Busca por 'intolerância religiosa' no Google aumenta 32%


Houve um aumento de 32% na busca do Google por “intolerância religiosa” entre o dia 20 de julho de 2017 ao 26 do mesmo mês, em comparação com igual período anterior.

Por Estado, o maior interesse pelo termo ocorreu em Alagoas, seguido por Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia e Sergipe.

Os termos correlacionados mais consultados foram “intolerância religiosa no Brasil”, “caminhos para o combate à intolerância religiosa”, “Brasil plural para falar de intolerância” e “casos de intolerância religiosa”.

No período, uma das notícias mais acessadas foi a da advogada de Salvador que acusou o seu chefe de assédio moral por ela ser adepta da umbanda.

Demitida, ela apresentou à Justiça áudio como prova da intolerância.

Proporcionalmente, busca
foi maior em Alagoas

Com informação do Google




Leia mais sobre intolerância religiosa

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Artista gospel se recusa a cantar em casamento de amigo gay

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Historiadora diz que Moisés não existiu. E sofre ameaças de morte