terça-feira, 5 de maio de 2015

Irã proíbe corte de cabelo que indica 'adoração ao demônio'

Neymar, Supla, Luan e
Tony Ramos teriam no
Irã cabelo diabólico
O governo do Irã proibiu cortes que deixam os cabelos com irregularidades e arrepiados por entender que essa “natureza não ortodoxa” indica “adoração ao demônio”.

A proibição inclui adornos masculinos, como tatuagens, bronzeamento artificial e depilação de sobrancelhas por homens.

Irã é uma república islâmica que tem como líder supremo Ali Khamenei. Toda a legislação do país está subordinada ao direito islâmico, a Sharia. No país, não há separação entre política e religião.

Mostafa Goyahi, chefe da União dos Barbeiros do Irã, disse que o profissional que cortar cabelo no estilo de adoradores do diabo terá cancelada a licença de funcionamento de sua loja.

Apesar da proibição, os jovens mais corajosos vão continuar ostentando corte “esquisito” de cabelo, à moda Ocidental, recorrendo a cabeleireiros clandestinos.

Goyahi disse que haverá uma caça a esses cabeleireiros, para que sejam punidos.

Entre os brasileiros famosos que pelo critério islâmico usam ou já usaram corte diabólico de cabelos estão Neymar, Supla, Luan e Tony Ramos, ao interpretar "Otávio" na novela "Guerra dos Sexos", todos nas fotos acima.

Com informação das agências.





Sete países têm lei de pena de morte a ateus, revela relatório


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...