segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Vídeo mostra no Brasil apoio de muçulmano às decapitações

Homem defende em mesquita
terrorismo do Estado Islâmico
O vídeo abaixo é a reprodução da reportagem da CNN em língua espanhola que mostra um muçulmano na Mesquita Luz, no Rio, interrompendo um clérigo para dizer, em árabe, que o Estado Islâmico deve continuar a decapitar “o inimigo” e que “o terrorismo é uma obrigação do Islã”.

O clérigo estava dizendo que os muçulmanos rejeitam o atentado de extremistas a Paris em novembro de 2014 e que a religião é da paz.

O simpatizante do Estado Islâmico sabia que o culto estava sendo filmado e não se importou em mostrar seu rosto para a câmera.

Ao sair da mesquita, ele tirou a camisa para expor uma camiseta identificando-se em árabe como seguidor do Estado Islâmico.

Até agora, a Polícia Federal não conseguiu localizar o extremista, não se sabendo, portanto, da sua nacionalidade.

O clérigo disse desconhecer o simpatizante do terrorismo. Acrescentou que a mesquita está aberta para quem quiser entrar.

A mesquita comunicou que, a partir de agora, ela própria vai filmar os cultos, para entregar as imagens às autoridades, se necessário.

Nas investigações, a Polícia Federal acabou descobrindo um frequentador da mesquita é que suspeito de ser militante da Al-Qaeda.

Trata-se de Adlène Hicheur, um físico com nacionalidade francesa que veio ao Brasil como bolsista do CNPq e professor visitante da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

'Terrorismo é obrigatório do Islã'



Com informação da CNN e de outras fontes e imagens do Youtube.





Brasileiro convertido ao islã diz ser preciso mais apedrejamento

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...