Arnaldo Jabor, ateu famoso

Jabor é criticado pela
esquerda e direita
O cineasta e jornalista Arnaldo Jabor escreveu em 2005 que seu pai, um engenheiro militar, lhe passou dois ensinamentos: torcer pelo América Futebol Clube e ser ateu. “Claro que segui seus conselhos”, afirmou.

Mas em 2006, em uma entrevista para a revista Trip, disse que se tornou descrente por outro motivo. “Na verdade, aprendi a ser ateu com os jesuítas. Eles traumatizaram tanto, que falei: ‘Não é possível que essa gente tenha razão’”.

Jabor nasceu no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro de 1940. Produziu filmes que se tornaram clássicos do cinema brasileiro. Seu primeiro sucesso foi “Toda Nudez Será Castigada” (1973), cujo roteiro é uma adaptação da peça homônima de Nelson Rodrigues.

Além de ter estudado em “escola de padre”, nos anos 60 foi militante de esquerda, aliando-se ao movimento de combate à ditadura militar. Identificava-se com os trotskistas.

Nos anos 90, virou colunista da grande imprensa e de telejornais da Globo por causa da falência do cinema brasileiro decretada pela política de devastação cultural do presidente Fernando Collor.

Ele se revelou, então, um cronista polêmico, dedicando a sua prosa inflamada, entre outros temas, ao questionamento dos esquerdistas que, segundo ele, privatizaram para uso próprio o Estado brasileiro, via PT.

Para seus ex-companheiros da esquerda, ele virou “reacionário”. Mas Jabor é também criticado pela direita. Suas crônicas têm grande repercussão na internet.

Com um texto pontuado por frases de efeito, Jabor tem sido ainda um crítico contundente das religiões. Ele se detém nos casos internacionais de fundamentalismo religioso, como destaque para os muçulmanos. Mas não deixa de criticar a Igreja Católica brasileira e as seitas evangélicas ávidas por dízimo.

O jornalista chegou a ser processado pela Universal por ter comentado com ironia a notícia da apreensão pela Polícia Federal em julho de 2005 de sete malas com R$ 10 milhões que estavam com um bispo da igreja. Em julho de 2011, o Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou a sentença de primeira instância de que Jabor não tinha cometido nenhuma ofensa à denominação.

Em abril de 2011, ele foi o único jornalista da grande imprensa brasileira – geralmente parcimoniosa em suas críticas aos males causados pelas crenças – a ressaltar o caráter religioso do comportamento do atirador que matou 12 estudantes de uma escola do Rio. 

Na rádio CBN, ele disse: “O massacre dos meninos no Rio de Janeiro foi um massacre religioso, com a matança dos inocentes de Herodes. O assassino foi o anjo da morte de um Deus louco”.





Com informação do Globo, Trip e Wikipédia, entre outras fontes.

Comentários

  1. Um cara que é "criticado" pelos dois "lados" tem que ser muito foda mesmo !!!!!!!!!Adoro ele.

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este ateu eu respeito, o cara sabe a hora de falar, não é como estes otários atoas que só falam m...


      PUNK NOT DEAD.

      Excluir
  2. smp gostei do Jabor, acho que um cara inteligente e critico como ele, deveria estar em emissora menos alienadora, ou ate sem estar na tv mesmo. deveria propagar suas palavras pra quem realmente quer ouvir, e pra aqueles q ao invés de acreditar em tudo q uma emissora diz, corre atrás pra se informar mais. sugiro assim, um blog ateísta e agnóstico. hahahaha

    ResponderExcluir
  3. "O assassino foi o anjo da morte de um Deus louco”.

    Quem é este maluco para dizer isto. Que falta faz o cristão para esfregar a Bíblia na cara dele e mostrar que os anjos que cairam foram expulsos do céu não são mas anjos, mas se tranformaram em demónios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele fez uma comparação com o atirador de Realengo com o Anjo da Morte descrito em Êxodo, que foi sim mandado por deus para matar os primogênitos dos egípcios como a décima praga do Egito.

      Uma comparação mais do que válida.

      Excluir
    2. Só não é válido chamar Deus de louco. Quém é ele, um simples mortal.

      Excluir
    3. louco é quem crê

      Excluir
    4. Por que não é válido? Um deus que manda matar crianças à sangue-frio, e por motivo torpe, eu diria que não é só um louco como também um facínora imoral.

      Excluir
    5. Ah, é claro! Deus de botou neste mundo e pode te tirar, deus é o chefe é o chefe supremo e pode fazer o que quiser com você. Ah, cala a boca!

      E porque, então, que deus seria diferente de um chefe de máfia? O chefe da máfia diz: "me pague isso ou vou quebrar suas pernas", e adivinha, você paga, e agora ele pode fazer o que quiser com você porque ele é o poderoso chefão. Se você for um pai, você trancaria seus filhos num porão e os torturaria porque eles não bajularam o seu ego?

