Receita reteve avião da Universal por falta de documentação

com atualização em 23/2/2012


O Cessna da igreja vale cerca de
US$ 20 milhões (R$ 34,2 milhões)
A Receita Federal reteve no aeroporto Internacional de Campinas (SP) o Cessna 750 Citation X, da filial na Argentina da Igreja Universal, por falta de documentação. O prefixo da aeronave é LV-CEP e está em nome de um argentino. Tem capacidade para oito passageiros. A informação é do G1.

No dia em que os fiscais da Receita fizeram a apreensão, na sexta-feira (17), uma nota publicada no site de o Estado de S.Paulo deflagrou rumores de que havia no avião cerca de US$ 20 milhões (R$ 34,2 milhões). Esse valor, contudo, corresponde ao preço aproximado do Cessna.

Os rumores foram impulsionados pelo fato de ter havido em julho de 2005, em um hangar da TAM em Brasília, a apreensão pela Polícia Federal de R$ 10 milhões em malas que estavam com o bispo João Batista Ramos Silva, então deputado pelo PFL-SP. Especulou-se na época que o dinheiro seria para "comprar políticos".

Há também a denúncia feita em 2009 pelo MP (Ministério Público) de São Paulo de que a Universal estava usando jatinhos da Alliance Jet, uma empresa controlada por pastores, para tirar ilegalmente dinheiro do país.

Antônio Leal, fiscal adjunto da Receita, informou que a igreja tem 20 para colocar em dia a documentação, incluíndo os registros de todas as viagens feitas ao Brasil. A Universal poderá pedir um prazo maior.

A direção da igreja não quis se manifestar sob a alegação de que o assunto se refere a sua filial.

MP diz que Iurd usa jatinhos para tirar do país dinheiro do dízimo.
agosto de 2008 

Edir na mira da Justiça.