Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Ateia não aguenta proselitismo de pastor e sai de casamento

Pastor criticou
 governo por não punir
 homossexuais e ateus 
por Andrelisa Ferreira
para Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos)

Gostaria de compartilhar com vocês o que presenciei este final de semana.

Fui ao casamento de uma prima minha e, assim que o pastor começou a falar, percebi que ele estava ali não para fazer o casamento, e sim para evangelizar.

Ele começou falando que o casamento legítimo é somente entre homem e mulher e que o casamento homossexual é aberração e não deveria existir.

Depois de falar muito de traição e divórcio, e que devemos, ou melhor, que somos obrigados a casar somente uma vez, o pastor disse que a mulher deve ser submissa ao homem, e que o homem deve castigar seus filhos e se fazer o “macho” da casa. Caso a mulher não obedeça, o homem não será obrigado a manter seus votos.

O pastor falou ainda que o deus dele não ama nem ajuda os viciados e os homossexuais, e que não podemos manter o governo atual no poder porque ele ajuda em invés de punir agnósticos, homossexuais e ateus.

Isso tudo ele falou em vinte minutos, e eu fui obrigada a sair do local de tão nervosa que fiquei e não vi minha prima se casar por causa de um babaca ignorante que não sabe respeitar ninguém, difundindo um papo de que vamos arder no inferno se não fizermos todas as vontades de deus, se não paramos de acessar a internet e usar o celular e se deixamos de usar aliança de nosso relacionamento.

Ele levantou a mão e ficou sem graça quando percebeu que estava sem a aliança. Aí ele falou que tinha tirado a aliança para orar.

Infelizmente, é isso que somos obrigado a ver.

Este texto foi publicado originalmente no Facebook.





Novo filme do Super-Homem faz proselitismo cristão
junho de 2013

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...