Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Padres têm de evitar que nações caiam no ateísmo, diz cardeal

cardeal Mauro Piacenza, da Congregação para o Clero
Piancenza é prefeito da
Congregação para o Clero
O cardeal Mauro Piacenza (foto), prefeito da Congregação para o Clero, do Vaticano, disse que os sacerdotes têm de se empenhar por uma nova evangelização para evitar que nações cristãs caiam em um novo tipo de ateísmo. A afirmação foi feita em carta a propósito da Jornada Mundial de Oração para a Santificação do Clero.

Para o cardeal, essas nações resistiram no passado à tentação de um “ateísmo genérico”, mas agora, afirmou, elas “correm o risco de serem vítimas do ‘ateísmo particular’”, que advém do fato de estar havendo um distanciamento entre cristãos e Igreja.

Piacenza argumentou que, para acabar com esse risco, os sacerdotes precisam fazer com que “os fiéis descubram verdadeiramente o rosto do Filho de Deus e sua contemporaneidade”.

Ele pontuou, contudo, que os sacerdotes, para santificar os fiéis, têm também de cuidar de sua própria santificação, o que foi, da parte do cardeal, uma referência velada os casos de pedofilia cometidos por padres em vários países. Piacenza lamentou os “escândalos graves” que colocaram sob suspeita também os “sacerdotes honestos e coerentes”.

O cardeal associou, assim, o que ele chamou de “ateísmo particular” a tais escândalos, o que, de fato, tem levado muitas pessoas a abandonar a Igreja Católica em países como os Estados Unidos e Alemanha, ao mesmo tempo em que ocorre um fortalecimento do movimento ateísta, principalmente na Europa.

Com informação do site EWTN.





Pesquisa feita em 30 países mostra crescimento do ateísmo
abril de 2012

Ateísmo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...