Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Fundador do PSC diz que Pastor Everaldo recebeu dinheiro sujo

Vitor Nósseis, fundador do PSC, quer que o pastor Everaldo (foto), do seu partido, seja investigado pela Operação Lava Jato porque, quando foi candidato à presidência da República, em 2014, recebeu “vultosas quantias” de propinas de empresas ligadas à Petrobras.

Pastor foi
candidato a
presidente
De acordo com petição que ele enviou ao juiz Sérgio Moro, de Curitiba, Antônio Oliboni, atual secretário-geral do partido, sabe de tudo e foi comparsa de Everardo.

A petição é acompanhada de anexos com supostas provas.

Nósseis pediu a Moro que bloqueie os bens de Everaldo e Oliboni porque há indício, da parte deles, de “prática de crime de lavagem de capitais e organizações criminosas”.

O Pastor Everaldo e Oliboni negam as acusações.

Depois de 30 anos no cargo de presidente do partido, Nósseis foi destituído em meados de 2015.

Agora, ele está fazendo denúncia porque não teria se conformado com a derrota, de acordo com nota do partido.

Na avaliação do Ministério Público, a denúncia de Nósseis não contém os ‘requisitos mínimos’ para ser cadastrada nas investigações penais da Lava Jato.

Com informação da Folha de S.Paulo.

Envio de correção.

Feliciano paga pastores de sua igreja com dinheiro da Câmara


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...