'Sou a Teresa, fui pastora da Metodista e agora sou ateia'

Ex-pastora e ateia Teresa MacBain
Teresa foi pastora
por mais de dez anos
No dia 26 de março, uma mulher de cabelos curtos e roupa escura subiu ao palco para dar um depoimento. Suas primeiras palavras foram: “Meu nome é Teresa. Sou pastora de uma igreja metodista, pelo menos era. Eu me tornei ateia”. Na plateia, centenas de pessoas vibraram por mais de um minuto [ver vídeo abaixo], comovendo a ex-pastora, que teve de enxugar uma lágrima.

O depoimento de Teresa MacBain (foto), 44, foi um dos pontos altos da conferência de ateus realizada naquela mês em Bethesda, no Estado de Maryland (EUA). Após os aplausos, ela disse que tinha sido uma "inimiga" deles. A plateia riu.

Emoção no anúncio da descrença
 

Filha de um sacerdote conservador, ela contou ter sido pastora em Tallahassee (Flórida) por mais de 10 anos. Em 2009, tinha sido promovida a pastora sênior, cumprindo a rotina de dar dois sermões por domingo, cantar hinos, orar por doentes. Mas ela tinha de parar com aquilo por uma questão de consciência e de lealdade para com os fiéis, porque deixou de acreditar em Deus. Seu último sermão foi no domingo dia 18 daquele mês. Falou de seu passado, de suas angústias e da necessidade de seguir novos caminhos.

Por algum tempo Teresa se sentiu aterrorizada só de pensar na reação dos fiéis quando soubessem de sua descrença. Mas naquele domingo decidiu que não iria mais se importar com isso.

Não foi fácil para Teresa lidar com sua consciência e se assumir como descrente, mas agora ela se defronta outro problema, o da rejeição.

Dan Barker, um ex-pastor que atualmente é co-presidente da FFRF (Freedom From Religion Foundation), uma organização de ateus e livres pensadores, já tinha avisado Teresa: “É preciso estar preparada porque você vai perder a família, o emprego, tudo”.

Foi o que aconteceu.

Alguns dos parentes de Teresa mandaram dizer que não a querem em suas casas e a maioria de seus amigos — pastores entre eles — deixou de falar com ela.

Teresa não sai de casa sozinha por causa das ameaças de violência que vem sofrendo pela internet, algumas delas de fiéis que não se conformam com a "enganação" dela. Agências desmarcaram as entrevistas que ela tinha marcado para obter novo emprego. Uma associação de humanistas da Flórida se ofereceu para lhe pagar um salário por um ano.

O que ajudou Teresa em seus momentos de crise de consciência foi o Projeto Clero, da Fundação Richard Dawkins. Trata-se de uma comunidade virtual anônima para dar apoio a sacerdotes ateus, principalmente aos que se encontram “dentro do armário”. Ao longo de meses Teresa teve contato com uma pessoa cujo pseudônimo é “Lynn”, que é um dos responsáveis pelo projeto.

O futuro profissional de Teresa ainda é incerto. Mas ao menos ela deixou de sentir dores de estômago e de cabeça aos domingos, antes dos sermões nos quais dizia coisas em que não  acreditava. "Agora me sinto bem."

Íntegra do vídeo.





Com informação do Religion News Service, entre outros sites.

Ateus americanos contratam ex-pastora para relações públicas
julho de 2012

Pastor americano luterano afirma na TV que não acredita em Deus
março de 2012

Ateísmo.


Comentários

  1. Menos uma "hipócrita" dentro da igreja... Sou cristão e agradeço a DEUS pela atitude dela...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriano, não fique chateado com minha opinião, mas assim são os cristãos:
      "...se não acredita no que eles acreditam, então é lixo..."

      Acho essa posição dos cristãos bem característico deles que em seus discursos falam em "inclusão", "amor ao próximo", "amparar seja lá quem for", "dar a outra face" (e outras faláceas) e em suas práticas são piores que os mais perversos hipócritas.

      Exemplo claro disso é sua postagem aqui...

      Excluir
    2. O cristão só reconhece o outro como merecedor de direitos somente quando for fiel. Se for infiel...

      Excluir
    3. Condivido qualquer pensamento....desde que nao seja roubar e nem matar nao transgredir as leis da sociedade.....ateu ou credente vc dorme e acorda e gual o sol e lua pra tds basta de fazer dificil o periodo que passamos aqui nesta terraaaa

      Excluir
    4. Pois é agora Allah esta muito triste com ela e vai manda-la para os últimos dos inferno

      Excluir
    5. Com certeza Adriano.

      Pior do que ser um (a) alienado(a,) é ser um hipócrita que finge crer no que diz. :)

      Excluir
    6. Não vou falar sobre o fato q ela se tornou atéia, mas o fato da violência e preconceito. Parece uma certa aversão ao diferente, ao desconhecido.

      Foi assim (ou é assim) com estilos musicais, formas de se vestir, e outras coisas. Literalmente, os cristãos agindo como disseram: "O cordeiro virando lobo", mas qndo os cristãos eram os cordeiros, não aprenderam a respeitar as diferenças.....

      Excluir
    7. "Pois é agora Allah esta muito triste com ela"

      E Richard Dawkins está muito feliz!

