Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 6 de maio de 2012

Casal de Minas processa padre que recusou batismo ao seu filho

padre Milton Tavares, da paróquia Bom Pastor, de Belo Horizonte
Tavares alegou que os pais
não se casaram na igreja
Um casal de Belo Horizonte, Minas, processou o padre Milton Tavares (foto), da Paróquia Bom Pastor, que se recusou em fevereiro de 2011 a batizar o seu filho com a alegação de que o pai e a mãe não eram casados na igreja.

No processo, o casal argumentou ter sido humilhado e, por isso, reivindica da Igreja Católica uma indenização por danos morais. O valor, no caso de o pedido ser julgado procedente, será definido pela Justiça.

“Houve discriminação, e essa é uma situação que não cabe na sociedade”, afirmou Eduardo Lopes, advogado do casal.

A mãe do garoto tem 23 anos e é promotora de vendas. Ela disse que por dois meses tentou convencer o padre Tavares porque o seu marido e uma tia do seu filho tinham sido batizados naquela paróquia, e ela queria manter essa tradição.

“Nas três vezes que conversei com o padre, cheguei a implorar para ele batizar meu filho, mas ele disse que não podia”, disse. “Fiquei arrasada.”

O padre negou que tivesse causado danos morais, mas o casal anexou ao processo uma fita de áudio de 4 minutos onde, garantiu a mãe, há provas da humilhação.

"Sou religiosa e acredito em Deus”, disse. “Não sou nenhuma fanática, mas esse padre não quis apresentar Deus a meu filho, que é só uma criança, e eu achei isso um absurdo."

O padre Jaldenir Vitório, reitor da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, disse que o seu colega cometeu “um crime canônico”, porque o Código de Direito Canônico estabelece que não se pode negar o sacramento do batismo a ninguém.

O padre Aureo Nogueira de Freitas, vigário para ação pastoral da Arquidiocese de Belo Horizonte, disse que é recomendável que os pais sejam casados na igreja, mas não existe nenhuma orientação para se negar a celebrar o batismo.

A criança foi batizada em outra paróquia.

Com informação de O Tempo.

Padre impede que evangélico seja enterrado em cemitério católico.
novembro de 2011

Intolerância religiosa no Brasil.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...