Fake news diz que ativista contra abuso de João de Deus se suicidou

Fake News divulgado por Catraca e outros sites diz que a ativista social Sabrina Bittencourt (foto abaixo) se suicidou ontem (12 de dezembro de 2018) por ter sofrido assédio de João de Deus.

Em nota, Sabrina afirma que a notícia falsa tem prejudicado seu trabalho de apoio às mulheres que acusam o médium de abuso sexual.

"Estou sendo alvo
 de gente louca,
 mas sigo na ativa"

“Tem alguém por trás querendo tirar o foco de tudo o que estou fazendo e de tudo o que está rolando”, diz.

“Todo mundo que faz parte das minhas redes sociais está com o nome indexado nessa notícia falsa. Então, quando vão buscar sobre João de Deus na internet, sai essa notícia como titular. Um monte de gente está me falando isso. Só que tenho amigos de 70 anos, tem gente que está doente, tem gente que é cardiopata.”

Com informação do R7.



Aviso de novo post por e-mail

Só agora a Federação Espírita afirma que João de Deus não é confiável

Editora suspende distribuição do livro que enaltece João de Deus

Curandeiro João de Deus cobra na Austrália R$ 711 por paciente




Eu, Zahira Lieneke, 34, sofri abuso de João de Deus


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários