Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Arcebispo afirma que ‘discurso sem Deus’ é 'estrada sem saída'

Dom Azevedo disse que não se
 pode descartar a transcendência
Dom Walmor Oliveira de Azevedo (foto), arcebispo metropolitano de Belo Horizonte (MG), está preocupado com a secularização da sociedade brasileira porque, advertiu, o “discurso sem Deus, contra a religião, contra o cristianismo” é uma “estrada sem saída”.

Ele afirmou que o Estado laico não pode desprezar os valores do cristianismo. “[Porque] há uma perda da capacidade de escuta e compreensão do Evangelho de Jesus Cristo como mensagem revigorante e transformadora”, afirmou no artigo "Entre laicidade e fé" publicado no site Rádio Vaticano.

Para ele, excluir a transcendência do entendimento sobre o mundo e a humanidade é um "grave problema". Por isso, no seu entendimento, o Estado brasileiro precisa contar com “a inteligência própria da fé”, porque “a dinâmica que se professa no cristianismo é determinante no sucesso da compreensão da vida, da dignidade humana e das metas para uma sociedade que deve ser justa e fraterna”.

Essa é a razão pela qual, segundo dom Azevedo, a laicidade do Estado brasileiro tem de dar um "lugar adequado à religião, não podendo dispensar a dinâmica da fé cristã.”



Bispo acusa ateísmo de querer criar uma ‘maldita e ridícula religião’
agosto de 2011

Religião no Estado laico.     Secularismo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...