Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Secularistas são intolerantes, diz ministra muçulmana britânica

A baronesa Sayeeda é
ministra sem pasta
A baronesa muçulmana Sayeeda Warsi (foto), ministra sem pasta do governo britânico, acusou a militância do secularismo de ser “profundamente intolerante”.

“O secularismo demonstra traços semelhantes aos regimes totalitários, como negar às pessoas o direito a uma identidade religiosa”, afirmou Sayeeda, que é líder do partido conservador. “Eles [os militantes] temem o conceito de identidades múltiplas."

Sayeeda é a representante do primeiro ministro David Cameron de uma delegação britânica que será recebida pelo papa Bento 16 nesta quarta-feira (15).

A muçulmana elogiou os valores cristãos, dos quais, segundo ela, a Europa não pode abdicar. “Esses valores fazem parte da nossa vida pública, cultura, economia, arquitetura e linguagem.”

Para ela, só se pode ter uma sociedade mais justa quando as pessoas se sentem fortes “em sua identidade religiosa”. “A Europa se sente mais confortável com o seu cristianismo.”

Ela lamentou que os autores da Constituição Europeia não tivessem feito qualquer menção a Deus ou ao cristianismo.

E o resultado é que agora, na avaliação da baronesa, “os militantes da secularização estão tomando conta da sociedade”.  E o sinal disso, segundo ela, por exemplo, é que cada vez mais há restrição à exposição de símbolos religiosos em edifícios públicos e ao financiamento de escolas religiosas.

“As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

Com informação das agências.





Vaticano quer aliança com muçulmanos contra secularismo
setembro de 2011

Religião no Estado laico.     Secularismo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...