PCC usava igreja pentecostal para lavar dinheiro e tráfico


Em nome
de Jesus

A Polícia Federal fechou uma igreja pentecostal em Itaquaquecetuba [mapa], SP, usada por um integrante do PCC (Primeiro Comanda da Capital) para lavar dinheiro e tráfico de drogas.

Na manhã de 21 de fevereiro de 2018, a PF prendeu dez suspeitos, entre eles o dirigente da facção criminosa, seu irmão, um pastor, um corretor de imóveis e um açougueiro.


"O dinheiro do tráfico era juntado ao dízimo na igreja que foi construída só para essa função”, disse Fabrízio Galli, chefe da delegacia de repressão a entorpecentes da PF.

O esquema vinha funcionando pelo menos desde abril de 2016, quando a PF iniciou as investigações a partir de uma apreensão de armas.

A PF não divulgou os nomes dos suspeitos nem o da igreja.

Com informação do UOL e de outras fontes



Livro mostra a relação no Rio do tráfico com igrejas evangélicas

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários


  1. Igrejas são um ótimo negócio aos seus donos que enriquecem e têm a seu favor a imunidade tributária, estando assim livres do fisco. Vendem aquilo que jamais entregarão aos seus clientes, ou seja o tal reino dos céus. São vendedores de ilusões que se tornam milionários em muito pouco tempo. Há um deles que tem uma cara de pau invejável e que diz se "pissicologo", penso que seja assim que se escreve vez que ignoro tal atividade já que a mesma é em minha ótica assim como igrejas um instrumento apenas para tomar dinheiro de incautos, pois de saúde mental quem trata são os PSIQUIÁTRAS, médicos de formação. Tal sujeito com aquela cara de pau costumeira disse ter recebido de alguém CEM MIL REAIS para fazer um oração, mas não recordava quem era o bondoso anjo que lhe havia dado tal valor. Conduzido COERCITIVAMENTE ficou irritadinho. Esses bandidos estão pela VIA DEMOCRÁTICA e usando DEZENAS DE MILHÕES de idiotas eleitores tomando nosso país de assalto. Isto parece que ninguém quer ver. O que mesmo está havendo?

    ResponderExcluir

Postar um comentário