Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo doação de sangue

Testemunha de Jeová recusa sangue, morre e deixa 9 filhos

Mulher resistiu  à transfusão por  temer ser punida A ganense Rebecca Dankawa, fiel das Testemunhas de Jeová, morreu após o parto de seu nono filho porque se recusou a uma transfusão de sangue — sua religião proíbe esse procedimento médico. Por causa de sua idade, 41 anos, e do número de partos pelo qual passou, Rebecca teve uma gravidez de risco com sangramento. No hospital, após insistência dos médicos, ela chegou a concordar com o procedimento, mas foi tarde para salvá-la. Anos antes, em outro parto, Rebecca já tinha se submetido a uma transfusão e, em consequência, ela foi desassociada por um tribunal religioso chamado de “comissão judicativa”. A desassociação é mais rigorosa do que uma expulsão da religião porque, como ocorreu com Rebecca, o ex-fiel passa a ser ignorado pelas pessoas com as quais convivia, incluindo os seus parentes. No caso da ganense, em uma decisão pouco frequente pelas Testemunhas de Jeová, ela tinha sido readmitida na igreja depois de u

Diário de um infartado: preciso de sangue B Negativo

Ainda não fui submetido a uma cirurgia de ponte de safena porque o Hospital São Paulo não tem no momento o tipo do meu sangue, B Negativo. Vou precisar de cinco bolsas. Quem em São Paulo tiver esse sangue e puder doá-lo, terá de comparecer neste sábado (6), das 8h às 13h, à rua Diogo de Faria, 824, esquina com a rua dos Otonis, no hemocentro da Unifesp. Terá de falar que a doação é para Paulo Roberto Lopes, da ala C, quarto 901, do setor de convênios. Ficarei grato. Endereço do hemocentro do Hospital São Paulo Rua Diogo de Faria, 824, quase no cruzamento  com a rua dos Otonis, em São Paulo Tweet Diário de um infartado: trazer médicos cubanos pra quê? 4 de julho de 2013