Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Rio vai gastar R$ 1 milhão na construção de macumbródomo

Espaço Sagrado terá  ícones religiosos e será
 destinados aos rituais da macumba e umbanda
A Secretaria do Estado do Meio Ambiente do Rio de Janeiro vai gastar cerca de R$ 1 milhão dos cofres públicos para construir em uma área de 4.500 m² o Espaço Sagrado.

Trata-se de local na Curva do S, no Alto da Boa Vista, na Zona Norte do Rio, que será reservado aos rituais da macumba e da umbanda. A revista Istoé chamou o espaço de macumbódromo.

Carlos Minc, titular da secretaria, tomou a decisão com o pretexto de que os rituais das religiões de afrodescendentes deixam as oferendas aos orixás nas encruzilhadas da áreas urbanas, o que, segundo ele, reforça a “perseguição” aos devotos da macumba e de outras crenças.

O Espaço Sagrado terá 15 recantos com totens de orixás, placas com explicações dos rituais e dois banheiro.

Minc não informou quando será o custo mensal de manutenção do local.

A construção do macumbódromo é ilegal porque, pela Constituição brasileira, nenhuma instância do governo pode destinar direta ou indiretamente recursos em obras ou em atividades ligadas a crenças religiosas.

O Rio de Janeiro tem aberto com frequência os cofres do dinheiro dos contribuintes para eventos religiosos, como a visita do papa Francisco e a Marcha para Jesus.

Com informação da Istoé, entre outras fontes.






Número de espíritas está em ascensão e chega a 3,8 milhões
junho de 2012 

Religião no Estado laico


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...