Polícia do Paraná prende jovens que picharam igreja com 'Deus é gay'

Do lado das frases há um símbolo do anarquismo
A Polícia Militar de Santa Helena, cidade de 20 mil habitantes do Paraná, prendeu no sábado (21) três jovens que picharam a parede de matriz católica com frases como “Deus é Gay”, “Pequenas Igrejas, Grandes Negócios” e “Fuck the religion”. Eles desenharam um símbolo do anarquismo ao lado das inscrições. 

Os jovens são Luis Antonio Alves de Souza, 19, André Rodrigues da Silva, 20, e Márcio Jorge de Oliveira, 19.  A PM informou que eles foram denunciados pelo 190. Souza teria sido o primeiro a confessar a pichação.

O sargento Edson Bottini afirmou que a população ficou revoltada porque houve uma ofensa a todas as religiões. “Na opinião deles, as religiões são uma farsa”, disse Bottini.

A paróquia Santo Antônio emitiu nota dizendo que o ato de vandalismo ofendeu também a Deus. Citou o verbete "blasfêmia" do dicionario: "ultraje a algo considerado sagrado, a uma divindade ou religião".
 
Os jovens foram dispensados pela polícia, mas terão de comparecer a uma audiência judicial no dia 12 de junho.

Com informação das agências.

Entidade promove dia da blasfêmia em defesa da livre expressão.
setembro de 2011

Intolerância religiosa no Brasil.