Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Decisão histórica da Noruega separa Estado da Igreja

Catedral de Nidaros, em Trondheim
A Igreja da Noruega foi fundada após a reforma protestante.
Na foto, a Catedral de Nidaros, em Trondheim
O parlamento norueguês aprovou emenda constitucional que estabelece o Estado Laico, desatrelando a Igreja da Noruega do governo (e de seu orçamento). Trata-se de uma “decisão histórica”, disse Svein Harberg, porta-voz do ministério que cuida de assuntos relacionados à educação e igreja. A medida vinha sendo reivindicada desde os anos de 1970 por grupos seculares.

A Igreja da Noruega foi fundada após a reforma luterana, em 1536. Seu nome oficial é Igreja Luterana do Estado.

A partir de agora, o governo deixará de ter participação na nomeação de bispos e a Igreja não mais receberá subsídios oficiais.

A Noruega é uma monarquia hereditária cujo regime de governo é a democracia parlamentar. O rei Harald V é o chefe de Estado. O país tem 4,7 milhões de habitantes e, de acordo com dados de 2001, possui o mais elevado índice de desenvolvimento humano do mundo.

Embora um estudo de 2001 tenha revelado que 72% dos noruegueses não acreditam em um Deus pessoal, outros dados, de 2009 e 2010, revelam que a maioria (79%) da população é batizada por tradição, mas apenas 20% consideram a religião importante e 2% frequentam a igreja.

Helga Haugland Byfugliens, presidente do Colégio Episcopal, disse que a Igreja continuará a mesma porque ela “é o povo”.

Devotos estão criticando a decisão do parlamento por tirar Cristo da Constituição e parte dos noruegueses duvida que, na prática, haja uma separação entre Estado e Igreja.





Fontes: Digital Journal, entre outras.

Atirador diz ser de uma nova ordem de Cavaleiros de Cristo
julho de 2011

Religião no Estado laico.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...