Secularistas são intolerantes, diz ministra muçulmana britânica

A baronesa Sayeeda é
ministra sem pasta
A baronesa muçulmana Sayeeda Warsi (foto), ministra sem pasta do governo britânico, acusou a militância do secularismo de ser “profundamente intolerante”.

“O secularismo demonstra traços semelhantes aos regimes totalitários, como negar às pessoas o direito a uma identidade religiosa”, afirmou Sayeeda, que é líder do partido conservador. “Eles [os militantes] temem o conceito de identidades múltiplas."

Sayeeda é a representante do primeiro ministro David Cameron de uma delegação britânica que será recebida pelo papa Bento 16 nesta quarta-feira (15).

A muçulmana elogiou os valores cristãos, dos quais, segundo ela, a Europa não pode abdicar. “Esses valores fazem parte da nossa vida pública, cultura, economia, arquitetura e linguagem.”

Para ela, só se pode ter uma sociedade mais justa quando as pessoas se sentem fortes “em sua identidade religiosa”. “A Europa se sente mais confortável com o seu cristianismo.”

Ela lamentou que os autores da Constituição Europeia não tivessem feito qualquer menção a Deus ou ao cristianismo.

E o resultado é que agora, na avaliação da baronesa, “os militantes da secularização estão tomando conta da sociedade”.  E o sinal disso, segundo ela, por exemplo, é que cada vez mais há restrição à exposição de símbolos religiosos em edifícios públicos e ao financiamento de escolas religiosas.

“As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

Com informação das agências.





Vaticano quer aliança com muçulmanos contra secularismo
setembro de 2011

Religião no Estado laico.     Secularismo.

Comentários

  1. “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”
    -----------------------

    Ótimo! Se não gostou, pode ir ao Irã...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que enfim, a religiao está ao poucos, mas está, saindo da sociedade.

      Excluir
    2. Concordo, ela deveria estar no Irã, para ver os direitos da mulher ou não, já que la mulher não tem direito a nada a não ser servir ao homem ¬¬

      Excluir
    3. O Irã ainda é melhor que o Kuwait ...

      Excluir
  2. O discurso desta senhora é falacioso ao extremo. Beira ao cinismo.

    O fato de não haver símbolos religiosos expostos em instituições públicas é uma evidência de RESPEITO a diversidade religioso e não um sinal de "estado ateu".

    E esse tema dos "valores cristãos" também é bem discutível. Onde estava esses valores nas Cruzadas, na Inquisição, na perseguição aos Judeus e nos séculos de escravidão dos negros pelos Cristãos europeus? Milhões de pessoas perseguidas, sequestradas, vendidas, torturadas e mortos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me pergunto se eles são caras-de-pau e fingem não saber o que secularismo significa, ou se eles são estúpidos a ponto de realmente acreditar que signifique o que eles fazem parecer que significa. De qualquer forma, quando se trata de acreditar em estupidez, eles batem o recorde. Eles deveriam estar envergonhados. Talvez estivessem, se tivessem moral.

      Excluir
  3. Ou esses militantes pró-religião são muito burros ou muito mal intencionados, pois eles parecem que nunca conseguem entender o que é Estado laico, isso quando não soltam um 'Estado laico não é a mesma coisa que Estado ateu', como se a laicidade exigida pelas pessoas fosse uma proibição à religiosidade alheia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizendo melhor no Brasil segue a "Democracia".
      E para os que não sabem Democracia é direitos iguais de ascessão a qualquer cidaddão sem distinção e não a vontade da maioria, pois ai ocorre o proseletismo e isto vem a contribuir para formação de fanatizados que se sentem ofendidos pelo desrespeito.
      Não defendo ideologias e sim o Estado Democrático de direito.
      Nossas leis são baseadas em diversos conceitos religiosos e filosóficos tanto que é uriunda do Latim (antiga Grécia Berço da Humanidade) deve sim passar por reformas, mas desde de que não retirem de suas ações direitos adquiridos a custo próprio ou a benefício de outrem sem fins lucrativos porque poderiamos recair nos erros passados e perceber que os mesmos nos servem como parâmetros para que não retrocedemos e continuemos a fazer as mesmas coisas inúteis como um círculo vicioso que não contribuem em nada para o desenvolvimento do ser humano.

      Excluir
  4. Acho que ela resumiu bem a história toda com a frase
    “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”
    É essa a ideia, porra!

    ResponderExcluir
  5. Ela pode mostrar o rosto, é muçulmana e está agradecendo aos cristãos? Hauhauhauhauhauhauha... Desculpa Paulo, meu melhor argumento é rir mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lol, eu ri quando vi isso, pensei que fosse pegadinha. Eu tinha esquecido que o ridículo é ilimitado, em se tratando de religião.

      Excluir
  6. “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

    Mas é exatamente isso minha fia, va rezar para o Grande Profeta na sua casa . E quando nos reunimos vamos tratar de negocios terrenos.

    ResponderExcluir
  7. Cláudio tem razão. Nas condições em que ela viveria, sequer poderia expor-se para afirmar sua posição. Se lhe foi dado esse direito, é porque vive numa sociedade democrática e secularizada.

    ResponderExcluir
  8. Aqui no Brasil deixaríamos milhares de clitores mutilados com a desculpa de "respeito a outras culturas" provavelmente.

    ResponderExcluir
  9. É como muitos que eu conheço que reclamam da arvore, abrigados em sua sombra.