      Excluir
    8. Amém irmã que bença, vc tem se convertido a fé dos ateus, seu tistimunho de fé é tao edificante pros nossos coracoes..
      haahahahahahahahahahahahah

      Crente ateu

      Excluir
    9. “É preciso estar preparada porque você vai perder a família, o emprego, tudo”
      Nossa que bonito! Nossa irmã vai ter que aprender a viver o desapego das coisas materiais, isso é tão tão cristão, digo, fraterno, sublime...
      shuahuhuhuhuhuhuhuhuhushua

      Excluir
    10. "Agências desmarcaram as entrevistas que ela tinha marcado para obter novo emprego. Uma associação de humanistas da Flórida se ofereceu para lhe pagar um salário por um ano. "
      O que ajudou Teresa em seus momentos de crise de consciência foi o Projeto Clero, da Fundação Richard Dawkins

      que bom que a irmã encontrou uma igreja digo, instituicao que a ampare, de apoio moral, e escute as suas inquietações e a de animo pra continuar a caminhada, isso é tão cristão , digo fraterno...

      ahahahhhahahshuahsuhuahsuashuahs
      Crente Ateu

      Excluir
    11. o mundo precisa de pessoas como ela,,,,,,,

      Excluir
    12. Não é hipócrita, provavelmente em algum momento ela acreditava, mas com o passar dos anos ela reviu isso e continuou somente porque esse era o ganha pão dela.
      É muito comom padres e pastores não dominarem nenhum outro ofício, impossibilitando a eles abrir mão daquilo ali

      Excluir
    13. Vc representa bem a maldade que sempre conduziu e conduz os cristãos em qualquer igreja, o ódio, o desrespeito e a falta do senso de perdão e compreensão aos que não pertencem a sua sombra, né não, Adriano Costa ? Quando os evangelistas voltarão a queimar seus opositores na religião como já fizerem no passado, tudo isso em nome de Deus ?

      Excluir
    14. efe porfirio não foram os evangélicos que queimarão seus opositores na fogueira, vai estudar, que talvez vc perceba que o fato ocorrido foi o contrário, mais dá para perceber que sua aversão a evangélicos não tem nada a ver com o fato relatado acima,sou evangélico não só por ouvir mais por experiência de ver Deus agir em minha vida não sei qual foi sua experiência negativa que te fez ter aversão à evangélicos ou a religião mais tenho certeza que um dia isso irá mudar. Um forte e fraterno abraço.

      Excluir
  2. Agradeça a ela mesma, foi mérito dela e não de algum ser imaginário...

    ResponderExcluir
  3. Menos um idiota para o mundo. Até enfim as pessoas estão percebendo que Deus é algo inexistente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem certeza que ela é menos uma idiota no mundo?

      Ou foi pro outro lado da idiotice?

      Excluir
    2. Ninguém nesse mundo é ninguém para ditar regras religiosas, somos podres e pequenos demais para representar qualquer entidade divina. Acho incrível como determinadas seitas pregam o amor ao próximo, mas, quando alguém do meio assume o lado oposta desta ou outra seita, os representantes e seguidores dessa seita, são os primeiros a perseguir, criticar e crucificar quem saiu do jugo deles. Isso representa "deus"? Que raio de religião é essa que não permite que alguns dos seus membros não possam escolher outro caminho de crença? O lado inverso nunca aconteceu e nunca acontecerá. Agora pergunto:- Quem é mais racional o ateu ou o fanático e fervoroso seguidor dessas seitas? Quem é o doente da questão? Pensem nisso !

      Excluir
  4. Hipocrisia é acreditar em um conto de fadas, e obrigar todos a acreditar nela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Hipocrisia é NÃO acreditar em um conto de fadas e querer que outros acreditem.

      Excluir
    2. Em outras palavras, hipocrisia é inventar estórias e apresentar como sendo verdade.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eis o "amor cristão" pelo proximo.. eis os "belos exemplos" dos cristaos..

    O Adriano deu um bom exemplo da hipocrisia cristã.

    Aprendam com isso, crianças.

    ResponderExcluir
  7. Deus é o amigo imaginário dos adultos... he he

    ResponderExcluir
  8. é meio ridículo tudo isso! com certeza os ex-fiéis dela tem motivos pra ficar bravo com ela(lógico q agredir e ameaçar é errado). Além do q parece um engodo, uma festa teatral: agora ela a atéia...viva.viva. Ninguém vira ateu ou muda de crenças do dia pra noite. Ela deveria ter sido sincera desde o começo... Todos são livres pra fazerem suas escolhas, mas tem que arcar com as consequências.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino seus(dela) conflitos internos quando começou a questionar sua crença e questionar-se, como deveria portar-se diante de seus fiéis? "olha gente, não sei se ainda tenho fé, pode ser que em breve eu os abandone, mas ainda não sei..."?

      Charles

      Excluir
    2. Reescrevendo

      Imagino seus(dela) conflitos internos quando começou a ques...tionar sua crença e questionar-se... Como deveria portar-se diante de seus fiéis? "olha gente, não sei se ainda tenho fé, pode ser que em breve eu os abandone, mas ainda não sei..."?

      Charles

      Excluir
    3. Filipe, talves a demora para ela assumir sua posição filosófica foi a dependencia econômica que ela tinha do cargo de pastora...

      Todo mundo sabe que ser pastor é uma atividade lucrativa fácil, onde o cidadão só precisa vender discursos retóricos repetitivos e mais nada para encher os bolsos de dinheiro...

      Excluir
    4. dependência econômica ou influência familiar, seja lá o que for, "as vezes" sinceridade é melhor.

      "Não foi fácil para Teresa lidar com sua consciência e se assumir como descrente, mas agora ela se defronta outro problema, o da rejeição." - rejeição é uma consequência, e que bom que alguns a apoiam nesse momento, mas me pareceu escárnio o depoimento dela - uma conversão "milagrosa", igual a de crentes. Enfim essa é minha opinião, não significa que seja a realidade.

