Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Deputado propõe liberação de R$ 250 mil para sua igreja

deputado distrital Benedito Domingos
Pastor Domingos já responde a
 processo por formação de quadrilha
com atualização

O deputado distrital Benedito Domingos (foto), do PP, elaborou uma emenda liberando R$ 250 mil a título de “apoio à atividade cultural da Comadt”. O Jornal de Brasília procurou saber o que quer dizer essa sigla e descobriu que se trata da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, da qual faz parte a Assembleia de Deus Ministério de Madureira. Domingos é pastor-presidente de um templo dessa denominação em Taguatinga Norte, no Distrito Federal.

O deputado negou que tivesse apresentado a emenda e afirmou ser vítima de uma campanha de difamação, mas o jornal teve acesso a um documento que prova a ilegalidade. Domingos não poderia ser o autor de uma emenda cujo beneficiado é ele próprio, mesmo que indiretamente.

Caso seja liberado pelo governo, o dinheiro não será aplicado em “atividades culturais”, mas na construção em Taguatinga de um novo templo cujo valor total está estimado em R$ 3 milhões. Só este ano, as emendas do deputado-pastor têm direito de alocarem o montante de R$ 12 milhões.

O Ministério Público do Distrito Federal já está acusando Domingos de outras irregularidades: formação de quadrilha, fraude em licitação e corrupção passiva. De acordo com inquérito policial, entre 2007 e 2010 ele favoreceu empresas de sua família com verbas da comemoração do Carnaval e do Natal.

Cassado - atualização em 22 de maio de 2012

Na noite de ontem (21), o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) cassou por 4 votos a 2 o mandato de Domingos pela irregularidade que não apresentar documentos que comprovassem a arrecadação de recursos de sua campanha política. Ele foi eleito em 2010 com 9.479 votos. Seu advogado vai recorrer ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para tentar recuperar o mandato.





Fontes: Jornal de Brasília e da Transparência Brasil.

Maioria dos deputados evangélicos responde a processos judiciais
abril de 2012
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...