terça-feira, 10 de junho de 2014

Dawkins surpreende ao afirmar que se considera 'cristão laico'

Richard Dawkins
Ateu britânico se comparou aos
judeus que não creem em Deus
Apontado como o mais radical dos ateus famosos dos atuais dias, Richard Dawkins (foto), 73, causou chamou a atenção da imprensa britânica, como o The Guardian, e de sites cristãos ao afirmar em uma feira literária no País de Gales que se considera um “cristão cético”. “Se vocês quiserem, podem me chamar assim."

O biólogo britânico admitiu ser “como aqueles judeus laicos que têm um sentimento de nostalgia apreciação pelas cerimônias”.

O site católico português Aleteia se manifestou surpreso porque, afinal, Dawkins “escreveu e disse as piores coisas sobre o cristianismo em geral e sobre o catolicismo em particular”.

O americano Christian Post, que procura ser menos opinativo, dedicou um texto de 500 palavras à notícia. The Telegraph deu destaque à nostalgia de Dawkins, criado em família anglicana, pelos cerimoniais da igreja. “O biólogo evolucionista afirmou que, embora não acredite nos elementos sobrenaturais cristãos, ele valoriza o lado cerimonial da religião.”

Diferentemente do que muitos cristãos gostariam que houvesse, não está ocorrendo o milagre da reconversão de Dawkins ao cristianismo.

Dawkins, de fato, tem feito críticas duras às crenças e aos religiosos, mas  talvez na média (por assim dizer) de suas manifestações ele não seja tão intransigente como acusam seus adversários.

Apesar da surpresa da imprensa, não é a primeira vez que ele diz estar sob a influência do cristianismo, até porque, tem ressaltado, não há como escapar desse caldo cultural quando se nasce e é criado em uma família e país cristãos. Assim como acontece com os judeus ateus.

Dawkins elogia com frequência a Bíblia, a qual, segundo ele, por conter histórias mitológicas, é uma riqueza cultural que foi sequestrada pelos religiosos.

Na recente feira literária do País de Gales, o biólogo apresentou o primeiro volume de sua memória (ainda sem previsão de lançamento no Brasil). No livro, ele conta que se tornou ateu na adolescência quando tomou conhecimento da teoria da evolução de Darwin.

Afirmou que lamenta ter dado o nome de “O Gene Egoísta” a um de seus livros. "Gene egoísta dá a ideia errada de que eu estava dizendo que as pessoas são egoístas ou deveria ser egoísta. Mas são os genes que são egoístas, e não os indivíduos.”

Na plateia, um pastor americano disse a Dawkins que não acredita em milagres nem que Jesus tenha ressuscitado, o que não o impedia de pregar os ensinamentos de Cristo.

Foi quando o biólogo disse que se considera um “cristão laico”, não havendo contradição disso, o que não ocorria com o pastor.

“Mas se você não acredita no sobrenatural, não está claro para mim como pode se declarar pastor”, disse Dawkins.

Com informação do The Guardian, Aleteia e outras fontes e foto de domínio público.





Metade dos judeus americanos duvida da existência de Deus
maio de 2012


Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...