Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Ordem católica vai ter de pagar US$ 30 mi a surdos violentados

Vítimas mostram fotos de padres pedófilos
A Justiça do Canadá condenou a Clercs de St. Viateur du Canada, de Montreal, a pagar indenização de US$ 30 milhões a sessenta surdos e mudos que, naquela ordem católica, sofreram repetidos abusos sexuais quando ali estudaram entre 1940 e 1982.

Os abusos foram cometidos por padres e funcionários leigos. Algumas das vítimas tinham 8 anos na época.

Em 1984 a escola para crianças com deficiência auditiva passou a se chamar de Institut Raymond-Dewar.

A condenação saiu após líderes religiosos tentarem pagar menos, US$ 20 milhões.

As vítimas processaram a ordem católica em 2002. Os canadenses ficaram abalados. Foi o maior caso de abuso sexual em massa naquele país.

Na lista dos agressores há 28 religiosos e 6 leigos, mas apenas seis deles ainda estão vivos.

Em 2011, outra entidade religiosa, a congregação Sainte-Croix, fez um acordo para indenizar em US$ 18 milhões ex-alunos que tinham sido violentados por padres que davam aulas em diversas escolas.

Em setembro de 2014, a Justiça do Canadá condenou a 31 anos de prisão um ex-padre, o belga Eric Dejaeger, então com 67 anos, por ele ter violentado dezenas de crianças e um cachorro puxador de trenó.

Com informação do National Post e de outras fontes e foto de divulgação.





Padre pedófilo do Brasil ameaça processar o filme 'Spotlight'

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...