Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Angelina Jolie afirma que para ela não precisa existir um deus

Atriz diz que decisões
 devem se tomadas
 pela razão 
Perguntaram à Angelina Jolie (foto) se Deus existe. Respondeu que “sim”, mas para algumas pessoas, porque, para ela, “não precisa existir um deus”.

O ateísmo assumido e suave de Jolie talvez tenha sido deflagrado ou reforçado pela influência em sua vida da obra de Ayn Rand (1905-1982)

A filósofa norte-americana de origem judaico-russa ensinava que cada pessoa deve definir seus valores e tomar decisões com base na razão. Sem interferência do sobrenatural.

Em uma entrevista de 2008, Angelina contou que a sua mãe era católica, mas nunca a forçou a ir à Igreja.

Disse que a mãe nunca rezava. “Se as coisas não faziam sentido para ela, ela simplesmente não aceitava.”

A bela atriz norte-americana é a descrente famosa mais citada pela nova geração de militantes ateus. Não pelo que diz sobre a inexistência de Deus — ela fala pouco sobre o assunto —, mas pelo exemplo de vida que dá, demonstrando que para ser bom não precisa acreditar em uma divindade.

Além de atriz, ela é cineasta, roteirista e dubladora, mas encontra tempo para se dedicar a causas humanitárias. É embaixadora da Boa Vontade para o ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados).

Em janeiro de 2015, ao visitar acampamentos de refugiados curdos, ela pediu aos líderes mundiais e religiosos que dessem um fim ao terror promovido pelo Estado Islâmico na Síria e Iraque.

Escreveu um artigo para o The New York Times sobre a visita.

“Por muitos anos visitei acampamentos, e todas as vezes, eu me sento em uma barraca para ouvir histórias. Eu tento fazer o meu melhor para dar apoio. Para dizer algo que vai mostrar solidariedade e dar algum tipo de orientação. Nesta viagem eu fiquei sem palavras”, disse.

“O quê dizer a uma mãe com lágrimas correndo pela face, que diz que a sua filha está nas mãos do Estado Islâmico, e diz que desejaria estar lá também? Mesmo que tivesse que ser torturada e estuprada, ela diz, seria melhor do que não estar com sua filha”.

Casada com o ator Brad Pitt, Jolie tem seis filhos — três biológicos e três adotivos. É mãe dedicada.

Angelina nasceu em Los Angeles (Califórnia) no dia 4 de julho de 1975. É filha dos atores Jon Voight e Marcheline Bertrand.

Ela atuou em mais de 40 filmes, muitos deles comerciais, sem nenhum engajamento ideológico ou político.

Começou a chamar a atenção como atriz ao interpretar a heroína de videogame Lara Croft em Lara Croft: Tomb Raid (2001).

Em sua filmografia se destacam, também, The Cradle of Life (2003), Mr. & Mrs. Smith (2005), ), A Mighty Heart (2007) e Changeling (2008), Wanted (2008), Salt (2010) e The Tourist (2010).

Estreou na direção com In the Land of Blood and Honey (2011), um filme sobre guerra.

Ganhou vários prêmios, incluindo dois Oscars.

Ela causou polêmica ao anunciar em maio de 2013 que tinha se submetido a uma mastectomia preventiva de câncer de mama e em março de 2015 informou ter retirado os ovários e as trompas.

As intervenções foram recomendadas por médicos por causa do risco de ela ter a doença em decorrência de forte herança genética. A mãe de Angelina, uma avó e uma tia morreram em consequência de câncer.

Na referida entrevista de 2008, Angelina contou que em um Natal ganhou de Brad Pitt (também ateu) um livro sobre todas as religiões.

“É essa a maneira que planejamos criar nossos filhos", disse. Ensiná-los sobre todas as religiões. Eles podem escolher uma ou estudar todas.”

Com informação das agências, Wikipédia e outras fontes e foto de divulgação.





Brad Pitt diz que sua infância foi sufocada pela religião da família

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...