Igreja do 'santo' Maradona tem altar, cultos e mandamentos


 Ex-jogador é
 o Pai,  Filho e 
Espírito Santo
A igreja tem quase tudo que se pode esperar de uma igreja. Sacerdotes, veneração a um deus, altar, cultos, mandamentos, Natal.

É a Igreja de Maradona, criada por dois irmãos argentinos, Hernan e Veron Alejandro, na cidade de Rosário, para glorificar o ex-jogador Diego Maradona.

A Igreja existe há dez anos, e seus fundadores afirmam que ela tem mais de 100 mil seguidores em todo mundo. Ela cobra um “dízimo” dos fiéis que comparecem ao templo para participar de celebração.

Um dos mandamentos determina que o fiel tenha um filho com o nome de Diego. Outro diz ser pecado evocar o nome de deus em vão. O Natal é comemorado no dia 30 de outubro, que é a data de nascimento do ex-jogador.

Maradona é chamado de D10S. Ele é o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Algumas de suas jogadas são relatadas como milagres.

Um vídeo no Youtube [ver abaixo] mostra que a Igreja de Maradona se inspirou nos ritos e iconografia católicos. Só não tem a imagem de Maradona crucificado e hóstia — ainda, porque o ex-jogador continua vivo.

Culto a Maradona
 


Líder muçulmano proíbe uso da camisa da Seleção Brasileira

Comentários

  1. e quando a religião não mais rende nada...


    e lá vamos nós....

    ResponderExcluir
  2. Vamos à Igreja do Maradona?

    Não prefiro ir ver o filme do Pelé.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Se acharem isso ai daqui a 5000 anos, e acharem que era um deus, ai a humanidade ta perdida.

    ResponderExcluir
  4. Sei não, mas acho que nessa igreja o Pelé é o anti-cristo.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro essas iniciativas, porque elas só expoem o grande ridículo que são TODAS as religiões.

    ResponderExcluir
  7. não estou acreditando...

    estou transformando coisa séria em brincadeira

    nao se pode idolatrar humanos, é pecado

    a bíblia diz que só se deve idolatrar deus, o que nós católicos fazemos muito bem

    ass, Miriam cristã de valores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério!? Bem, vejamos: não são os católicos que idolatram os santos? Não são os católicos que adoram imagens de todos os tipos, tanto de santos quanto do próprio Jesus? Não são os católicos que têm o Papa como reencarnação de Jesus e, portanto, também o idolatram? Não são os cristãos que também idolatram Jesus mesmo dizendo que não sabem como foi a fisionomia dele, ou seja, no judaísmo 'deus' jamais teria relação com humanos para conceber filho, não incorporaria em humanos, não vem a Terra em forma de pessoas, de modo que adorar a imagem de um ser humano mesmo não sabendo de sua real fisionomia é idolatria (o simples fato de se pensar em 'deus' como uma forma humana já é idolatria). Aliás, usar a palavra 'deus' para se referir ao conceito da 'Luz Infinita' do judaísmo é falho, uma vez que essa palavra tem origem no latim e não remete ao real valor de 'Ayin Soph Aur' do judaísmo. É realmente uma pena que pessoas como você não se deem conta do grave erro que cometem ao seguir uma religião que distorceu o judaísmo a ponto de ficar irreconhecível, ou seja, transformou-se numa religião bizarra, misturada com várias outras (orfeísmo, maniqueísmo, mazdeísmo, conceitos de khrisna, lamaísmo, conceitos de Hórus, e tantas outras religiões consiedras pagãs). Não há nada no cristianismo que já se encontrasse em todas essas religiões citadas, ou seja, o cristianismo é um amálgama de todas as religiões que existiam antes.

      Não é estranho que só os evangelhos (e nem todos eles, para ficar mais claro) mencionem os eventos relatados sobre a morte de Jesus? Veja bem, nessa época mencionada, muitos povos já dispunham de escrita e, portanto, podiam registrar os fatos narrados nos evangelhos como 'total escuridão na Terra', 'Terremotos', 'tempestades', 'mortos que se levantaram dos sepulcros', etc. Mas não é isso que aconteceu! Tão-somente nos evangelhos existem tais registros. Bom, isso é só para refrescar sua memória, tá! Eu poderia colocar aqui muito mais coisas sobre essa religiãozinha mequetrefe, juntamente com o islamismo - que é outra desgraceira tão ou pior que o cristianismo, mas vou ficando por aqui mesmo...afinal, falar com fundamentalista não adianta muita coisa mesmo! Passar muito bem!


      Míriam, a maioria que frequenta esse blog tem bons conhecimentos de religiões, história, falácias, filosofia; portanto, não vai adiantar nada você tentar fazer esse tipo de proselitismo aqui não, viu. Isso que você está fazendo talvez funcione bem em locais onde as pessoas são ingênuas, sem instrução, e que aceitam o que você e outros dizem sem contestar nada. Tenho visto comentários seus, e trollagem ainda é muito pouco para classificá-los.

      Excluir
  8. logo mais vão declarar uma guerra santa contra o Brasil pois aqui nasceu PELÉ QUE ERA UM DEMÔNIO EM CAMPO

    ResponderExcluir
  9. Galera! agora fiquei bobo, alguns anos atrár quando passeava na Argentina (moro na fronteira com "los hermanos"), Vi escrito em um muro o seguinte:
    "Se dios es brasileño el Diego es nuestro" algo como "Se Deus é brasileiro o diego é o nosso deus", é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  10. Maradona o Deus do pó.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site