Ateus querem ajuda de Obama para que Indonésia liberte Aan

Alexander Aan
Ann foi condenado a 2,5 anos de
prisão por se declarar ateu
O CI (Center for Inquiry), uma organização de humanistas e ateus, colocou na internet uma petição com o objetivo de convencer o presidente Barack Obama a pedir ao presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, a libertação de Alexander Aan (foto), 31, que foi condenado a 2,5 anos de prisão por escrever no Facebook que Deus não existe.A petição tem de obter 25.000 adesões até 16 de agosto. 

Depois de se livrar do risco de linchamento, Aan foi preso em janeiro deste ano sob a acusação de blasfêmia. Na internet, ele também escreveu que Maomé teve relações sexuais com a empregada da mulher dele, o que agravou a sua situação.

Paul Fidalgo, diretor de comunicação de CI, disse que Aan corre risco de morte. O indonésio já teve de ser transferido de prisão uma vez porque os detentos passaram a agredi-lo quando descobriram que tinha sido preso por ser ateu.

Sem se referir ao caso de Aan, Yudhoyono disse que a Justiça respeita o direito de descrença, desde que os ateus “não incomodem os religiosos”.

A maioria da população de 236 milhões da Indonésia é muçulmana. As religiões minoritárias são budismo, hinduísmo, catolicismo, protestantismo e confucionismo. O governo de Yudhoyono já foi acusado de perseguir os católicos, com o fechamento de igrejas.

Apesar do otimismo do CI, são poucas as chances de o Obama ou mesmo a Casa Branca interceder a favor de um ateu preso na Indonésia neste ano de eleições presidenciais nos Estados Unidos.

Muçulmanos pedem decapitação do indonésio que disse ser ateu.
fevereiro de 2012

Alexander Aan.

Comentários

  1. vamos ser justos tb, eu acompanhei esse caso ele nao disse só isso ele ofendia de forma agressiva religiosos, palavroes acho que prisao é exagero eu concordo, mas uma atitude sobre esse ai deveria ser tomada.. fazer uma piada é uma coisa calunias é outra...

    ResponderExcluir
  2. Cala BOCA !. seu bosta. DEUS NÂO EXISTE !. E OQUE ME SURPREENDE QUE TODO SABE DISSO e se recuca a ACEITAR.

    ResponderExcluir
  3. Ainda que ele tenha dito palavrões contra pessoas religiosas a prisão é por demais um exagero.
    Agora que todos saibam que Deus não existe ahhhh, meu caro eu truco... o ateísmo é tão ato de fé quanto acreditar em Deus. não existe meios de provar ou não a existência de Deus. então digo que o único bosta aqui é você, deveras ingenuo e tolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ônus da prova está nas mãos de quem faz a afirmação. Os teístas e religiões que devem provar a existência de deus, não os céticos.
      Fizeram uma contagem de quantos deuses já foram e ainda são acreditados no mundo, chegaram a 2870 deuses. Você já desprovou a existência dos outros 2869 que você não acredita? É imaginei que não.
      Todos nascemos ateus, quem nasce aqui vira cristão, quem nasce na Índia vira hinduísta, quem nasce no Irã, vira muçulmano. O deus que você acredita é meramente um acidente geográfico.
      Quem é o ingênuo e tolo agora?

      Excluir
    2. Ué, não são os crentes que afirmam que "deus habita no meu coração, no meu ser, no meu espírito" e toda aquela baboseira de presença divina, espírito e tal? Então, quem deve provar são os crentes, e não o contrário!

      Excluir
    3. A posição que eu tenho é Agnóstico, ou seja, não tenho conhecimento da existência de um Deus e sua existência ou inexistência são irrelevantes.

      Excluir
    4. Na verdade, não é correto dizer que todos nascemos ateus. Ateísmo é resultado de reflexão, e bebês não fazem considerações filosóficas. O sujeito se torna ateu após conhecer a religião e chegar à conclusão de que as premissas dela são falsas. Só aí é que ele cria juízo. :)

      Excluir
    5. Isso é apenas uma questão semântica, se ateu é alguém que não acredita em Deus um bebê pode ser considerado ateu. Da mesma forma que um Índio Pirarrã pode ser considerado ateu pois este não admite e nem ao menos supõe o sobrenatural.
      A existência de Deus é uma questão irrelevante, mas a crença nas diferentes formas de Deus é um dos maiores problemas que a humanidade já viveu e vive.

      Excluir
    6. Concordo plenamente com o Caruê, falou tudo.