      Acontece que isso continua sendo uma atitude de uma autoridade imoral e babaca, misericórdia é uma vírgula! Mesmo se isso for verdade, eu considero repulsiva e não quero ter nada com alguém assim.

      E acontece que estou cagando e andando para o que está escrito neste livro velho que você tanto idolatra.

      Excluir
    6. Sem falar que deus não existe, és um pequeno detalhe. Portanto, não tenho motivo para temê-lo, muito menos para servi-lo. Não se pode fazer nada para alguém que é imaginário.

      A não ser que você tenha alguma evidência da existência e autoridade dele. Caso contrário, está perdendo seu tempo fazendo proselitismo barato. Eu sei que vocês são facilmente manipulados através do medo, e manipulam as outras pessoas causando medo, tudo gira em torno de medo e ameaças. Acontece que não tenho medo de coisas sobrenaturais e inexistentes. Portanto, pode espernear e dá chilique, até me ameaçar, nada do que você vai falar vai mudar minha posição.

      Você não tem evidências nem justificação lógica do que fala e suas afirmações são vazias. Típico.

      Excluir
    7. De que se queixa o homem? Cada um se queixe de seus pecados.

      Excluir
    8. Além de louco e psicopata, esqueceram de mencionar que TAMBÉM é misógino

      Excluir
    9. Um deus Louco no planeta terra é que mais tem sao deuses quando diz "DEUS" se reflete criador nao um ser "Humano" pois o deus cristao assim outros deuses mitologicos: Odim. Zeus, Hades, Alah e Jesus e Horus

      Excluir
    10. Deus não é louco, é um psicopata estuprador dos recém nascidos que morrem todos os dias sem nenhum sentido. Deus estava estuprando crianças quando o seu filho mais velho, Adolf Hitler, juntamente com o seu atual mensageiro, o papa bento XVI, massacrava milhões de judeus, negros e homossexuais, Deus também estava estuprando crianças no 11 de setembro e na tragédia de santa maria.

      Excluir
  4. Paulo, acho que seu texto é até melhor do que o Jabor merece. Eu mesmo sou ávido crítico do quanto ele serve a Mídia Tradicional - ela que é aliançada até o pescoço com os mesmos donos do dinheiro que Edir Macedo serve.
    Acompanho seu blog, parabéns pelo artigo, mas o cheiradão do Jabor não merece!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Jean Mello. As pessoas deveriam primeiro conhecer o que a pessoa é antes de ficarem "babando o ovo"!

      Excluir
    2. nao babo ovo pelo jabor, no fundo, ele é um baita picareta, ser ateu ou defender o mesmo nao faz dele nenhum pouco melhor.

      Excluir
  5. "Denominação" é um termo errôneo para designar uma religião.

    É um termo adotado por crentolas, um anglicismo ruim.

    Os protestantes inventaram isso para dizer que todas as religiões do cristianismo seriam basicamente iguais, apenas com nomes diferentes, ou seja, com denominação diferente.

    Mas ninguém participa de uma "denominação". Alguém pode fazer parte de um nome?? As pessoas participam de uma igreja, de uma congregação religiosa. Esta última escolheu um nome, uma "denominação", uma boca para atrair vítimas ("fiéis").

    Esse termo é horrível demais, mais uma maluquice dos crentolas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriano

      De acordo com a segunda edição do Aurélio, estas são as acepções da palavra “denominação”, que vem do latim denominatione:

      1 . Ato de dominar, nomeação. 2. Designação, nome. 3. Nos países anglo-saxônicos, designação geral das congregações eclesiásticas, seitas, etc.

      Portanto, o uso aqui da palavra está de acordo com todas as acepções, e cada um dos significados se encaixa no contexto em que for citado.

      Este blog é jornalístico (e não da militância religiosa ou ateísta), o que vale dizer que ele segue as normas (oficiais) da Academia Brasileira de Letras.

      Abs.

      Excluir
    2. O ateu acima não sabe o que diz.

      A denominação das igrejas diferencia as doutrinas que não são fundamentais em cada grupo de cristãos. Tais como: Jejuar, fazer vigilia de orações, subir a montes e em algumas e raras denominações tipos de roupas que vestem, corte de cabelos, maquiagens etc...Mas quanto as doutrinas fundamentais a Igreja de Cristo é uma independente da denominação. Doutrina como crer na morte e ressurreição de Jesus, Batismo, Santa Ceia etc... As denominações que não guardam as doutrinas fundamentais não são consideradas Igreja de Cristo.

      Excluir
  6. Eu vi aovivo ele dizendo isso nenhuma emissora disse que o cara do realengo acreditava em deus e era fundamentalista, nem o datena leu a carta toda dizendo que o resto era "bobagem"

    ResponderExcluir
  7. Ele é um exemplo para muitos ateus que baixam a cabeça para os fundamentalista, tudo que ele fala é baseado em fatos são verdades, ao contrário dos religiosos que acreditam em verdades que não são fatos.

