu a sentença, pode estar na mira de gananciosos travestidos de de vítimas sexuais.

    ResponderExcluir
  3. Os TJs não são missionaŕios melhores que os padres pedófilos da ICAR.

    ResponderExcluir
  4. Por coisas assim que aviso: Não alimentem as Testemunhas de Jeová. Não deem contribuições por suas revistinhas e livros.Elas tem já um imenso patrimônio em Nova Yorque e no mundo, que vendam seus prédios para pagarem as vítimas do que é chamado por muitos de "paraíso dos pedófilos", visto só configurara crime para as TJs se a acusação apresentar duas ou três testemunhas. "Por boca de duas ou três testemunhas, toda questão será decidida" (2 Coríntios 13:1
    Alguém já viu pedófilo cometer seus crimes com testemunhas?
    Então que a "suposta" vítima se cale ou será desassociada e socialmente excluída, inclusive de sua família TJ.
    Podem imaginar o mal que essa religião tem causado pelo mundo afora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito se fizesse uma campanha mirando as testemunha de jeova muitos e muitos casos iriam aparecer , acredito que muitos chamados ancião aproveita a posição que ocupam para abusar sexualmente de crianças e adolescentes , sabemos que ali dentro reina a doutrina do medo e do silêncio.

      Qual tj vai querer denúnciar um ancião " respeitável e amoroso" , elas sabem se fizer isto vão ter que provar e corre o risco de serem expulsas e ficarem abandonadas pela família e perderem o paraíso e por isso as vítimas se calam. Uma campanha sobre pedofilia focando as testemunhas de jeova acredito que iria aparecer muitos e muitos casos.

      Excluir
    2. Nao apoiem falsas acusacoes facam uso das vocas capacidades de raciocinio nao procurai agir como nescios procurem base...!

      Excluir
  5. Que ótimo, a justiça (do homem) está sendo feita. Tenho muita pena da criança ou adolescente que passa por isso. Fico imaginando o que passa na cabeça de uma pessoa dessa, que tem coragem de molestar uma criança. Eu discordo quando fala assim: Fulano ta parecendo um animal. Eu penso de outra forma, animais agem com muito mais racionalidade que nos seres humanos.

    A impunidade por falta de testemunhas faz com que esses casos aumentem cada dia mais.

    Por isso eu digo aos meus pequenos alunos para terem cuidado quanto a isso, não ficarem sozinhas com pessoas estranhas e jamais deixar que toquem nelas, e se caso isso acontecer que contem paro papai e para a mamãe.

    ResponderExcluir
  6. Se continuar assim, padres e pastores estuprando e o pessoal processando, e fiéis cada vez mais revoltados, poderemos enfim proclamar o fim do cristianismo em pouco tempo, rsrs.

    A menos que essa quadrilha faça alguma coisa pra combater isso. Se é que eles estão realmente preocupados com o bem-estar dessas crianças.

    ResponderExcluir
  7. Casos como esse existem há anos entre as TJs, e a Watch Tower tem feito o possível para manter o sigilo. Sempre foi ordem da alta cúpula que os casos sejam julgados apenas pelas comissões judiciais das própria sociedade.

    Na Bélgica e na França ganharam notabilidade a partir do documentário "Le Monde Parfait de Jehovah", produzido pela TV belga - que pode ser conferido no YouTube.

    Foi felicíssima essa decisão da justiça americana, principalmente pelo fato da sede ser americana.

    ResponderExcluir
  8. Gostei,um tj tentou ser safado com minha filha.Me disseram pra nao fazer nada,porque nao tinha provas,ele queria que ela dormisse na casa dele,pra brincar com a filha dele.Por ser tj eu achei que nao tinha problema.Cuidado!

    ResponderExcluir
  9. Eu achava que só padre catolico "brincava" disto.

    ResponderExcluir
  10. Hehehe... finalmente.... justiça está sendo feita... Gostaria que esta iniciativa da Justiça Americana desembarcasse por aqui, para por na cadeia esses falsos profetas. Infelizmente, esse povo iludido com essa promessa ridícula de um mundo povoado de TJ's (imaginem que tragedia!) são os responsáveis por essas e outras barbáries, acobertando seu clero criminoso... CUIDADO! SEU FILHO PODE SER A PRÓXIMA VITIMA!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário