quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Carta aberta pede 'basta' à morte de ateus em Bangladesh

Assassinados pela intolerância islâmica: Ahmed Haidar,
Avijit Roy, Oysiqur Babu, Ananta Bijoy Das e Niloy Neet
Em carta aberta, a IHEU (União Internacional Humanista e Ética) pediu às autoridades de Bangladesh que deem um basta aos assassinatos de ateus que escrevem blogs em defesa da separação entre Estado e Igreja.

Desde 2013, radicais islâmicos assassinaram a machadadas cinco blogueiros ateus -- quatro deles em 2015. O ataque mais recente foi a Niladri Chatterjee, que assinava seus textos como Niloy Neet.

Entidades de direitos humanos, Repórteres Sem Fronteiras, humanistas, ateus e religiosos também subscreveram a carta aberta. [Link da lista completa]

A IHEU exigiu do primeiro-ministro Sheikh Hasina e do presidente Abdul Hamid mais empenho para prender os assassinos e que impeçam a polícia de colocar a culpa nos ateus pelos assassinatos.

O chefe da polícia chegou a advertir blogueiros ateus para que “não critiquem a religião de ninguém” e que quem defendesse o humanismo poderia ser preso sob a lei que regula a internet.

A polícia prendeu três suspeitos de matarem Niloy Neet. Um deles tem cidadania britânica. Todos estariam ligados à Al-Qaeda.





Sete países têm lei de pena de morte a ateus, revela relatório

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...