      "Mas ao menos ela deixou de sentir dores de estômago e de cabeça aos domingos, antes dos sermões nos quais dizia coisas em que não acreditava. "Agora me sinto bem.'" - agora pelo menos ela não precisa mentir pra si mesma.

      Excluir
    5. Concordo que sinceridade é melhor.
      Mas cada um tem a sua situação, além dos conflitos internos pelos quais ela deve ter passado, toda a família e círculo de amigos eram da igreja e enfrentar a pressão do grupo não é assim tão fácil.

      Excluir
  9. Excelente amor cristão mostrado pelo Adriano.....são pessoas como voce que desejam o ruim para as pessoas que eu mais vejo que nao existe ninguem seguindo os ensinamentos de Yeshua


    E vc de longe segue o q lhe é ensinado

    E tenho mais orgulho de ser ateu e nao precisar falar isso para ninguém pois é da minha essencia e natureza nao julgar ninguem

    ResponderExcluir
  10. aaaargh, comentários u-u
    Parabéns pra ela, ela decidiu seguir a realidade;
    Hipocrita é quem diz crer em um deus bom e amoroso, que matou mais de 2 milhões de pessoas. [diz a bíblia]. Enfim, ser induzido a crer sem conhecimento pela sociedade qualquer um faz, alegar milagres tambem, mas ser realista e aceitar o mundo e as coisas como elas são ninguém quer. Ela foi feliz na escolha que fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Bíblia, está escrito o que várias pessoas disseram.

      Excluir
  11. Ótima atitude, parabéns à ela. Porque se for para praticar tudo que se lê em um livro, que seja um livro melhor. c:

    ResponderExcluir
  12. Bom pra ela. O importante é ser feliz.

    ResponderExcluir
  13. Achei meio incovêniente,ela concerteza era ateia a muito mais tempo e fazer isso em uma conferencia ateia-lembrando uma conversão cristã- parece-me uma espécie de escárnio contra os seus antigos fiéis,talvez ela não estivesse mau intencionada mas isso concerteza provocou a ira dos "amados irmãos da comunidade metodista".
    Mas parabens para ela,menos uma...

    ResponderExcluir
  14. Respostas
    1. Ela foi muiiiiiiiiiito corajosa e honesta. Em muito menor grau, eu passei por algo semelhante em 1978 quando abandonei a Convergência Socialista, atual PSTU, uma diferença é que este grupo é uma contracultura onde os elementos já sofrem discriminações e a religião é cultura, que discrimina. Portanto, a pressão sobre ela já é bem maior ao menos por isso.
      Mesmo assim, não tive coragem de colocar claramente os motivos da saída e também por achar-me confuso na época.
      Os religiosos em grande parte, são implacáveis, odiosos, agressivos com quem não aceita seus dogmas e mais ainda com quem sai ou rejeita.
      P.S. Também já fui bíblieta(batista).

      Excluir
  15. mais uma libertada (:

    ResponderExcluir
  16. Aaaaaaaaaaaaaah! Eu sempre fico admirado com o amor de certos cristãos, é tão bonito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não baphomet eu que fico admirado com o amor de ateus como voce. voce pensa que é sábio mas voce é um louco. baphomep hipócritaaaaaaaaaa.

      Excluir
    2. O troll esta de volta e com muita fome e amor no coraçao!

      Excluir
    3. >paulo de tarso:

      >>"não baphomet eu que fico admirado com o amor de ateus como voce."

      -Primeiro, não sou ateu, sou agnóstico. Segundo, demonstro amor a quem merece e, com certeza, não demonstro-o a alguém como você, você que é vil e cego.

      >>"voce pensa que é sábio mas voce é um louco."

      -Nós somos todos loucos.

      >>"baphomep hipócritaaaaaaaaaa."

      -Creio que você desconheça o significado dessa palavra.

      *Que Satã abençoe-lhe.

      Excluir
  17. Eu adoro a coragem de quem se assume ateísta. Eu mesma sou uma atéia militante agora. Eu abracei o ateismo com força em 2009. Não foi facil chegar até aqui, mas hoje eu me sinto muito mais forte e luto com fervor contra os cristãos hipócritas e a fé que aliena, exclui e ilude. Só respeito os bons religiosos, os que sabem conviver com as diferenças. Mas,infelizmente,a maioria nao consegue ser assim...
    Eu não sei o que o Cristianismo tem de tão forte que muda e restringe tanto a mente das pessoas, ainda nao compreendo totalmente tal fenômeno. Talvez seja o fato de todos, pelo menos a maioria, por parte de familiares religiosos, serem condicionados e incentivados a crer por crer, desde pequenos. Crescemos assim, apenas acreditando, nao questionando nada, travados e mudos, engolindo qualquer explicaçao para deus, a vida e a morte. Alguns evoluem e passam a pensar alto sobre tudo isso, a ponto de chutar o balde como eu fiz e declarar guerra pela liberdade intelectual e comportamental; outros nao, continuam submissos aos absurdos pregados por padres e pastores, aceitando tudo como normal, como se fosse coerente com a realidade do mundo. Não é! Nunca foi! Nunca será! Eu prefiro a realidade à ilusão. Encarar os fatos reais da vida me dá força, ainda que eu nem sempre goste desses fatos. Mas,rezar para o nada e aguardar graças pós morte nunca será uma inteligente opção ou trará uma solução eficaz para os problemas da vida, aqui e agora.

