Tony Bellotto lamenta que ateus sejam vistos como anticristos



O escritor e guitarrista da banda Titãs Tony Bellotto (foto abaixo) lamentou o fato de muita gente ainda continuar enxergando ateus por um filtro religioso, “como se fôssemos anticristos a serviço do demônio”.

Trata-se, pela visão ateísta, de um paradoxo, porque ateus não acreditam em seres do “outro mundo”, o que inclui anticristos e demônios.

Bellotto se tornou ateu principalmente por intermédio de leituras de livros do pensador britânico Christopher Hitchens (1949-2011).

Ele passou a ser um ateu militante, tanto que, na porta de seu escritório, há uma placa com uma provocação: “Deus prefere os ateus”.

“[As pessoas] não compreendem que alguém pode ser ético, solidário e feliz seguindo princípios humanistas e não preceitos religiosos”, disse Bellotto.

Ele contou que, desde que saiu do “armário” ateísta, tem sido alvo de discriminação e intolerância na internet e na vida real.

Até em um avião ele teve de ouvir um sermão de uma senhora evangélica, que lhe tinha integre um folheto do tipo “Jesus te ama”.

Bellotto recusou o folheto dizendo que não acreditava em Deus.

E a evangélica não se conformou: “Mas você tem que acreditar em alguma coisa!".


Músico faz um provocação: 'Deus prefere os ateus'

Com informação da BBC Brasil.





Postar um comentário