Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 20 de maio de 2012

Marcha para Jesus no Rio contou com verba de R$ 2,48 milhões

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou R$ 2,48 milhões para a realização ontem (sábado, 19) da Marcha para Jesus, que reuniu cerca de 300 mil evangélicos de diferentes denominações. Foi a primeira vez que o evento no Rio contou com verba oficial e apoio institucional da Rede Globo.

O dinheiro foi aprovado para a montagem de palco, sistema de som e decoração. O pastor Silas Malafaia, um dos responsáveis pela organização da marcha, disse que vai devolver R$ 410 mil porque o encontro teve também o apoio de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

“O povo de Deus é correto”, disse. “Quero ver a parada gay devolver algum dinheiro de evento.”

Pela Constituição, que determina a laicidade do Estado, a prefeitura não pode conceder verba à atividade religiosa. Mas o prefeito Eduardo Paes (PMDB), que compareceu à abertura da marcha, disse que o seu papel é apoiar todos os eventos, como os evangélicos e católicos e a parada gay.

A marcha começou às 14h e contou com sete trios elétricos, que partiram da Central do Brasil rumo à Cinelândia. Na multidão havia faixas com dizeres contra o projeto de lei que criminaliza a homofobia.

“Os evangélicos podem criticar a conduta dos homossexuais  porque a Constituição garante liberdade de expressão”, disse Malafaia. “Não discriminamos os homossexuais, mas condenamos o homossexualismo.”

O Jornal Nacional noticiou a marcha, dando destaque a Malafaia.

Com informação de O Globo.

TJ impede que cidade paulista gaste dinheiro com Marcha para Jesus.
março de 2012

Marcha para Jesus.     Religião no Estado laico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...