‘Psicóloga cristã’ manda recados aos ateus pelo Twitter

Profissional continua fazendo pregação
Marisa Lobo, a “psicóloga cristã”, tem mandado recados aos ateus pelo Twitter, onde possui mais de 8.000 seguidores.

Na hashtag #ateismo, tem dito coisas como “Os regimes que aboliram a religião viveram da angústia e acabaram por descer a níveis impensáveis de desumanidade”, “São pessoas [ateus] demasiadas cheias de si próprias, ou aqueles que não aceitam a objeção por pura e patética soberba” e “Essa crença da modernidade de que a razão humana é capaz de desvendar tudo, até o desvendável, é uma fantasia, delírio e ideologia”.

Escreveu que a cobertura deste blog sobre o assunto demonstra que ela é "importante mesmo".

No mês passado, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná determinou a Lobo que apagasse de seus blogs e contas de redes sociais a associação da psicologia com religião, em cumprimento ao código de ética da profissão. A psicóloga disse que não obedecerá ao CRP.

Lobo, que cuida de dependentes químicos, nega que imponha a seus pacientes a sua crença religiosa. Trata-se, segunda ela, de uma acusação inventada por ateus, além de ativistas gays e do movimento pró-legalização da maconha.

No Twitter, ateus têm respondido às provocações da psicóloga, alguns com adjetivos como “retardada”. Vanessa Prates, por exemplo, escreveu: “Mas de onde você tirou a ideia idiota de que ateus perseguem cristãos? Já o contrário...”

Marisa Lobo se acha 'importante'




Com informação do Twitter.

‘Psicóloga cristã’ afirma amar gay, mas prefere ‘filho machinho’
fevereiro de 2012

 Marisa Lobo.   Ateísmo   Ciência versus religião

Semelhantes