Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Vaticano censura livro de teólogo sobre a homossexualidade

No Brasil, o 
livro ainda não
 foi censurado
A Congregação para a Doutrina da Fé, do Vaticano, censurou a edição argentina do mais recente livro do teólogo espanhol Marciano Vidal, que faz um histórico da abordagem da homossexualidade pela Igreja Católica.

Aderico Dozani, diretor da editora católica San Pablo, disse que mandou recolher o “Sexualidade e condição homossexual na moral cristã”, mas está perplexo porque o livro segue liberado no Brasil e Espanha.

O Vaticano já tinha repreendido Vidal em 2011 por causa de alguns de seus livros que supostamente justificam a homossexualidade, a masturbação, a contracepção, a inseminação artificial e a liberação judicial do aborto.

O livro censurado na Argentina é editado no Brasil pela Santuário.

Em poucos meses, é o segundo livro que a San Paulo têm de tirar das prateleiras por ordem do Vaticano, cuja decisões, nesse caso, advêm de denúncias do clérigo local.

O primeiro livro foi Parejas y sexualidad en la comunidad de Corinto, do pastor metodista Pablo Manuel Ferrer. Trata-se de um livro que fazia parte de uma coleção ecumênica sobre temas bíblicos. Ferrer, no livro, defende a tese de que o apóstolo Paulo não fazia restrição à diversidade familiar.

O nome original da Congregação para a Doutrina da Fé é Santo Ofício, que é a instância que executava a inquisição.

Com informação do El País.





Vaticano censura livro argentino que defende a diversidade familiar
janeiro de 2012

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...