Evangélico quebrou centro espírita para desafiar o diabo

Imagens quebradas de centro espírita
"Peguei aquelas imagens e comei a quebrar"
O evangélico Afonso Henrique Alves, 25, da Igreja Geração Jesus Cristo, postou vídeo [ver abaixo] no Youtube no qual diz que depredou um centro espírita em junho do ano passado para desafiar o diabo. “Eu peguei todas aquelas imagens e comecei a quebrar...” [foto acima]

Na sexta (19), ele foi preso por intolerância religiosa e por apologia do ódio.

“Ele é um criminoso que usa a internet para obter discípulos”, disse a delegada Helen Sardenberg, depois de prendê-lo ao término de um culto no Morro do Pinto, na Zona Portuária do Rio. Também foi preso o pastor Tupirani da Hora Lores, 43.

Foi a primeira prisão no país por causa de intolerância religiosa, segundo a delegada.

Como 'discípulo da verdade', Alves afirma no vídeo coisas como: centro espírito é lugar de invocação do diabo, todo pai de santo é homossexual, a imprensa e a polícia estão a serviço do demônio, na Rede Globo existe um monte de macumbeiros, etc.

Além de fanático, Alves é burro porque a gravação serve de prova de seus crimes.

A pregação do ódio


LIBERDADE PROVISÓRIA - atualização em 14/7/2009

O TJ (Tribunal de Justiça) do Rio concedeu liberdade provisória ao estudante Afonso Henrique Alves Lobato e ao pastor Tupiriani da Hora Lores. Eles vão responder em liberdade o processo criminal.

Fanatismo religioso.   Coisas do diabo.   Intolerância religiosa no Brasil.