Padre exorcista critica a Walmart por vender artigos demoníacos

Religioso diz que
empresa propaga
o mal com esse
 catálogo satânico

Um padre exorcista americano escreveu em um site católico que a Walmart está lucrando com o mal porque vende pela internet 440 artigos demoníacos.

“Ou estão promovendo intencionalmente coisas demoníacas ou são ignorantes”, escreveu o padre sob o pseudônimo  de Michael na National Catholic Register.

O padre disse que, no site, há esculturas demoníacas, pornografia que blasfema a crucificação de Cristo e joias com pentagrama, que é o símbolo de Satanás.

O que mais chocou o exorcista o símbolo da Igreja de Satanás, a figura mitológica Baphomet, que tem cabeça de bode.




“Já recebi pessoas que estavam possuídas por esse demônio”, escreveu.

A empresa não se manifestou a respeito, embora o artigo tivesse repercussão entre os cristãos fanáticos dos Estados Unidos, até porque, de fato, os artigos estão no catálogo do site da empresa.

Mas isso não quer dizer absolutamente nada, exceto que a Walmart quer faturar com tudo que seja possível, e assim que funciona o capitalismo.

O padre não sabe disso porque ele é da Idade Média.

Com informação de National Catholic Register.




Aviso de novo post por e-mail

Princípios satânicos têm moral superior a dos 10 Mandamentos

Mãe evangélica alerta que Galinha Pintadinha é diabólica

Peugeot desiste da cor Vermelho Lúcifer por causa de evangélicos




Pastor diz que gays são 'filhos de satã'; ofendidos chamam a polícia


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado. Trabalhou no jornal centenário abolicionista Diário Popular, Folha de S.Paulo, revistas da Editora Abril e em outras publicações. WhatsApp de contato.