      Excluir
    7. @Luan Felipe Cunha, Styper,- nem todos são crentes no Brasil.
      Eu sou budista e "não acredito" em um "deus único" e tão menos em um deus universal.
      O que mais fico indignado é a generalização dos ateus em dizer "Todos nascemos ateus, quem nasce aqui vira cristão, quem nasce na Índia vira hinduísta, quem nasce no Irã, vira muçulmano. O deus que você acredita é meramente um acidente geográfico."- isso é um embute propagado por "papagaios ateus" que repetem tudo que "seus mestres" dizem.

      Excluir
    8. Cara, diga o que quiser, o fato é que religião geralmente é mera questão cultural. Nasceu num país muçulmano, então você tem uma probabilidade gigantesca, quase 100%, de você ser muçulmano também, e isso vale para países judaicos, cristãos, hindus e etc. Não se pode negar isso. A fé que os muçulmanos tem em Maomé é exatamente o mesmo que os cristãos tem em Jesus

      Excluir
    9. É Luan, ele ainda tem coragem de reclamar que usei um argumento que, acho que foi Richard Dawkins que usou, e ainda fala que é budista, ou seja, segue a mesma ideologia de outras pessoas. Eu que sou o papagaio? Eu que tenho mestre? Um bom argumento é um bom argumento.
      Quase que todas as vezes que um religioso posta algum comentário sobre religião, sempre há uma falácia lógica, não sei nem porque isso me impressiona ainda, a própria crença em deus(es) ou supernaturalismo já é por si só, ilógica.

      Excluir
    10. "Cara, diga o que quiser, o fato é que religião geralmente é mera questão cultural."
      O Brasil é um país cristão?- o estado não é laico?pela forma que vocês colocaram nos posts generalizam a crença como os cristãos os fazem para propagar a intolerância e o ódio.
      A visão xenofóbica, intolerante e discriminatória de alguns ateus é o que impede o diálogo aberto com outras religiões que procuram o diálogo com os mesmos.

      Eu sou filho de judeus e meus pais me deram a liberdade de escolher minha crença, tendo optado pelo budismo.
      A "fé" que eu não tenho em nenhum deus, não me faz no direito a ofender com palavrões outros que acreditam. Eu acredito como budista que devemos usar o diálogo e aproximação com todos sem discriminar e condenar qualquer ato de intolerância, seja contra ateus,judeus, cristãos, budistas e etc.

      Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2012/07/ateus-querem-ajuda-de-obama-para-libertar-aan.html#ixzz20zwvXGBa
      Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem.

      Excluir
    11. "Um bom argumento é um bom argumento"
      Adágio populares sendo usados por ateus para justificar pensamentos errados?
      Eu não citei "nenhum mestre", e você já veio com um dos "papas" do ateísmo"-Richard Dawkins, eu não usei sequer nenhum argumento ligado a minha crença.
      Isso mostra sua intolerância em não querer aprofundar o debate, vindo com evasivas e ataques sem nenhum sentido.
      Eu não fico assustado que não tenha lido meu texto no todo, se tivesse, teria lido que um deus universal e um deus único, tão menos sou acredito em qualquer deus. O fato de eu acreditar em uma lei que rege o universo não fez desrespeitar com ofensas que acredita em deus(es), a ignorância e o preconceito também faz parte da bazófia de alguns ateus.

      Excluir
  4. Acho que a petição tem apenas 1.565 assinaturas (Total signatures on this petition), e faltam 23.435 para chegar até 25 mil em 16 de agosto (Signatures needed by August 16, 2012 to reach goal of 25,000).

    ResponderExcluir
  5. Alguém que disse que não há deus não é inteligente e ele deve mostrar que deus não existe. Qualquer um pode dizer qualquer coisa, mas tem de provar que Deus não existe. Esse país tem leis diferentes do que nos EUA, ele sabia o que estava fazendo eo que aconteceria com ele. Você ofende Milhões de pessoas e do que quero ir sem quaisquer consecuenses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ônus da prova, meu filho.
      Faço das palavras do Styper, as minhas.
      São vocês, religiosos, que afirmam há séculos que deus existe, não estamos aqui pra provar, mas sim para desconfiar, questionar e partir para o lado "lógico" da coisa.
      Provem vocês, sem falácias por favor, que deus existe. Aí sim, quero ver.

      Excluir
    2. Vou repetir meu comentário acima, se me permite:

      "Ué, não são os crentes que afirmam que "deus habita no meu coração, no meu ser, no meu espírito" e toda aquela baboseira de presença divina, espírito e tal? Então, quem deve provar são os crentes, e não o contrário!"

      Excluir
    3. @Luan Felipe Cunha, Styper,- nem todos são crentes no Brasil.
      Eu sou budista e "não acredito" em um "deus único" e tão menos em um deus universal.
      O que mais fico indignado é a generalização dos ateus em dizer "Todos nascemos ateus, quem nasce aqui vira cristão, quem nasce na Índia vira hinduísta, quem nasce no Irã, vira muçulmano. O deus que você acredita é meramente um acidente geográfico."- isso é um embute propagado por "papagaios ateus" que repetem tudo que "seus mestres" dizem.

