quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Igreja diz que Santa Vó impede que haja terremoto no Brasil

Fiéis creem que Rosa ia  ao céu 
para conversar com Jesus 
O fato de o Brasil não estar assentado nas bordas de placas tectônicas é irrelevante porque a verdadeira explicação da inexistência aqui de terremoto de elevada magnitude é a proteção da Santa Vó Rosa (foto). Pelo menos é o que diz a Igreja Apostólica, da qual Rosa Alves foi uma das fundadoras.

De acordo com o site da igreja, a santa é poderosa, porque, além dos desastres naturais, ela tem livrado o Brasil de “doenças terríveis”, da falta de alimentos e do desemprego.

Sem que as pessoas saibam, diz a igreja, a Vó tem salvado muita gente de “afogamentos e raios”.

A Vó Rosa só não consegue proteger o seu sobrinho, Aldo Bertoni, 85, que a sucedeu na presidência da igreja. O Ministério Público do Estado de São Paulo está investigando denuncias segundo as quais dezenas de fiéis foram abusadas sexualmente pelo autoproclamado “primaz” da Apostólica. Em um refrão de uma música do coral da igreja, ele é "o querido irmão Aldo".

A igreja foi fundada em 1954 em São Paulo por Eurico Matos Coutinho e sua mulher Odete e por Rosa Alves. Dos três, era Rosa que mais tinha contato com Jesus. Contato direto, no céu.

A igreja conta aos devotos que por 16 anos a Vó Rosa fez em espírito visita ao céu para receber diretamente do filho de Deus orientações como fundar e conduzir a única verdadeira igreja do Senhor -- a Apostólica, claro.

Apesar dessas idas e vindas do céu, não se sabe por que Jesus não alertou Vó Rosa sobre os perigos do trânsito. Aos 76 anos, ela morreu atropelada no dia 26 de outubro de 1970 em Poá (SP).

Os fiéis acreditaram que Vó Santa ia ressuscitar e por seis dias rezaram diante do corpo. Como a mulher não se levantou do caixão e o cheiro já não era dos melhores, os seguidores concluíram que Rosa já tinha ido para o céu, desta vez para sempre. Ela tinha sido arrebatada.

É quando o “querido irmão Aldo” entra na história da igreja. Ele era taxista e vinha prestando serviços de motorista para tia.

Embora não fosse batizado na igreja e nem sequer a frequentasse, Aldo disse aos fiéis que a Santa Vó Rosa tinha lhe aparecido para designá-lo como seu sucessor na Apostólica. Ressaltou que a sua tia só ia se comunicar com ele.

Foi assim que Aldo Bertoni se tornou primaz da igreja, onde é venerado. Ele não celebra culto – isso fica por conta de seus pastores.

Enquanto os fiéis rezam, o “querido irmão Aldo”, segundo as denúncias, faz visitas a amantes, compra carros importados e se aproveita sexualmente de fiéis.

Denúncias contra o "querido irmão Aldo"





Líder de igreja evangélica é acusado de abusar de dezenas de fiéis
setembro de 2011

Caso irmão Aldo    Fanatismo religioso     Bizarro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...