Ateísmo faz parte da cultura do Uruguai, afirma sociólogo


Ateus são
10% no
país

O sociólogo Néstor da Costa diz que o ateísmo faz parte da cultura de seu país, o Uruguai. 

Lá, o índice de ateus é de 10%, o maior dos países da América Latina e mais do que o dobro do segundo lugar na região, a Argentina, com 4%, de acordo com o instituto de pesquisa americano Pew.

“O ateísmo é passado de pai para filhos.”

Costa afirma que o perfil dos ateus uruguaios é do sexo masculino e de alto nível socioeconômico.


Diz ser difícil encontrar no país ateu pobre e de baixa escolaridade.

Há pessoas que perderam a fé mesmo convivendo com pais e parentes religiosos.

O sociólogo diz que há ateus militantes, que se opõem publicamente à existência de Deus, “uma ideia estúpida, absurda ou ignorante”.

Existe os ateus indiferentes, para os quais a existência de divindades é um problema dos crentes.

Para o sociólogo, o ateísmo no Uruguai “é um fenômeno estável”.

Com informações do Canal 180, do Uruguai.


Secularização da América Latina tende a atingir a média global



A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Busca neste site