    Um abraço, pessoal. Nunca deixem que os outros determinem seus modos de agir e pensar. Vocês devem estar no vosso comando! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^^Legal saber de pessoas que sintam-se assim. Quando me tornei ateia eu só tinha 13 anos^^, Deus era algo que me deixava segura, mas com o tempo, com a internet e com livros consegui ver além da religião. Obtive conhecimento suficiente para deixar de acreditar em Deus, perdi amigos mas acho que eles se afastaram mais por influencia dos pais seja o que foi eles não falaram mais comigo porém hoje consegui novas amizades e minha melhor amiga é evangélica. Acho ela uma boa pessoa por ter uma coisa chamada respeito^^
      Me sinto melhor por me libertar de algo que me sufocava de algum modo e saber que consegui algo bom com minha escolha^^

      Excluir
  18. Eu fico feliz por ela ter "ser resolvido".
    Não acho que seja importante uma pessoa acreditar na existência de deus (deuses) ou não. O importante é a pessoa ser resolvida em relação ao que ela acredita.
    o seu estilo, a sua filosofia de vida. Isso te dá rumo, te dá direção.

    ResponderExcluir
  19. Pois é agora Allah esta muito triste com ela e vai manda-la para os últimos dos inferno

    ResponderExcluir
  20. A reportagem é oportunista e só mostra um lado da história. Não dá pra julgar se não se conhece os 2 lados . E além do mais o que crê pode cair na tentação da descrença , tanto quanto o ateu pode se perguntar : Será verdade? A fé na revelação só é possível com a graça de Deus .E a graça não vem para os orgulhosos . É preciso ser humilde .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fé na revelação só é possível com a graça de Deus .E a graça não vem para os orgulhosos . É preciso ser humilde .

      A primeira frase não faz muito sentido. Mas eu acho que no geral dá pra entender essa passagem. Você quer dizer que é preciso desligar a parte racional do cérebro para poder crer. Ou seja, ser humilde é ser crédulo.

      Ser humilde não significa isso. E questionar não é sinal de arrogância ou orgulho. É uma característica do ser humano (ou pelo menos de alguns).

      Excluir
  21. Ual, é preciso mesmo muita coragem de enfrentar a fúria cristã.

    Parabéns aos ateus e humanistas pelo maravilhoso trabalho.:)

    ResponderExcluir
  22. o ex pastora pode deixar que deus vai continuar sendo deus. por mim voce pode virar o que quiser.

    ResponderExcluir
  23. Em Mateus 8:12, Jesus disse:

    E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes

    E no capítulo 11, do livro Divina Revelação do Inferno, há um relato sobre as trevas externas.

    "Servos que não permaneceram na verdade e na santidade. E melhor nunca ter Me conhecido, do que dar as costas depois de Me servir."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristão-Fernando-filhote-de-abraão(SATANÁS), é você?

      Excluir
    2. No.

      "Quando caminhávamos pelo inferno, chegamos diante de um homem muito grande e muito escuro. Ele estava envolto em trevas e tinha a aparência de um anjo. Ele segurava alguma coisa em sua mão esquerda."

      Excluir
  24. ela se encaixa direitinho no livro de 1 Joao.estava no nosso meio mas nao era dos nossos.é necessario que isso aconteça.agora essa noticia de odio, é invençao, mentira e calunia das "brabas"que os ateus inventam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que acho mais cansativo é que não importa quantas vezes se explique os erros de lógica, as falácias apresentadas, trolls religiosos sempre voltam as mesmas bobagens.

      Apenas deixam passar algum tempo, para não ficar ridículo demais, e voltam com o espantalho, o "verdadeiro escocês", a "ladeira escorregadia" e todas as outras.;-)

      Acho que a atração por falácias lógicas deriva da capacidade destas de darem certo "conforto"psicológico, e diminuírem a dissonância cognitiva (a percepção de que sua crença não se ajusta a realidade).

      E talvez achem que as pessoas "esquecem" todas as bobagens anteriores, e tentem começar tudo de novo. Pensam que se repetirem os erros muitas e muitas vezes, acabem acreditando neles.:-/

      O Izaque é um caso clássico, pulando de post em post escrevendo sempre com os mesmos erros de lógica, pouca compreensão dos assuntos, e uma fé cega orgulhosa.

      É engraçado, mas também um pouco triste, um adulto assim tão iludido.

      Excluir
    2. Chamem William Wallace!

      Excluir
    3. "O que acho mais cansativo é que não importa quantas vezes se explique os erros de lógica, as falácias apresentadas, trolls religiosos sempre voltam as mesmas bobagens."

      Isso mostra que não adianta explicar pra quem não perguntou.

      Excluir
    4. Liberdade, liberdade,liberdade,liberdade,liberdade.

      Excluir
    5. Exatamente. Que depende de "amigos imaginários" não olha as coisas com isenção e costuma reagir agressivamente. "Fé é a suspensão deliberada da investigação".



      Excluir
  25. Que bom que ela saiu desse delírio, bom pra ela. Quanto aos "amorosos" ex-fiéis dela, acho que estão com medo de acaberem "perdendo a fé" também, por isso toda essa violência gratuita.

    ResponderExcluir
  26. Parabens ex-pastora pela sua coragem, quero ver atitudes como essa acomtecer no Brasil, eu tenho fé que vai;)

    ResponderExcluir
  27. Sinceramente ela estava passando por um momento ruim com sua crença, acredito que foi o inimigo.não acredito em uma pessoa atéia q já foi da igreja sair assim sem mais nen meenos da igreja pq diz q não acredita mais em DEus criador de tudo e de todos. isso foi obra do inimigo, uma peça que ele pregou e ela caiu.. e tmb acho q foi a basa familiar dela que não ajudou muito, não precisa ser RELIGIOSO, tem q ter Deus em seu coração, ser cristão! TER JESUS como seu senhor e salvador, e não uma fanatica..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obra do inimigo???!!!Então a crença dela em Deus não foi o bastante para livrar ela das garras do satã kkkkk
      Ou você vai dizer que ela nunca acreditou verdadeiramente no senhor todo poderoso

      Excluir
    2. Não foi de uma hora pra outra. Ela foi criada sob intensa doutrinação mas enxergou as inconsistencias ao longo dos anos, como a maioria dos céticos.

