Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Argentina prende dois padres por abusar de estudantes surdos

Crianças eram abusadas em uma
sala chamada de 'casinha de Deus'
Dois padres argentinos e um funcionário foram presos por terem estuprado jovens de uma escola católica para surdos, em Lujan de Cuyo, na província de Mendoza.

Corbacho é
um dos acusados
de estupro
Os ataques dos tarados ocorreram há uma década.

Os padres são o italiano Nicolas Corradi, atualmente com 82 anos, e Horácio Corbacho (foto), 56.

Eles moravam na própria escola, o Instituto Antonio Provolo, ligado à Igreja Católica.

Por ser idoso, Corradi está cumprindo prisão domiciliar.

A polícia está investigando 12 casos de estupro, mas, de acordo com a Justiça, é possível que eles aumentem em decorrência de novas denúncias. Já há novos relatos de abuso no Facebook.

Os padres abusam de estudantes — filhos de pobres — em uma sala a qual os sacerdotes chamavam de “casinha de Deus”, atrás do prédio principal da escola.

De acordo com testemunhas, os padres obrigavam estudantes a fazerem sexo oral entre eles porque os dois gostavam de ver.

Na sede o instituto, em Verona, na Itália, também houve abuso de estudantes, com o envolvimento de pelo menos 26 sacerdotes.

No vídeo abaixo, algumas das vítimas pedem uma atitude do papa Francisco, que até agora não se manifestou publicamente.

Vítimas italianas de padres do mesmo instituto



Com informação da imprensa argentina e da Itália e fotos e vídeo de divulgação.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Na Itália surdos-mudos dizem ter sofrido abuso de padres

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...