Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Diário de um infartado: que Estado laico é este?

Paulo Roberto Lopes
Passeio pela internet
enquanto o bisturi não vem
No domingo pela manhã, uma simpática senhora e uma jovem entraram no meu quarto e se apresentaram: “Somos da Pastoral da Saúde e estamos aqui para informar que hoje às 10h haverá missa na capela do hospital.”

Elogiei o desprendimento das duas, o empenho delas em prestar apoio a pessoas em momento de fragilidade física e emocional. Disse que a minha mulher, que é católica e que tem estado sempre ao meu lado nestas horas, provavelmente iria à capela.

“Os enfermos também podem assistir à missa”, disse a senhora.

Respondi que estava grato pelo convite, mas que sou ateu. Só acredito na ciência, e ainda assim com reservas, porque há muito ainda o que se pesquisar e a descobrir.

A senhora então começou a falar de doentes que tinham sido salvos por milagres e que Deus é tão bondoso que até quem não crê Nele obtém a Sua graça.

Pensei: “Depois de um infarto, só me faltava esta: ter de suportar um proselitismo religioso”.

Procurei dar um recado sutil para a pregadora: “Eu sou ateu, mas você não precisa se preocupar porque não tentarei desconvertê-la, da mesma forma que, acredito, você terá a delicadeza de respeitar a minha descrença”.

Ela entendeu o recado e se despediu dizendo que ia rezar por mim. Agradeci, mais uma vez, a bondade dela.

E me perguntei: “Que raio de Estado laico é este que tem uma capela em uma hospital público?”





Hospital extingue capela e cria espaço laico; arcebispo protesta
junho de 2010

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...