Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 19 de março de 2012

TV Record acusa Valdemiro de comprar fazendas com dízimo

Emissora de Edir disse que Valdemiro tem no pantanal
"terras a perder de vista", equivalentes a 13.400 Maracanãs 

A TV Record, do bispo Edir Macedo, chefe da Universal, acusou Valdemiro Santiago de Oliveira, 48, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, de ter desviado dinheiro do dízimo para comprar fazendas de criação de gado em Mato Grosso, no pantanal.

O programa Domingo Espetacular de ontem (18) dedicou 26 minutos aos negócios pecuários de Valdemiro, em uma reportagem com informações levantadas durante mais de quatro meses, seguindo “a trilha do dinheiro”.

De acordo com a Record, a Mundial comprou duas fazendas no valor total de R$ 50 milhões, incluindo 5.000 mil cabeças de gado e benfeitorias. Ambas têm 26.134 hectares -- o que equivale à área duas vezes maior do que a de Jerusalém, cidade sagrada dos cristãos, conforme ressaltou o repórter Marcelo Rezende.

Uma das fazendas, a Santo Antônio de Itiquira, de 11.504 hectares, em São Antônio de Leverger, foi comprada pela Mundial no ano passado por R$ 29,096 milhões com dinheiro vivo.

A igreja repassou a fazenda para a W.S. Music Ltda., uma modesta empresa de produção e venda de livros cujos proprietários são Valdomiro, a bispa Francileia Castro Gomes de Oliveira, 47, sua mulher, e bispo Josilval Batista de Souza. O capital da empresa é de apenas R$ 50 mil.

Nicanor Paula Gonçalves de Oliveira, irmão de Vademiro, é quem toma conta de Itiquira. Na documentação, ele aparece como procurador da Igreja Mundial e da Music.

Por outra fazenda, a  Formosa, formada por três propriedades na mesma região da Itiquira, a  Mundial pagou R$ 20 milhões. O negócio também foi feito com dinheiro vivo. A igreja arrendou a fazenda para Valdemiro. Contudo, em uma edição do Diário Oficial de novembro de 2011, Valdemiro consta como proprietário da Formosa em um pedido de licença ambiental.

A Record disse que a Mundial, embora esteja gastando dinheiro dos fiéis na compra de fazendas, enriquecendo Valdemiro, está deixando de pagar aluguel de templos. A emissora ouviu um tributarista que, após analisar os contratos de compra e venda, disse que há indícios de fraudes.

Ao final da reportagem, Rezende avisou que haverá novas revelações contra a Mundial.

A acusação da emissora faz parte de uma sequência de ataques de Edir Macedo a Valdemiro, em uma disputa pelo mercado de fiéis. Nos últimos dois anos, a Mundial tem atraído devotos e pastores da Universal.

O próprio Macedo, quando comprou a Record de Silvio Santos e Paulo Machado de Carvalho, foi acusado pelo Ministério Público Federal de ter feito o negócio com dinheiro do dízimo, cerca de R$ 45 milhões. Em sentença proferida em janeiro de 2011, o TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, em São Paulo, concluiu haver “apenas indícios tênues” de irregularidade na aquisição.

Atualmente, a Universal injeta milhões na Record com a compra por preço superestimado do horário da madruga para o programa “Fala que eu te escuto”. Só em 2010, a soma chegou a R$ 480 milhões.

"Terras a perder de vista" 


Com informação do vídeo de reportagem da TV Record.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...