Artista usa crucifixo de palitos em picolé de 'sangue' de Cristo

picolé cristão
Picolé foi feito com 
vinho da eucaristia 
Na exposição em Nova Iorque da Galeria R'Pure sobre reinterpretação de objetos e símbolos da vida americana, a obra, por assim dizer, de Sebastian Errazuriz, um dos dez artistas convidados, é a mais polêmica.

Quando a mostra for inaugurada amanhã (19), Errazuriz entregará aos primeiros cem visitantes um picolé cristão em palito em forma de crucifixo onde há uma imagem do filho de Deus.

O artista disse que, para fazer o picolé, ele levou vinho para uma igreja de modo que o padre, inadvertidamente, o abençoasse durante a eucaristia, transformando-o em sangue de Cristo. O picolé, portanto, é genuinamente cristão, garantiu.

O objetivo do picolé santo — disse — não é ofender ninguém, mas fazer com que as pessoas reflitam sobre as implicações das religiões, principalmente em temas relacionados ao fanatismo e a violência.
Assim, afirmou, ele ficará feliz se conseguir fazer as pessoas questionar a realidade que herdaram das gerações anteriores. “Isso pode ser incrivelmente libertador.”

O próprio Errazuriz já deve ter passado por esse questionamento. Nascido no Chile, ele foi criado em família católica e tem parentes e amigos que são muitos religiosos. Hoje ele considera um “ateu praticante”, mas respeita as crenças e só se sente atormentado quando alguém tenta lhe impor seus dogmas.

Ele se irrita principalmente com os pastores que defendem a ideologia bíblica como o ideal para toda a sociedade, passando dessa forma por cima das liberdades individuais.

Até ontem, não tinha surgido nenhum líder religioso para acusar Errazuriz de cometer blasfêmia. A expectativa do artista é de que o picolé cristão faça com que as pessoas não levem muito a sério sua religião, seja ela qual for. E essa é, segundo ele, uma fora de se evitar o extremismo.

picolé cristão
Cristo se revela por inteiro ao final do picolé




Fonte:: CNN.

Anatomista alemão usa cadáver para criar crucifixo
março de 2012

Arte e religião

Comentários

  1. Quem sabe um pastor brasileiro gosta da ideia e vende com o martelinho de ouro e a toalhinha dos milagres!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não. Talvez uma entidade católica.

      Em Salvador, os crentes desempregados que jesus não conseguiu ajudar tiveram que se virar e passaram a vender acarajé como "bolinho de jesus". O "jesus no palito" pode ser uma boa idéia pra católicos desempregados conseguirem uma fonte de renda.

      Excluir
  2. simplismente foda! a merda deve ser depois aguentar os crentelhos enchendo o saco porque ele "precisa repeitar as religiões" --'

    ResponderExcluir
  3. eu querooo!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, isso podia ser feito aqui no Brasil tbm, me da raiva ver pessoas defendendo "ideias", e tentando propagá-las... sendo que elas nem chegaram a se questionar sobre elas!

    ResponderExcluir
  4. Acho que este modelo de palito será uma revolução no mercado de sorvetes. É um saco quando vc morde mais de um lado do picolé e o outro lado despenca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkk verdade!! seria uma ótima ideia!!!!

      Excluir
  5. pura falta do que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ELE CHEGOU E PESSOAS POR TODO MUNDO ESTÃO VENDO
      http://www.youtube.com/watch?v=pXz2WSIn-xM

      Excluir
  6. Os artistas são esquisitos. Sempre com ideias estranhas.

    ResponderExcluir
  7. Os crentes vivem se sentindo ofendidos por qualquer coisa

    ResponderExcluir
  8. Os artistas são esquisitos. Sempre com ideias estranhas. (2)

    ResponderExcluir
  9. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  10. Os próximos produtos serão: Modess (Aderente) e o Supositório Chéxus (Para aqueles que querem deus dentro de si)

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
  11. É que, tipo, já não basta eles comerem o corpo e beberem o sangue dele, agora querem chupar o picolé dele? Pô, aí já é demais!

    ResponderExcluir
  12. _Mais um subterfúgio para parecer que tudo é natural, normal e que não existe a mínima intenção de agredir ninguém!
    _É impressionante, a falsidade e a sujeira que se escondem nas entrelinhas de cada um de seus absurdos!
    _Uma pessoa com mais de dois neurônios, é capaz de perceber a maldade por detrás desse cenário. Não vejo porque: enganar, mentir... para conseguir realizar seu diabólico projeto(leia-se o texto).
    _Não precisa ser de Deus para analisar os passos que este "cidadão" seguiu: é nojento, é asqueroso, imundo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, mais do mesmo, na hora de aparecer, pegue um assunto polemico e crie um barraco, pronto, voce está na midia; artistas são tão mainstream... Não crê? Respeite. Crê? Oriente, e tente ganhar, mas não imponha ou obrigue. O uqe tem de dificil em entender isso? Duvido que alguem gostaria de ver a foto da propria mãe profanada, mas é facil para se atirar pedras, a fazer guerras santas ou guerras atéias, em nome do "A minha verdade ganha". Não tem essa de abençoado inadvertidamente, está mais para falácia pra propaganda, e em caso de ser verdade, temos dois pra churrasco no capricho! Respeitem a Jesus, não o querem seguir, otimo, é com voces, porem outros o seguem, e isso não significa que eles devem ser discriminados ou sua crença escarnecida. Há sim o sagrado, nem tudo pode ser vulgarizado, o problema é que a cegante deturpação de valores em nome do dito prazer imediato acaba falando mais alto.

      Excluir
  13. Adoro arte iconoclasta! Esse picolé me lembra isso:
    http://images.uncyc.org/pt/c/c3/Brincadeira.jpg

    ResponderExcluir
  14. Será que já contaram para o
    "artista" que o vizinho dele
    é seguidor radical do Corão e
    onde Cristo é mencionado e reverenciado
    como Profeta ?

    ResponderExcluir
  15. Eu quero ver esse "artista ateu praticante respeitador da fé alheia" criar um picolé com a alcunha de Maomé. É demais prá ele...



    Kadosh

    ResponderExcluir

Postar um comentário