Marcos Mion prega a seguidores que é preciso 'crer em alguma coisa'


'Fé molda
o caráter das
crianças.'

Será?

Marcos Mion (foto) tem se colocado cada vez mais como pregador religioso e menos como apresentador de variedades televisivas. 

Em rede social, onde tem milhares de seguidores, ele diz coisas como “todo filho tem de ver seu pai ajoelhar-se perante Deus. Acreditar em alguma coisa”.

Continua: “Não só o exercício, mas a demonstração da fé molda o caráter dos pequenos que olham para você com confiança em busca de exemplo de vida".

Mion, obviamente, deseja o melhor para os seus filhos, o que inclui, como católico que é, fazê-los crer no deus Jeová.

Eu divirjo visceralmente de gente que acha que o homem tem de ajoelhar diante de quem quer que seja. A não ser em situações humanitárias, como se ajoelhar para socorrer alguém ou para brincar com uma criança.


Ajoelhar-se diante de alguém, de uma autoridade ou de uma divindade, não é um ato de humildade, mas de vilipêndio da dignidade humana, é submissão vergonhosa.

E quem se submete sem resistência se degrada moralmente diante de ditaduras, de tiranos, de egocentristas, de regimes escravocratas, de deuses.

A história da humanidade está farta de exemplos dessa ordem.

Voltando a Mion.

Se ele tivesse se aprofundado em seu curso de filosofia na USP, talvez hoje não procurasse influenciar religiosamente os seus filhos, deixando que eles próprios tomassem uma decisão quando se sentirem amadurecidos para tanto.

Certamente essa abertura de mente é demais para o apresentador de TV.


Nenhuma pessoa deveria se ajoelhar

Ateus se destacam entre os pensadores mais influentes




A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Busca neste site