      Excluir
  28. _Deixou a Obra de Deus porque foi fraca; porque não teve coragem de assumir o que estava pregando; porque sentiu-se na "obrigação" de acompanhar a multidão na entrada da porta larga que conduz ao inferno e, são muitas as pessoas que acertam entrar por ela; porque sentiu-se enfraquecida por conta de alguma situação contrária à sua vontade e... correu, como um soldado covarde que foge da guerra...
    _O fato é que derramou suas lágrimas! Não se sabe se foram de arrependimento ou de "crocodilo", por puro exibicionismo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você, vai morrer pra depois ressuscitar ou não vai morrer conforme está escrito em João 11:26"E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?"

      Excluir
    2. ou........ pq enxergou o monte de baboseiras inconsistentes que essa religião prega.
      Força pra vc é ignorar tudo e todos e se agarrar cegamente a uma fé?
      Chama-la de covarde é uma asneira monumental! É preciso MUITA coragem pra se revelar atéia vivendo num meio tão cheio de religiosos, muitos deles extremamente estúpidos , preconceituosos e intolerantes. Imagine no tanto que ela teve que renunciar pra seguir sua consciencia!

      Excluir
  29. _Não sei quanto a você mas, eu creio na Palavra de Deus: prova disso, é que não estou em cima do muro!
    _A única certeza que todos temos, é que vamos morrer um dia!
    _Não quero fazer parte da segunda morte e, estou lutando pra isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, a maioria dos seus neurônios parece ja ter morrido.

      Excluir
    2. _Olhe para si e veja quantas cinzas é capaz de acumular!

      Excluir
    3. Quem crê não morrerá.

      João 11:26"E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?"

      Excluir
  30. Salamandra Ensandecida: "correu, como um soldado covarde que foge da guerra..."

    Nem todo soldado que corre da guerra o faz por covardia, muitos o fazem por princípios, por considerar a guerra injusta, ou desnecessária.

    Seguir ordens de comandantes insanos, por exmeplo, como, digamos, um certo deus da mitologia hebraica, que volta e meia ordenava o massacre de tribos inimigas, ou enviada ursas para despedaçar crianças por tirarem sarro da careca do profeta.

    É mais nobre, mais justo, mais racional, correr desse tipo de violência, e não compactuar com uma entidade imaginária insana e cruel.

    E pensando bem, como está usando o termo "covardia"? Porque acho que não entendemos esse termo de forma igual..:-) Eu não vejo evidências de um ser imaginário, e assumo o risco e a responsabilidade sobre minha vida e minhas escolhas, e meus princípios (humanos e racionais).

    Você, por outro lado, teme um ser imaginário, a ponto de manter obediência total, pusilânime, a regras absurdas e mesquinhas, mesmo que tenha de se arrastar e agir de forma cruel e vingativa, por medo do inferno (e na esperança de prêmios em vida futura).

    Quem exatamente deveria ser chamado de covarde?.:-)

    Cognite Tute

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ainda por cima dando dinheiro pro...... Macedo.

      Excluir
    2. _Você não admite regras! Isso é um problema seu que não me interessa em nada!
      _Não escrevo uma só palavra, no intuito de fazê-los aceitar coisa alguma: arquem cada um, com suas consequências.
      _Da mesma maneira que não aceita minhas falas, também não aceito as suas!
      _Jamais afirmei que acreditam em seres imaginários, como escrevem para mim! O diabo é real e podem segui-lo, lógico... é mais confortável... não precisam andar na contra-mão, basta seguir a maioria.

      Excluir
    3. Salamandra Ensandecida: "_Você não admite regras! Isso é um problema seu que não me interessa em nada!"

      Se não interessasse, não perderia seu tempo (e o nosso, o que é bem pior.:-) escrevendo bobagens sem parar em blogs de que não gosta.:-) Isso não parece algo de quem "não se interessa em nada".:-)

      E de onde tirou que não admitimos regras?!? Não admitimos regras vindas de seres imaginários, o que é bem diferente. Temos regras, derivadas da razão e das necessidades humanas, temos regras de origem biológica evolutiva, temos regras por escolha e por contrato, um monte de regras.

      Uma delas é, inclusive, separar estado de igreja, devido aos danos que causam, as igrejas, quando tomam o poder.

      Regras insanas, não - regras justas, sim. Regras justas são fundamentais para nossa atual sociedade civilizada (pense na Idade das Trevas, e como as "regras" da religião causavam dor e injustiças).

      Salamandra Doida: "_Não escrevo uma só palavra, no intuito de fazê-los aceitar coisa alguma: arquem cada um, com suas consequências."

      Mentira.:-) De novo, não perderia seu tempo (e o nosso) com tanta bobagem se não quisesse "converter" e convencer que lê tudo isso.:-)

      E você também deve arcar com as consequências de suas ações, quem fala o que quer, ouve o que não quer.

      Até entendo a atração que as ameaças divinas tem em crentes como você, mas precisa entender que, para nós, são apenas piadas de mau gosto e demonstração de crueldade e intolerância de sua parte.:-)

      Salamandra Atacada: "_Da mesma maneira que não aceita minhas falas, também não aceito as suas!"

      Irrelevante!.:-) Não aceita, mas usa computadores, vive um uma sociedade tolerante e livre, tem expectativa de vida de mais de 80 anos, e tudo que a ciência, e a civilização moderna, permite.

      Eu queria ver é ter coerência de verdade, e ir viver em uma teocracia, para entender a diferença.:-)

      Salamandra Crente: "_Jamais afirmei que acreditam em seres imaginários, como escrevem para mim!"

      Claro que não, acho que até você perceberia a tolice dessa afirmação.:-) Não acreditamos em seres que não tem evidência de existir, seja Papai Noel, seja Papai do Céu.:-)

      Salamandra Irracional: "O diabo é real e podem segui-lo, lógico... é mais confortável... não precisam andar na contra-mão, basta seguir a maioria."

      Sei, sei, o diabo, duendes e fadas e o Unicórnio Mágico Invisível e Cor de Rosa.:-)

      Em todo caso, se acredita que o diabo existe, então não acredita em apenas um deus, mas pelo menos dois. Sim, porque embora o diabo seja um deus "do mal", seus poderes ainda o classificam como divindade (por isso a igreja católica é reticente com relação a existência do diabo, um problema lógico em relação a coerência de sua doutrina teológica.:-).

      Eu me sinto conversando com uma criança de 5 anos, que tem medo do bicho Papão, sério..:-/

      Faça um esforço para entender, Salamandra, para seguidores de outras religiões, é VOCÊ que segue o deus errado, até mesmo o diabo (segundo os mórmons, por exemplo), é você que está "indo com a maioria", e até você é capaz de entender, que se nascesse na India, estaria seguindo outro deus, talvez um com cabeça de elefante.:-)

      Antes que ria do deus-com-cabeça-de-elefante, entenda que seu amigo imaginário é tão sem sentido quanto ele.:-)

      Cognite Tute

      Excluir
    4. _Tudo isso me parece puro exibicionismo: era de se esperar!
      _Você está escrevendo e gastando toda a sua "grande inteligência", todo o seu idioma...,"apuradíssimo", porque quer; a menos que seja mais desinteligente e débil do que eu supunha!
      _Continue a escrever suas sandices, não me importo, se isso te faz sentir um pouco menos infeliz..., vá em frente!
      _Ouça, "superinteligente": não estou perdendo meu tempo, não se dê tanto valor!

      Excluir
    5. Anfibio caudado (vulgo Salamandra de Fogo.:-): "_Tudo isso me parece puro exibicionismo: era de se esperar!
      _Você está escrevendo e gastando toda a sua "grande inteligência", todo o bla, bla, bla, bla, mimimi, mimimi, mimimi..."


      Bem, depois de uma argumentação tão brilhante e bem defendida, e um arrazoado tão equilibrado e educado, só posso dizer que:

      Assim é, se lhe parece..:-)

      Fala sério, parece que tem 5 anos de idade.:-)

      Cognite Tute

      Excluir
    6. _Existe um universo fetal bem presente por aqui!
      _Aplausos! Você concluiu "maravilhosamente", toda a sequência de sandices, que lhe pareceram pertinentes!
      _Escreva mais! É patético o desequilíbrio e a falta de compostura, pautadas no excesso de arrogância de algumas pessoas! Sinta-se bem: você faz parte de uma linguagem que causa repulsa e gera afastamento.

      Excluir
    7. WTF?!?!?!..:-)

      Acho que a Salamandra de Fogo surtou, ou está de fogo mesmo.:-)

      Menos, Salamandra, menos.:-)

