Religiões cristãs do mundo vão desviar US$ 60 bilhões em 2017



Em todo o mundo, as religiões cristãs e suas entidades vão desviar para fins não religiosos e enriquecimento ilícito cerca de US$ 60 bilhões em 2017, o equivalente a R$ 200 bilhões.

Faturamento
das igrejas será
de US$ 360 bi
A estimativa é do Centro Global para o Estudo da Cristandade, uma entidade norte-americana cuja sigla em inglês é CSGC.

O chamado "crime eclesiástico cristão” encontra-se em expansão. Em 2015, por exemplo, a estimativa do furto foi de US$ 50 bilhões.

Nas contas do CSGC, existem no mundo 47 mil denominações cristãs.

Elas vão arrecadar em 2017 cerca de US$ 360 bilhões (R$ 1,2 trilhão), o que corresponde a 0,68% da renda dos fiéis.

O CSGC calcula que o desvio de dinheiro corresponda a 8% do total arrecadado.

Trata-se de uma estimativa feita mais com base na realidade dos Estados Unidos.

No Brasil, principalmente em relação a determinadas igrejas neopentecostais, a percepção que se tem é que o roubo é bem maior, por causa da construção de templos luxuosos e de indícios de enriquecimento por parte de pastores.

Com informações do CSGC e de outras fontes.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Em dez anos, Universal enviou R$ 2,3 bilhões para TV Record

Semelhantes

Postagens mais visitadas deste blog