    ResponderExcluir
  10. Ela quer uma teocracia e que papas ou aiatolas sejam os líder da europa, talvez por isso que ela esteja resmungando. Sera que este povo religioso não fica feliz de viver suas religiosidades separadas do governo. Eles querem ter seus símbolos nas instituições públicas seus ensino em escolas de qualquer jeito e quer que todo mundo reverêncie aquilo que só pra eles é sagrado.

    ResponderExcluir
  11. O totalitarismo faz parte do ateísmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aham, senta la claudia...

      Excluir
    2. Obvious troll is obvious.

      Excluir
  12. Ela é preconceituosa até parece que quem não tem religião não tem valores morais ou éticos.

    ResponderExcluir
  13. muçulmano reclamando de intolerancia? é isso mesmo? é pra rir?

    ResponderExcluir
  14. Eu ia fazer uma resposta à altura, mas, vi que é uma perda de tempo total. É só pra rir mesmo, muito patético tudo isso.

    ResponderExcluir
  15. Pensei até em refutar os argumentos dela, mas como ela só falou besteira, deixa para lá.

    ResponderExcluir
  16. Acho que o que essa mulher disse é sinal de uma nova tendência surgindo; trollagem fora da internet.
    Não é possível alguém dizer tanta besteira seguida seriamente. Tem que ser piada...

    ResponderExcluir
  17. "Acho que o que essa mulher disse é sinal de uma nova tendência surgindo; trollagem fora da internet."[2]

    Só rindo mesmo. Se ela estivesse nos países arabes ela não poderia sair de casa sem um cara do lado.¬¬'

    ResponderExcluir
  18. “O secularismo demonstra traços semelhantes aos regimes totalitários, como negar às pessoas o direito a uma identidade religiosa”, afirmou Sayeeda, que é líder do partido conservador.

    Existem, sim, pessoas que têm esse tipo de visão. O secularismo estrito, tal como os modelos francês e turco, encara a religião como algo totalmente alheio ao Estado. O secularismo menos estrito, tal como o modelo americano, encara a religião como algo fora da esfera do governo, mas não em oposição. No secularismo francês e turco existe uma segregação de ofícios. Tanto na França como na Turquia os clérigos estão ou estiveram longamente proibidos até de votar. "Laicismo" quer dizer que somente leigos podem fazer política.

    O que é difícil é entender como isso é ruim, visto que a união de religião + pode político normalmente só é boa para a religião que obtem o poder.

    “Eles [os militantes] temem o conceito de identidades múltiplas."

    Quem mais teme o conceito de identidade múltipla é a religião monoteísta. Para quem não se lembra, o jogador Marcelinho Carioca teve que fugir do Barein porque fez um simples sinal-da-cruz após marcar um gol. Em um estado estritamente laico todas as religiões são igualmente ignoradas.

    Para ela, só se pode ter uma sociedade mais justa quando as pessoas se sentem fortes “em sua identidade religiosa”.

    Em nenhum lugar do mundo as pessoas se sentem mais fortes em sua identidade religiosa do que no Paquistão. Pergunte se lá temos uma sociedade "mais justa"? Em nenhuma época as pessoas sentiram mais força em sua identidade religiosa do que na Idade Média. Pergunte se havia justiça?

    Ela lamentou que os autores da Constituição Europeia não tivessem feito qualquer menção a Deus ou ao cristianismo.

    Ao cristianismo, pelo menos, era difícil, visto que a UE foi feita pensando em assimilar, a longo prazo, Turquia, Albânia e -- talvez -- Israel.

    “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

    A essência do laicismo está em separar os conceitos de "público" e "político". A religião pode ser pública (usar crucifixo no pescoço), mas não política (crucifixo na sede do Parlamento).

    ResponderExcluir
  19. Aí galera, só reclamar aqui na internet não adianta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí galera, só reclamar de quem reclama aqui na internet não adianta.

      Pode até não fazer sentido, mas a piada foi boa. Ou não.

      Excluir
  20. Existe luz no fim do túnel?
    religiões se unindo contra o secularismo? isso é medo?
    xD
    melhorou meu dia a notícia.

    ResponderExcluir
  21. kkkk a danadinha ta com medo, o pessoal na Europa SABE q o secularismo nao é mais minoria, é uma quantidade da populaçao quase igual ou maior q a dos religiosos. Agora eles tão com medo q a mitologia deles desapareça ou perca seus privilegios, e com isso vão começar a apelar e dizer as coisas mais profeticamente ridículas e apocalípticas possíveis.
    Dá pena todo esse histerismo religioso, com medo dos seres pensantes, q se livraram da religião.
    Ficou triste safadinha, vai pro Irã entao, lá vc vai ver os VALORES RELIGIOSOS, e exatamente por causa deles vc seria MORTA por estar se vestindo de modo tão indecente, sem nada cobrindo seu rosto. Além de estar fazendo apologia ao cristianismo, oq no Islã obviamente é heresia !

    ResponderExcluir
  22. É interessante como essas pessoas sempre comparam o secularismo/ateísmo/humanismo com religiosidade para mostrar o quão ruim essas coisas são...

    ResponderExcluir
  23. "Para ela, só se pode ter uma sociedade mais justa quando as pessoas se sentem fortes “em sua identidade religiosa”. 'A Europa se sente mais confortável com o seu cristianismo.'"

    Ah,tá! Pra ser justa e me sentir forte eu preciso ter deus no coração,é isso?! ¬¬

    ResponderExcluir
  24. “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

    Precisa uma notícia mais maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  25. “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

    Graças a Deus e foda-se quem nao concorda!!

    ResponderExcluir
  26. “As religiões estão sendo colocadas para fora da esfera pública.”

    Graças a Deus e Foda-se quem nao concorda!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário