Evangélico do Piauí é preso por ter quebrado imagem de santa

Foi o terceiro ataque do evangélico à igreja
A Polícia de Teresina (PI) prendeu hoje (13) um homem identificado apenas por Elias sob a acusação de ter quebrado a imagem de Santa Teresinha da igreja do bairro São Pedro, no sul da cidade.

A bancária Marineide Albuquerque, que estava na igreja no momento do vandalismo, disse que conhece Elias porque ele foi catequista da paróquia e que tinha se tornado evangélico.

Falou que estava rezando um terço quando ouviu um barulho, pensando que fosse de um acidente de carro. "Olhamos para trás e vimos a santa no chão e um homem correndo para fora da igreja. Era o Elias.”

Marineide afirmou que o homem se tornou violento quando mudou de religião. O ataque de hoje foi o terceiro à igreja, segundo ela.

“Se as pessoas de outras religiões não acreditam nas imagens, elas têm de respeitar a nossa crença”, disse. “Isso que aconteceu hoje aqui é intolerância religiosa.”

O Piauí é o Estado mais católico do país. Os adeptos da igreja romana representam 87,93% da população, de acordo com o Novo Mapa das Religiões, da Fundação Getúlio Vargas.

Com informação e foto do portal AZ.

Comentários

  1. Protestantismo: Enlouquecendo pessoas desde o século XV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre as 'fazendinhas' do vardomiro...Será que o gado e as fazendas não funcionariam, na verdade, como uma 'Arca de Noé'?? Daí se cobraria apenas pelo ingresso na mesma, e só se pagaria em caso de dilúvio!
      E quem não pagar, que vá pros kiabos! As espécies iniciais seriam duas raposas('edar' e 'vai dormir ô') e uns Burros (os fiéis!).. e os burros teriam grama p/ pastar à vontade..

      Excluir
    2. Religião sempre motivo de loucuras dos fiéis.

      Excluir
  2. Imagine ser ateu aqui no piauí...

    ResponderExcluir
  3. Mais a imagem da santa esburrachada no chão não tem preço kakakaka. E este cara ai é um verdadeiro cristão, lembra que deus mandou matar 3.000 mil pessoas por adorar uma imagem. Sorte que ele não entrou armado e não abriu fogo contra os fiéis.

    ResponderExcluir
  4. Mas nããããão, os evangélicos só querem a paz, odeiam violência.
    Claro que não se pode julgar todos pela atitude de um. A grande maioria dos evangélicos pode pensar coisas horríveis e violentas constantemente, mas se seguram e não machucam ninguém.
    Maaas... Não muda o fato de que essa religião, sim, prega a violência. Esse cara pode ser um doido que não sabe respeitar os outros, mas dentro do contexto de sua religião, ele está certo, pois está seguindo o que diz a Bíblia. Nenhuma novidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema não são os fiéis. Eles são apenas reflexos do traficante da fé, o bispo, o dono do templo, que os manipula induzindo-os a fazer essas coisas, depois tirando o corpo fora.

      Excluir
    2. O problema são os fiéis TAMBÉM. Claro que a principal causa são os líderes, mas isso não diminui a culpa dos fiéis quando eles fazem coisas erradas.
      Não é porque alguém (no caso, um pastor, bispo, etc.) disse para fazer alguma coisa ruim, que você tem que fazer. Onde está o seu discernimento?
      Os fiéis que fazem as coisas que são induzidas pelos líderes religiosos são tão culpados quanto eles. Não existe essa desculpa de "ah o pastor influenciou". Ou você está sugerindo que eles não têm capacidade de julgar por si mesmos o que é certo ou errado? (Na verdade eu acho que eles não têm, e é por isso que se tornaram fanáticos, para ter onde se apoiar, para que alguém dissesse como deveriam viver suas vidas. Mas eles DEVERIAM ter, eles têm cérebros como nós, portanto não podem ser inocentados por não os usarem)

      Excluir
    3. Será que o gado e as fazendas não funcionariam, na verdade, como uma 'Arca de Noé'?? Daí se cobraria apenas pelo ingresso na mesma, e só se pagaria em caso de dilúvio!
      E quem não pagar, que vá pros kiabos! As espécies iniciais seriam duas raposas('edar' e 'vai dormir ô') e uns Burros (os fiéis!).. e os burros teriam grama p/ pastar à vontade..

      Excluir
  5. Não sei quem foi mais ridículo: o cara que quebrou a droga da santa ou a mulher que deu a entrevista idiota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna,mais idiota e você ridicula esta sua opinião de protestantes inuteis como vocês são
      no dia que eu pegar um protestante quebrando uma imagem na minha frente ele vai se a repender de ter nascido isso e vandalismo e desreipeito a crença religiosa.

      Excluir
  6. O Evangélico quer mostrar que a Estátua da Santa nada faz, não reage, apanha e que portanto, não adianta crer numa Estátua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que ele tenha tido esse tipo de pensamento, é complexo demais para esse tipo. Eu apostaria em simplesmente birra.
      Mas mesmo que esse fosse o pensamento, e é um pensamento correto, não dá a ele o direito de quebrar o que não lhe pertence. Se ele queria protestar contra a idolatria de imagens, deveria ter ido numa loja de artigos religiosos, comprado uma estátua de santa, e aí quebrado ela em mil pedaços como bem entendesse - dentro de sua propriedade, para não sujar o terreno alheio ou público. E ninguém poderia reclamar.
      Mas invadir uma igreja e quebrar a santa de lá é um crime, independente da motivação do vândalo.

