Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Antepassados de Dawkins fizeram fortuna com escravidão

Dawkins e seu antepassado Henry,
dono de mais de mil escravos
O jornal britânico The Guardian publicou que os antepassados paternos do cientista e militante ateu Richard Dawkins (foto) fizeram fortuna explorando a escravidão na Jamaica, em uma fazenda de plantação de cana de açúcar.

Informou que Henry Dawkins (foto), antecedente direito do cientista, deixou como herança 1.013 escravos, entre outras propriedades. Ele morreu em 1744.

Richard ficou irritado porque, para ele, o resgate desta história é uma “uma tática de difamação”. Falou que não pode ser responsabilizado por nada de seus antepassados e que tem apenas 1 a cada 512 genes de Henry. O cientista é autor do livro “O Gene Egoísta”.

Richard deu a entender que a campanha de difamação contra ele na Grã-Bretanha tem sido orquestrada por religiosos incomodados com sua defesa pelo afastamento das crenças do espaço público. Citou um dos “trechos mais desagradáveis da Bíblia” segundo o qual os pecados do pai recaem sobre os filhos até a terceira ou quarta geração.

Segundo o jornal, a família Dawkins tem uma fazenda de 400 acres que em parte teria sido adquirida pela fortuna da exploração de escravos.

Na fazenda mora Sarah Kettlewwll, irmã do cientista. Ele disse que se trata de uma propriedade pequena que se mantém com a plantação de amendoim. “A fortuna da família se dissipou no século 19.”

O jornal informou que pelo menos dois dos antepassados do cientista fizeram oposição ao fim da escravatura no Império Britânico proposto em 1796 pelo parlamentar cristão William Wilberforce.

Dawkins argumentou que Wilberforce pode ter sido uma boa pessoa, mas o fato é que “a escravidão é sancionada em toda a Bíblia”. “E eu sou visceralmente contra a escravidão.”

Nos últimos dias, é a segunda vez que Dawkins aparece na imprensa britânica de maneira negativa. A primeira se referiu ao lapso que ele teve em um debate com o reverendo Giles Frase ao tentar dizer o título completo do mais famoso livro do evolucionista Charles Darwin, “A Origem das Espécies” (em inglês, On the Origin of Species by Means of Natural Selection, or The Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life).

Depois, pela imprensa, Dawkins disse não ter ficado constrangimento pelo esquecimento porque para ele nenhum livro é sagrado.





Com informação do The Guardian, entre outras fontes.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...