Brancos representam 70% dos ateus da cidade de São Paulo


Os brancos são a maioria (70%) dos ateus da cidade de São Paulo. Em seguida vêm os pardos (19%), amarelos (6%) e pretos (5%). A soma dos pretos e pardos (na categoria "negros") dá 24%. A taxa de descrentes entre os índios é zero.

Grupo "sem religião - ateu"

Esses dados foram levantados pela Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial, compondo o estudo “Diversidade Étnico-racial e Pluralismo Religioso no Município de São Paulo”, com base nos recenseamentos de 2000 e de 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em 2010, o número de pessoas que se declararam ateias foi de 70.254, com crescimento de 10% em dez anos.

O estudo colocou esse contingente no grupo “sem religião – ateu”.

No grupo “sem religião – sem religião”, que inclui ateus, agnósticos e religiosos que não seguem nenhuma igreja, os brancos foram a maioria em 2.000, com 59,6% do total. Em 10 anos, houve  queda, para 55,2%.

No mesmo período, houve aumento de negros nesse grupo, de 36,7% para 41,4%.

Com informação e gráficos do estudo “Diversidade Etnico-racial e Pluralismo Religioso no Município de São Paulo”.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Maioria da população se tornará ateia em 2038, diz estudioso