Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 30 de março de 2013

Cantora evangélica compara homossexuais aos drogados

Joelma concilia a exposição do
seu corpo com fanatismo religioso
A cantora Joelma (foto), da banda Calypso, afirmou que conhece pessoas que lutam contra a sua homossexualidade, em um processo muito difícil e de sofrimento. “É como um drogado tentando se recuperar”, disse em uma entrevista à Época. “Conheço muitas mães que sofrem por terem filhos gays.”

Embora evangélica (ela se converteu há quatro anos), Joelma se apresenta com roupas exóticas e coxas à mostra. “Uso aquelas roupas curtas e rebolo, mas, quando falo de Deus, todo mundo entende”, disse. Falou que suas roupas sexy não invalidam a sua fé.

A comparação entre gays e drogados teve forte repercussão nas redes sociais. Entre os famosos, a atriz Betty Faria comentou: "O mundo à beira de uma guerra nuclear, e os seres inferiores, do mal, das trevas, se preocupando com cura de gays. Curem as vossas almas".

Joelma respondeu as críticas pelo Twitter, no perfil oficial da banda. Afirmou a sua afirmação foi entendida errada. “Eu não comparei gays às drogas. Disse que a recuperação [de gays] é tão difícil quanto [à de drogados], mas Deus faz o impossível."

"Falo em recuperação porque conheço pessoas que saíram dessa. Foi muito difícil, mas Deus pode absolutamente tudo”, emendou. "Meu melhor amigo e confidente é gay e apesar das nossas diferentes opiniões somos amigos.

Apesar de suas opiniões que, com base na Bíblia, condenam as homossexualidade, Joelma é um ícone gay.

“Tenho muitos fãs gays, mas a Bíblia diz que o casamento gay não é correto e sou contra”, disse. Falou que, se tivesse um filho gay, “lutaria até a morte para fazer sua conversão”. Mas afirmou que não é homofóbica.

O guitarrista Chimbinha, seu marido e parceiro na banda, também é evangélico, mas não tão devoto e contraditório quanto Joelma.

Ela contou que se converteu ao evangelismo em um momento que sofria uma estafa por causa do excesso do trabalho. “Maltratei meu organismo porque trabalhava todos os dias da semana e tive um piripaque, uma alergia crônica que quase me sufocou. Deus salvou minha vida”.





Com informação do portal Terra, entre outras fontes.

Jovem da direita religiosa pede prisão para os homossexuais
março de 2013
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...