    ResponderExcluir
  8. Veja Paulo o comentário desse padre disse:
    "Ser cristão numa sociedade tremendamenteSecularista,hedonista,materialista,implica coragem,renúncia e maturidade cristã".

    ResponderExcluir
  9. Caro Paulo, esse sujeito não merece menção alguma em seu blog. Pode ser ateu em um deus em particular, mas serve ao maior conglomerado de imbecilização nacional, e que é aliado da Igreja Católica e agora tentar usar também os evengélicos na guerra por audiência com a Record. Faz crítica pseudo-intelectual descalada para disseminar preconceitos e lugares comuns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livio, se eu excluísse Jabor da lista de ateus brasileiros famosos -- por ser ou não um pseudo-intelectual, não importa o motivo -- eu estaria me negando como jornalista.

      Excluir
    2. Paulo, concordo com você. Não pedi que excluísse o Jabor, apenas disse que ele não faz a uma citação aqui pelo fato dos "valores" que ele dissemina estarem exatamente na medida que as Organização Globo querem, ou seja, preconceitos, alienação, despolitização etc.
      Abs.

      Excluir
  10. Fico muito feliz em saber que há mais ateu no Brasil do que eu pensava. É sinal que esse povo ainda vai acabar saindo das trevas da Idade Média.

    Pedro Soares

    ResponderExcluir
  11. Jabor, quer você ou qualquer pessoa creia ou não, Deus existe. Cristo voltará para julgar os seres humanos, assim como o juiz julga aqueles que acretitam na impunidade.

    José Carlos - Recife-PE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 5 de setembro de 2012 19:03, quer você ou qualquer pessoa creia ou não, divindades não existem. Ninguém ressuscita, nenhum morto julga ninguém e poucos são os juízes que julgam corretamente os que acreditam na impunidade.

      Anônimo - Fortaleza/CE

      Excluir
  12. O kra é bão mesmo, adoro os comrtarios dr Arnaldo Jabor..Por acaso tem o link do comentário dele de realengo?? walleu...

    ResponderExcluir
  13. Este tal Jabor é um fantoche da emissora, atir apara todos os lados, mas falta falar algumas verdades que devem doer nele também.

    ResponderExcluir
  14. Duas palavras que definem o Arnaldo Jabor, "Grande homem"

    ResponderExcluir
  15. Arnaldo Jabor,e contra as Religiões por que a Igreja não apoia as safadezas da Glôbo,ele se tornou ateu porque não conhece a história da Igreja e porque ele é um idiota igual a muitos que comentam aqui nesse site.

    ResponderExcluir
  16. Ao Sr Luan e d+ Ateus - diz uma coisa: O q lhe impede então de sair matando, roubando, tirando dos outros pra sí pra ficar rico mais rápido. O q lhe impede de cobiçar a mulher de um amigo, ou parente, de xingar, ofender sua namorada, esposa, de agredir e humilhar seus pais até publicamente... O q lhe impede de ñ pagar suas dívidas..., é pegar dinheiro emprestado e ñ devolver, de ñ ajudar ninguém em absolutamente nada, ou de sair chutando os mendingos. E pq ñ se prostitui, ou tem relações com pessoas da sua família? Será q é pra ñ se tornar ou ñ ser conhecido como um vil, despudorado, um ditador, pedófilo, ladrão, assassino, estuprador, ensandecido, corrupto, etc? E pq ñ o ser? O q há d+ em ser isso? Pois já q ñ existe Deus, q na verdade nem é esse o verdadeiro nome, quer dzr q vc se torna Deus, ou o deus de sí mesmo pelo menos e de quem acredite no ateísmo q vcs pregam. Olha poderia ser vantagem ter um séquito de seguidores pra sí ñ é msm. Assim, Ora poderia tb fzr qualquer coisa, ou será q o fzm realmente às escondidas? Pq se a polícia ñ descobrir, afinal ninguém quer ser preso, Vc ñ terá pecado e nada a perder. Será q ñ o fazem só para ñ serem presos ou para ñ serem ofendidos publicamente tb pela sociedade ou agredidos por akeles q prejudicarem? Ñ seria covardia se fosse apenas por isso? Seriam covardes? E já q ñ praticam estes "atos" vcs ñ acabam sendo no mínimo incoerentes como alguns acusam os crentes, cristãos, católicos, evangélicos, pastores, pois como dzm vcs eles oram, pregam, mas vivem em erro nas atitudes e no acreditar. Afinal Ateus, porque ñ praticam maldades como todos q generalizam... quem está sendo incoerente? Respondam essa por favor? Marcos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-------- Busca neste site