Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Curandeiro João de Deus cobra na Austrália R$ 711 por paciente

Estrangeiros desesperados por cura se submetem ao brasileiro
João Teixeira de Faria, o João de Deus (foto), estará no próximo mês na Austrália, durante três dias no Parque Olímpico de Sydney. Cobrará US$ 295 (R$ 711) por um dia ou US$ 795 (R$ 1 917) pelos três. Ele vai fazer “cirurgias espirituais” para “curar” os mais diversos tipos de doenças.
O repórter Ean Higgins, do The Australian, publicou que João de Deus, que se descreve como um “simples agricultor”, aparece em um vídeo de seu site “operando” o seio provavelmente com câncer de uma mulher.

“Ela está de pé, vestida de branco, e Faria, também de branco, risca o seio com um bisturi. Em seguida, ele coloca o dedo nu na ferida, com a mulher de olhos fechados, que permanece calma, mas acaba estremecendo um pouco.”

O repórter informou também que, todo o ano, milhares de estrangeiros “desesperados por uma cura” vão ao Brasil e pagam “quantias substanciais” a Faria, que lucra com a fé alheia dizendo que é portador do poder de grandes curandeiros.

Escreveu que Faria, entre outras curas, se gaba de ter ressuscitado um homem que havia sido morto cinco horas antes.

Higgins informou que cada australiano que vem ao Brasil para uma sessão com o curandeiro gasta em média US$ 2 000 (R$ 4.822). Disse que Faria também vende ervas aos australianos pelos Correios. Ele cobra US$ 76 (R$ 184) por um pacote de cápsulas, após fazer uma avaliação de uma foto do paciente enviada pelos Correios.

Stephen Parnis, presidente da Associação Médica Australiana, afirmou estar preocupado com a “técnica” de João de Deus. “Cortar a pele com bisturi não esterilizado e tocar na ferida com mãos sem luva são procedimentos que submetem as pessoas a risco. Eu, como médico, fico apavorado.”

Ele afirmou ser “extremamente cético” em relação a João de Deus. “Eu acho difícil ver qualquer motivação além do lucro dele e de sua organização.”

A legislação australiana não veta o tipo de exibição de João de Deus. Mesmo assim as autoridades vão monitorá-lo com a expectativa de que cometa alguma irregularidade.

Peter Dutton, porta-voz do Ministério da Saúde, comentou: “Pessoas com doenças graves, que muitas vezes se encontram em situação muito vulnerável, devem consultar médicos qualificados, e não pessoas cujo conhecimento sobre medicina não pode ser verificado”.




João de Deus 'usa velhos truques', diz James Randi
setembro de 2012


Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...