      Cognite Tute

      Excluir
  31. Eu tinha 18 anos quando comecei a sentir espontaneamente atração por rapazes (até então eu tive só por meninas da minha idade, e namorei uma garota firme desde os 14), mas não tive coragem, era um tormento. Tinha medo de revelar e receber um fora, ou uma ofensa, um vexame, passar vergonha. Não sabia como começar, quem deve dar o sinal, de quem devia partir a iniciariva, essas coisas...Eu percebia que alguns amigos meus, mesmo disfarçando muito bem, sentiam essa mesma atração também; e até sacava que alguns já tinham alguma história com certo amigo ou “primo” mais chegado...Mas tudo naquela, é meu chapa, é meu brother, dormir na casa um do outro, e até saírem juntos pra “pegar mulher”(quando terminam de pegar mulher vão passar o resto da noite dormindo em algum apartamento ou casa de um deles, ou motel); sempre ficando e negando, eu não queria isso pra mim, mas também não tinha coragem de dizer pra ninguém...Esses meus amigos, mais heteros que homos em sua bissexualidade, não sentiam falta nenhuma dessa coisa da palavra, do dizer pra alguém, cheguei a me abrir com um deles e ele falou pra mim: “cara, obrigado pela confiança, mas segura a onda. Nada de romance, nada de sentimento, isso a gente tem com as mulheres e é um saco, te garanto. Mulher e viado é que gosta dessas coisas(da palavra, do dizer). Entre nós é tudo silêncio e segredo. Mas eu tinha essa necessidade de falar. Eu penso que sou mais homo em minha bissexualidade, porque desde então minha preferência por rapazes aumentou e só ficava com mulheres pra “não voltar pra casa sem ninguém” como se diz. Tinha orgasmo com as mulheres, mas o prazer que eu buscava(acho que talvez o amor) era com os homens. Foi quando conheci o Ruy, um professor de academia, ele ensinava jiu-jitsu, tinha que ser muito discreto e também viver no anonimato, por causa da profissão. Ele também era de uma Igreja Evangélica muito conhecida, a Videira. Fiquei muito feliz, enfim tinha conseguido uma pessoa que dizia que me amava e era como eu. Quanto fizemos sexo, foi maravilhoso, entrega total. Entretanto, por conta de um “desabafo” num dos encontros da Igreja, em que os homens são “encorajados” a falar de suas experiências homossexuais, adultérios, etc.(o narrador vai descrevendo previamente tudo que é possível um homem fazer e sentir-se culpado, a coisa é dirigida). E aí ele chegou pra mim com toda frieza e disse: “Aquilo que rolou entre a gente não deve se repetir”. Eu fiquei arrasado.Perguntava 'por que'? e o que tinha feito, mas ele só dizia,"é o que deve ser feito, não agrada a Deus, e eu vou ser discriminado na Igreja, na comunidade. Se "vazar" posso acabar perdendo até meu trabalho, o emprego. Naquele momento em diante foi como o teto de todas as igrejas do mundo desabasse sobre mim. E pior, esse mesmo cara que incentivou a tal “confissão”, foi expulso depois,da gaiola de loucas(nos dois sentidos), porque não conseguia controlar sua compulsão por assédio aos rapazes e meninos da Igreja, portanto, um pedófilo. Odeio Igrejas por isso.
    Todas são iguais, não têm compaixão com o semelhante, a VERDADE é a SUA própria verdade. Não ficam contentes com o triunfo da verdade e da justiça - venha de onde vier -, mas com o da própria ilusão do que pra eles é verdade e justiça. É como o comentário do "cristão" lá em cima. Não ficou alegre com a verdade do testemunho da atéia. Porque não se alegra com a verdade! Ficou alegre com o seu rebanho ter perdido uma "hipócrita"(?)...Não devia ficar triste porque o Senhor e Pastor dele perdeu mais uma ovelha? Comove essa "piedade" cristã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corte aquilo que te envergonha e abstenha-se do prazer sexual e viva sem sexo. É melhor entrar na vida sem sexo que viver no inferno da luxúria. Leia a Bíblia e descubra a Verdade. Rm 1, 21-27

      Excluir
  32. Quanta gente louca!!Cuidar de crianças abandonada, matar a fome de quem tem fome ninguem quer,né?? Religião é doação.

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Eu sou evangélico, amo a Deus e sei que Ele tem tido muita paciência comigo por conta dos meus erros, assim eu sei que ele me ama muito mais do que eu poderia algum dia ama-lo.

    Porém, eu quero expressar algo que eu posso falar porque eu faço parte do cristianismo desde a infância. Existe uma tendencia ao fanatismo entre a maioria (não todos) dos cristãos e esse fanatismo exclui e acusa aqueles que não compartilham da mesma fé, e até mesmo aqueles que não tem o mesmo 'nível' de santidade que os outros. Talvez essa postura de exclusão e olhar de acusação seja o maior motivo do crescimento dos ateus no mundo.

    O mais triste é que são pessoas que um dia conheceram a Deus, porém deixaram de olhar para o amor e tolerância Dele para olhar para os cristãos que se acham tão santos que esquecem que o maior requerimento para a santidade é o amor ao próximo, como Jesus ensinou. Quando se é imitador de Cristo a nossa tendencia é acolher e não afastar aqueles que pensam diferente.

    Com a medida que medirmos seremos medido. Todos os dias acordamos e deitamos por causa da misericórdia de Deus e não por causa da nossa bondade. A bíblia diz que ninguém é bom. Não é a nossa conduta que salva, mas a misericórdia Dele nos salva. O mínimo que Ele exige de nós é que tenhamos misericórdia do nosso próximo da mesma forma. E um dia prestaremos conta disso diante dele. Já pensou um filho de Deus desse dizer que um ateu merece ir pro inferno ao invés de orar por essa pessoa? Se isso é o amor e misericórdia de Deus revelado através dos cristãos, então ser ateu seja algo mais amoroso. E é essa visão que nós (muitas vezes falsos cristãos) passamos para as pessoas que se afastam do cristianismo com a conclusão de que Deus não existe.

    Nós, como cristãos, esquecemos quem somos de verdade. Nossa missão nunca foi dizer quem tem pecado ou vai pro inferno. A bíblia diz que esse direito foi dado apenas a Jesus e nem mesmo Ele usou esse direito, como nós ousamos julgar e desprezar os outros? Eu peço misericórdia a Deus não pelos ateus, mas por nós, cristãos de todo o mundo, pois somos os grandes culpados por essas pessoas, que um dia participaram da mesma fé, estarem espiritualmente mortas. Coisa triste é admitir que o cristianismo dos últimos séculos se tornou um cristianismo mais assassino de almas do que um cristianismo restaurador. E Deus não tem nada a ver com isso. Eu sei que Ele também está triste. Quando a gente admitir essa verdade, talvez nós consigamos mostrar o verdadeiro amor de Deus, sem acusações e nem olhares atravessados. O interessante é que esse amor é tão raro hoje em dia, apesar de sermos quase 30% da população só no Brasil e mais de 1 bilhão no mundo todo. Isso não é estranho?

    Estamos caminhando por um caminho 'evangélico' muito perigoso em que talvez já seja mais fácil entrar um ateu nos céus do que nós com toda nossa 'santidade' prejulgadora. Esse mesmo fato aconteceu na época em que Jesus viveu na terra e os farizeus eram os maiores religiosos da época mas isso não impediu Jesus de lhes dar uma sentença: que as meretrizes, pecadores entrariam na frente deles nos céus (algumas traduções sugerem que os pecadores entrariam no lugar deles). Está na hora de parar com essa 'hipocrisia gospel' e sermos cristãos de verdade. E devemos lembrar que ser crente em Jesus não é ir à igreja todo domingo e seguir uma lista de regras e, de quebra, desferir maldições infernais sobre os não cristãos. Ser crente de verdade significa seguir uma das coisas mais lindas que Jesus falou: "Pelo Amor vós sereis conhecidos como meus discípulos."

    Elizeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. _Isso parece um incentivo ao ateísmo! É claro que existem cristãos e cristãos porém, não vejo razão para esta solidificação das atitudes de não-cristãos, colocando-as adiante das práticas do verdadeiro cristão! É óbvio que, de nada vale andar por aí com a Bíblia debaixo do braço e ser um péssimo exemplo de: egoísmo, avareza, sarcasmo, escárnio, falsidade...
      _O que devemos fazer, é procurar unir o maior número de qualidades e pautar nossas vidas a partir disso!

      Excluir
  35. Parabéns Teresa pela sua atitude religião não define caráter de ninguém aja visto os comentários que vemos aqui. de uma maioria cristã que diz ter um suposto deus no coração mas vive desejando o mau para as pessoas .

    vc acaba de sair do abismo chamado fé .lute com as suas próprias forças e vença por seus méritos ......

    ResponderExcluir
  36. Aos cristãos e não cristãos presentes em todo o debate acima : amem-se uns aos outros. Se os cristão creem em Deus preguem o amor que é o dom supremo e não fiquem discutindo!!! Aos não cristão respeitem para serem respeitados e sigam suas crenças e busquem a felicidade segundo a sua consciência determina. Muita felicidade a todos!!!

    ResponderExcluir
  37. essa salamandra é piada...primeiro que nao é pra estar comentando num blog de ateus....segundo que nao deve julgar o proximo e ame até o seu inimigo.....acho q um pouquinho de leitura da Biblia nao faz mal a voce.....vc é intolerante fanática e cega......acho que um crente como aqui de cima citou deu logo um cale a boca pra ficar na sua e rever seus conceitos.....vc vai mais pro "inferno" do que a gente agindo assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. _É lamentável que pense desta maneira torpe! Não me diga o que fazer! Não vou parar de escrever coisa alguma! Se não quer ler minhas postagens, ignore; você as lê porque quer! Esse tipo de comentário, não me intimida,ao contrário! Você não vai me dizer, qual o blog que devo escrever: é típico de pessoas que acham que estão arrebentando mas, que estão sendo arrebentadas! As pessoas assumem publicamente, o tipo de vida que levam e estão sempre dispostas a rebater qualquer coisa que se contraponha às suas ideias: muito bem, eu assumo minha fé em Jesus, gostem ou não, não me importo com isso!
      _Lembre-se: o pior cego, é aquele que não quer ver! Se este é seu caso..., vá em frente!
      _Não pare de escrever, pois: a boca fala, do que está cheio o coração! Se é que consegue entender!

      Excluir
  38. NÃO TEM VÍDEO DELA TRADUZIDO?

    ResponderExcluir
  39. Salamandra de Fogo: "_Lembre-se: o pior cego, é aquele que não quer ver! Se este é seu caso..., vá em frente!
    _Não pare de escrever, pois: a boca fala, do que está cheio o coração! Se é que consegue entender!"


    Isso é que é auto-crítica.:-) A Salamandra se definiu com perfeição.:-)

    Cognite Tute

    ResponderExcluir
  40. Salamandra de Fogo: Tô di mau cum ocê viu ÔOOOOO! Buaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

    ResponderExcluir
  41. Acho bacana essas discussões sobre religião, sinceramente nao acredito em nada e nem duvido de nada, respeito as religiões dos outros e procuro sempre fazer o bem, independente se vou ou não para o inferno, mas tentem imaginar o paraiso que tanto buscam, não teremos sexo, nao teremos amor da forma que mais nos satisfazemos, não precisaremos trabalhar, nem ter bebidas alcolicas ou qualquer bebida, sem internet ou imprensa, os maiores prazeres da vida, lá não irá existir, afinal vc está no paraíso, que merda tem para fazer lá? Seria como ficar num culto religioso a eternidade? Dispenso esse paraíso....

    ResponderExcluir
  42. Como alguém poderia ser dizer imparcial sem ser contra?
    Essa figura que sucedeu Pilatos é comum. A gente encontra em qualquer lugar. Sem conhecimento traz sombra sobre o conselho.
    É impossível que alguém se torne ateu, porque ela já o era. Todos nascemos pagãos, ateus, gentis, crioulos, galegos. Ser cristão é experimentar uma nova vida com Cristo. É reconhecer que a Verdade liberta as pessoas da escravidão espiritual, do mundo de ilusão barata que é vendido nos canais de tv, na mídia, nos "reality shows" que bestializam a nação. Ah se vocês lessem a Verdade e conhecessem a Verdade! Jo: 8,32.

    ResponderExcluir
  43. Ex evangélico pentecostal assembleiano diz: Veja o a mensagem que e a pastora disse: ''Mas ela tinha de parar com aquilo por uma questão de consciência e de lealdade para com os féis.''

    Se todos pastores a voz da sua consciência, não enganaria seus fiéis, com dogmas de curas, libertação, superstição, profetização e revelação. Eu como ex evangélico, orava e orava, mas nunca vi fenômeno extraordinário na minha vida, pelo contrário, as orações fez fica problemático emocionalmente, com esta ideia maluca de falar com seres do além. A oração é prática de pessoas dissimuladas e fingidas, pois nunca vão falar com seres superiores.

    ResponderExcluir

Postar um comentário