Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Phil Zuckerman

Moral vem da evolução, não de Deus, diz livro de Phil Zuckerman

Autor escreve que não se pode adquirir de Deus princípios éticos como comprar sapatos na loja da esquina Trecho do livro What It Means to Be Moral: Why Religion Is Not Necessary for Living an Ethical Life (“O que significa ser moral: por que a religião não é necessária para se viver uma vida ética”, em tradução livre), do professor de questões seculares Phil Zuckerman.

Crianças 'sem Deus' têm forte senso de moralidade, diz estudo

por Phil Zuckerman Mais crianças estão "crescendo sem Deus" do que em qualquer outro momento na história dos Estados Unidos. Elas são descendentes de uma população secular em expansão que inclui uma relativamente nova e crescente categoria de americanos chamada de nones.

Homens são mais seculares que mulheres, mostram pesquisas

Há várias possíveis  explicações  para o  secularismo dos homens Estudos e pesquisas mostram que os homens tendem mais para o secularismo que as mulheres. Como exemplo, há uma pesquisa recente da ARIS ( American Religious Identification Surveys ) segundo a qual 75% dos americanos que se identificam com o agnosticismo são homens, o mesmo ocorreu com os ateus, na proporção de 70%, e com aqueles que se declaram sem religião, com 58%. Outro exemplo, nos Estados Unidos, é a composição da diretoria da influente fundação FFF ( Freedom From Religion ), que se dedica à defesa da laicidade do Estado. Os homens detêm 79% dos cargos da diretoria. O predomínio de homens no movimento secular foi discutido recentemente nos Estados Unidos por causa de uma declaração do neurocientista Sam Harris de que os ateus (e não as ateias) são os leitores mais frequentes de seus livros. Uma feminista chegou a acusar Harris de sexismo porque, dizia ela, o ateísmo não pode ser entendido a partir de um

Países menos religiosos têm mais justiça social, diz estudioso

O sociólogo norte-americano Phil Zuckerman (foto) diz ser  balela o conceito segundo o qual a  sociedade que não cultua Deus está condenada a atrocidades de toda ordem.