Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Autocensura faz comediante desistir do 'Didi Maiscedo’

Turma do Didi Maiscedo, do Pânico na Band
Pastor interpretado por Carioca tirava demônio de eletrodomésticos
O comediante Marvio Lucio, o Carioca, do “Pânico na Band”, desistiu do quadro “A Turma do Didi Maiscedo”, embora viesse obtendo boa audiência. “Eu me antecipei [às pressões]”, disse ele. 

O quadro, que estava no ar havia quatro semanas, se inspirava no Edir Macedo, chefe da Universal, e no programa “Fala que eu te Escuto”, que a mesma igreja apresenta na TV Record.

O personagem foi substituído por “Marcelo Sem Dente”, que se inspira no repórter policial Marcelo Rezende, também da Record.

“Didi Maiscedo” tinha o jeitinho de falar do Macedo [ver vídeo abaixo]. O personagem tirava demônios de aparelhos domésticos, além de dar conselhos a fiéis que telefonavam para o programa. Demonstrava avidez pelo dinheiro dos fiéis.

O quadro não se resumia a parodiar Edir Macedo, porque fazia referências às outras religiões. Em um episódio, por exemplo, “Maiscedo” recomendou a um proctologista que perdera seu anel de casamento em um paciente a rezar para madre Tereza de Calcutá.

Carioca se queixou: “Eu estava com freio de mão puxado. Religião é difícil. Meu conteúdo estava restrito”.

Pesou na decisão pela desistência do quadro a polêmica em torno do pastor e deputado Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minoria.

“Esse clima de incitação religiosa assusta”, disse. “Não vale a pena fazer humor com preocupação.”

"Joga dinheiro, joga agora!"






Com informação do Youtube e do Yahoo! TV 

Jesus combate zumbis em curta de humor com muito sangue
fevereiro de 2013

Religião contra liberdade de expressão


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...