Bispo põe a culpa no ateísmo pelo avanço do islamismo


Dom Carlo Liberati (foto), bispo emérito de Pompeia, Itália, disse que “em 10 anos todos nós seremos muçulmanos” e a culpa disso será o modo pagão e ateu de viver da Europa.

'Decadência
moral e religiosa
favorece o Islã'
"Toda essa decadência moral e religiosa favorece o Islã", afirmou ele, de acordo com o site católico La Fede Quotidiana.

"É uma estupidez."

Afirmou que, além disso, os muçulmanos têm filhos, e os cristãos, não.

Acrescentou que as novas leis “vão contra Deus”.

Liberati, nesse ponto, foi contraditório.

Se existe um propósito de a Europa legislar contra Deus, por que o islamismo tem crescido naquela região, já que o deus dessa religião é o mesmo dos cristãos?

Ao menos o bispo criticou a sua própria igreja.

"Temos uma fraca fé cristã. A Igreja hoje em dia não funciona bem, e os seminários estão vazios.”

Também deu uma demonstração do "amor cristão". 

Falou que não se deve dar esmola aos migrantes muçulmanos.

Com informação do La Fede Quotidiana e foto de divulgação.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.

Pesquisa mostra como a Itália caminha para secularização