      Excluir
    2. A biblia é mesma coisa, se queima e não acontece nada.

      Não use argumento pra defender, esse sujeito que quebrou algo por puro preconceito.

      Excluir
    3. E a polícia do Estado Laico defendeu a estátua, após ela ser agredida.

      Excluir
    4. Felipe, estou deduzindo o pensamento do evangélico, estou imaginando que o evangélico está pensando o que eu disse.

      Excluir
    5. Felipe, será que o pensamento do evangélico é: " estou com preconceito e por isso vou quebrar a estátua".?

      Excluir
    6. Analista Man,o problema e que esta faltando
      os Católicos agir como os muçurmanos quando
      comerça usar a violência ninguem falar de mau
      de dos muçurmanos,nem do budismo qrem tira graça com os Católicos pois esta na hora de agir já que ninguem que respeita a crenças dos outros.

      Excluir
  7. AH.....o amor cristão é lindoooo....

    ResponderExcluir
  8. O lado bom disso é que alguns católicos sabendo disso terão menos chance de se tornarem evanjegues futuramente.
    Católicos, hoje, tendem a ter bem menos intolerância que as ovelhinhas.

    ResponderExcluir
  9. Fui católico antes de ser ateu.
    Dentro da ICAR nunca vi uma atitude de grande desrespeito a outras religiões. Sim, a ICAR se afirma como a "igreja verdadeira" e torce o olho para as evangélicas, mas nunca ouvi fala de um católico que teve uma atitude de intolerância dessa com um evangélico.

    A lavagem cerebral dessas igrejas é muito pior que a da ICAR.

    ResponderExcluir
  10. É, querem respeito, mas não me surpreenderia se essa mesma pessoa que exige respeito for uma das que adoraria matar um ateu ¬_¬

    ResponderExcluir
  11. Fiquei aqui pensando, o cara foi preso por quebrar uma imagem de gesso, como era evangelico foi acusado de intolerancia religiosa, mas e se um ateu entrar na igreja e opps, tropeçar sem querer numa santa de gesso e a quebrar em pedaços, o que aconteceria como ele neste país laico abençoado por Deus ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Fiquei aqui pensando, o cara foi preso por quebrar uma imagem de gesso, como era evangelico foi acusado de intolerancia religiosa"
      -Ele foi preso por quebrar uma propriedade privada, isto previsto em lei, ou seja quebrou o que não era dele.
      Claro que foi acusado de intolerância religiosa, ele fez o que fez porque acha que sua religião está certa e a igreja que ele invadiu está errada, se isso não é intolerância religiosa é o que?

      "mas e se um ateu entrar na igreja e opps, tropeçar sem querer numa santa de gesso e a quebrar em pedaços, o que aconteceria como ele neste país laico abençoado por Deus ??"
      -Primeiro, por que um ateu iria entrar em uma igreja?
      Segundo, por que quebrariamos uma estátua que não tem o menor valor para nós?
      Terceiro, se o estado é laico, este não é abençoado por deus algum.

      Excluir
    2. "Ele foi preso por quebrar uma propriedade privada, isto previsto em lei, ou seja quebrou o que não era dele.
      Claro que foi acusado de intolerância religiosa, ele fez o que fez porque acha que sua religião está certa e a igreja que ele invadiu está errada, se isso não é intolerância religiosa é o que ??"

      Não estou questionando a prisão do cara, e eu sei que este foi preso por tambem destruir propriedade privada alem de intolerancia religiosa, o que fiz foi usar uma provocação como premissa para o meu questionamento a seguir.

      "Segundo,por que quebrariamos uma estátua que não tem o menor valor para nós?
      Terceiro, se o estado é laico, este não é abençoado por deus algum."

      Eu não especulei que um ateu invandisse uma igreja e quebrasse propositalmente uma santa, e sim que por convite de um parente ou para prestar um serviço terceirizado, este ateu tivesse de adentrar em uma igreja e TROPEÇAR numa santa e a quebrar. E a frase final foi um sarcasmo meu.

      Excluir
    3. Hum... sim... agora entendi, não entendi que foi sarcasmo, perdão.

      Excluir
  12. Motivos pra não dar créditos aos crentes: se quebra uma estatua cuja o objetivo dela é simbolizar uma santa e não acontece nada, se queima o alcorão, bíblia e ninguém veio do "céu" pra defender esses tais objetos criados pelo homem, e veio alguem defender tal pertence? acho que não.

    O objeto em questão é publico, ou seja quebrar coisas alheias é crime.

    ResponderExcluir
  13. olha, sou ateu e acho errado destruir imagens.
    Saca só, a estatua tá dentro da igreja que é privada, com acesso publico. É como se estivesse destruindo propriedade dos outros... é crime.
    Até concordo que idolatria de imagens é "pecado" perante a tal falada biblia, mas oq eu e o envagelico temos a ver com a opção dos catolicos?

    ResponderExcluir
  14. Intolerantes praticando intolerância com outros intolerantes.

    Isso é melhor que o Barracos de Família!

    ResponderExcluir
  15. Ele com certeza deve ser um louco, como todos os outros fanáticos religiosos!

    ResponderExcluir
  16. sou contra todo e qualquer tipo de preconceito;agressão;violencia.Acho tudo isso um absurdo.vivemos em um pais livre e não devemos confundir liberdade com libertinagem e vandalismo.

    ResponderExcluir
  17. E ainda falam em respeito kkkkkkk, gente, a pior doença da humanidade se chama "RELIGIÃO"

    ResponderExcluir

Postar um comentário