      Excluir
    4. Anônimo18 de julho de 2012 14:22
      Não tenho mestres nem senhores, até porque ateísmo não implica que eu tenha que obedecer ou concordar com ninguém. Se tem problemas com pessoas que possuem idéias similares, sugiro que largue o budismo, afinal, você me questionou por ter usado o mesmo argumento que ateus famosos já usaram.
      E sim, todos nascemos ateus, mas obviamente quando expliquei sobre a geografia das religiões, estava me referindo às maiorias e à indocrinação que ocorre do berço, como ocorreu comigo, visto que sou ex-cristão. Se não consegue perceber que a localização geográfica afeta a chance de um recém-nascido se tornar religioso de alguma religião famosa, então só lamento, não posso pensar por você.

      Excluir
    5. "Se tem problemas com pessoas que possuem idéias similares, sugiro que largue o budismo, afinal, você me questionou por ter usado o mesmo argumento que ateus famosos já usaram."- a semântica não seria a mesma?-largue o ateísmo e procure o budismo? O que o faz pensar de "impor" sua crença na inexistência de deus" sobre alguém que não acredita em um deus?
      O que mais me impressiona é a falta de lógica de alguns ateus quando vem ao debate com alguém que não é cristão, islâmico, judeu e etc.
      Eu não questionei o fato da "maioria ser cristã" no Brasil, e sim a generalização do assunto sem dados confiáveis.
      Eu nasci em lar judeu e não tive problemas para tornar-me budista.
      Eu tenho que concordar que a localização geográfica interfere em alguns casos a religião e crença de muitos, porém nem todos estão sujeitos a seguir a mesma crença, podendo optar por ter ou não uma religião.

      Excluir
  6. Falar que o Saci Pererê não existe é um ato de fé assim como acreditar nele. Ninguém até hoje provou que Saci não existe. Prove!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ain mas o graig disse q saci n é metafiicosico ainaian


      Malditos apologistas.

      Excluir
  7. Eu quero é ver alguém me provar que a mula-sem-cabeça não existe!!

    ResponderExcluir
  8. Como provar que uma coisa não existe?
    Não mostrando ela.

    ResponderExcluir
  9. a crença em Deus vem do medo da infancia assustada do ser humano

    ResponderExcluir
  10. se cada pessoa fosse presa por ofender a religião ou qualquer outro fator ligado a religião, a maioria dos católicos estariam presos, por ofender os ateus (ateísmo) e ate mesmo algumas religiões diferentes!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. quem devia ser preso e quem o prendeu e não ele!

    ResponderExcluir
  13. "O indonésio já teve de ser transferido de prisão uma vez porque os detentos passaram a agredi-lo quando descobriram que tinha sido preso por ser ateu."

    Se fosse SÒ um assassino tava beleza né? valeu religião!

    ResponderExcluir
  14. O indonésio já teve de ser transferido de prisão uma vez porque os detentos passaram a agredi-lo quando descobriram que tinha sido preso por ser ateu. 
    PQP! Se ele fosse assassino, estuprador ou ladrão, tudo bem né. E o pior é que ficamos impotentes sem fazer nada pelo ateu Aan. Só espero que depois que ele cumprir a pena dele, receba asilo num país minimamente democrático, já que esse brejo chamado Indonésia não passa de um país fascista travestido de moderno. Além disso, os imãs e aiatolás f.d.p. é que têm que mostrar que deus existe. Religiosos hipócritas!

    ResponderExcluir
  15. É hora de fazerem Rambo V - Resgate na Indonésia.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo budista

    Sua correção está perfeita, porém não faça tempestade em copo d'água. Foi apenas uma questão semântica.

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  17. Lembrete aos Ateus : Nunca blasfemar o Islamismo. É uma ditadura religiosa, e têm sua própia lei ( Sharia ) para quem, segundo eles " blasfemar " contra o islã ou seja, apenas você questionar a existência do deus deles pode ser condenado á morte.
    Condordo com uma coisa do Anõnimo budista, que não devemos fazer generalizações das pessoas e suas crenças. Sou contra o fundamentalísmo das religiões. claro que nascemos ateus, não sabemos de nada, não entendemos nada até crescermos e mudarmos. É ver em pleno século 21, que ainda há povos com mentes tao retrógadas e preconceituosas. Vamos deixar de ser um povo primnitivo, né Islã ?

    ResponderExcluir
  18. E o amigo imaginário das pessoas continua assassinando em série...

    ResponderExcluir

Postar um comentário