Pular para o conteúdo principal

Jovem morre em tumulto em templo da Universal em São Tome e Príncipe

Cerca de 400 pessoas
 tentaram invadir o templo
 e depois atearam fogo

Um jovem morreu nesta quarta-feira, 16 de outubro de 2019, em um tumulto defronte à sede da Igreja Universal em São Tomé e Príncipe, na cidade de São Tomé, capital.

Cerca de 400 pessoas tentaram invadir o templo em protesto contra a Universal que mandou prender o pastor são-tomense Uidimilo Veloso, com atuação de 14 anos na Costa do Marfim, por ele ter criticado a igreja no Facebook.

O jovem foi morto por uma bala da polícia quando os manifestantes atearam fogo no templo e em viaturas.

O site Voa, de notícias da África, informou que outros templos da Universal foram atacados.

No dia 14 de outubro de 2019, a Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe deu ultimato de oito dias à Universal para que repatriasse Veloso.

A igreja já mandou de volta para São Tomé a mulher do pastor.

Grávida, ela disse que o descontentamento da Universal com seu marido se agravou porque ele se recusou a se submeter a uma vasectomia.

O site África21 informou que o presidente da Assembleia, Delfim Neves, está negociando um acordo com a igreja, tendo como intermédio um deputado federal do Brasil, mas não citou o nome.

O bispo Ranger da Silva disse que a Universal não registrou queixa contra o pastor, mas sim em relação a um perfil falso em nome do religioso.

Ele não explicou por que Uidimilo continua detido na Costa do Marfim.

A Assembleia acusa a igreja brasileira de desrespeitar os direitos humanos e ameaça expulsá-la do país.



 Com informação de sites Voa, E-Global, Rádio Observador, África21 e outras fontes, com foto de reprodução de rede social.



Universal cresce na África com promessas de prosperidade

Em Moçambique, Universal é chamada de 'Igreja dos Ladrões'

Igreja Universal abre templo até em aldeia africana

Lula ajudou a Universal a se expandir na África, diz Crivella




Comentários

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

Hackers invadem conta de Malafaia e doam R$ 10 mil à Cruz Vermelha

Bispo Edir Macedo é internado com suspeita de estar com Covid-19